Paulista A1

Vale o título do Troféu do Interior: Ponte Preta recebe o Mirassol no jogo de volta da decisão

Foto: Marcos Freitas-Mirassol FC-Divulgação

Após empate na partida de ida, quem vencer em Campinas fatura a taça; Macaca luta pelo tetra da competição

Tudo aberto na decisão do Troféu do Interior, quando o segundo jogo da decisão acontece nesta segunda-feira (02), às 20h (horário de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli, onde a Ponte Preta receberá o Mirassol – após empate em 1 a 1, na partida de ida, realizada na última quinta-feira (29), no estádio José Maria de Campos Maia. A Macaca tem apenas a vantagem de decidir em casa, pois o campeão será o time que vencer logo mais. Em caso de novo placar igual, a disputa segue para as penalidades máximas.

 

Final do Troféu do Interior: Ponte Preta x Mirassol

Em Mirassol, os visitantes saíram na frente com o gol de Marciel, mas os mandantes deixaram tudo igual nos acréscimos. Aos 48 minutos da segunda etapa, Edson Silva marcou de cabeça. Paralelamente ao mata-mata da Série A-1 do Paulistão, o Troféu do Interior teve sua primeira edição em 2007, sendo um desejo da Federação Paulista de Futebol (FPF) de premiar o melhor time do interior que não estivesse envolvo nas fases finais do Estadual. De lá pra cá, a Ponte já levantou o caneco três vezes, enquanto o Leão da Alta Araraquarense busca o título inédito.

 

O que está em jogo na decisão do Troféu do Interior

Engana-se quem pensa que o torneio se limita à entrega de uma taça e medalhas. Além da premiação em dinheiro, R$ 360 mil, o time campeão ganha o direito de jogar a Copa do Brasil de 2019. Como a Macaca já está qualificada em função do ranking da CBF, o Mirassol terá o privilégio de participar da segunda competição mais importante do futebol nacional no ano que vem.

Além de faturar o Troféu do Interior pela primeira vez, os visitantes vão em busca do desempate no confronto contra os pontepretanos. No histórico da partida, foram nove as vezes em que os dois times se enfrentaram, com três vitórias para cada lado, além de três empates. Portanto, assim como no jogo de ida, a expectativa é de um duelo igualmente equilibrado logo mais.

 

Preparação de Ponte Preta e Mirassol para o segundo jogo da final

Nada como a sensação do dever cumprido. Na função de técnico interino da Ponte Preta, desde a demissão de Eduardo Baptista, no início de março, João Brigatti quer mostrar seu valor ao clube campineiro com o título. Mas a conquista não mudará seu patamar na equipe, já que Doriva foi contratado para comandar o elenco da Macaca no objetivo primordial na temporada: o retorno à Série A do Brasileirão, após o rebaixamento em 2017.

Sedento por ver seus jogadores dando a volta olímpica, Brigatti não deu descanso ao grupo no fim de semana da Páscoa, com a realização de atividades no sábado e no domingo. E para não dar armas ao adversário, os treinamentos foram fechados à imprensa. Mas o que se sabe é que a Ponte Preta contará com os retornos do volante João Vitor e do atacante Aaron. Mesmo com a vantagem de ter ao torcida ao lado, o treinador fez questão de não cantar vitória antes do tempo.

“A final está em pé de igualdade. Tem de tomar cuidado, mas sabemos que temos condição de matar a partida nos 90 minutos, com muita personalidade e partir para cima”, afirmou.

 

Mirassol vai completo

O técnico Moisés Egert também terá força máxima no segundo jogo da decisão do Troféu do Interior. Sem atletas suspensos e com o departamento médico vazio, Egert poderá repetir a escalação do jogo de ida. Muito em função do histórico do confronto e os recentes tropeços da Ponte, em casa, ele confia na superação de seus atletas.

“Capacidade, condições, caráter e identidade esse grupo tem. Qualidade e trabalho também. Será uma missão difícil, mas não impossível”, concluiu.

 

Prováveis escalações

Ponte Preta: Ivan; Emerson, Renan Fonseca, Luan Peres e Marciel; Nathan, João Vitor e Lucas Mineiro; Aaron (Yuri), Felipe Saraiva e Orinho – Técnico: João Brigatti

Mirassol: Ygor Vinhas; .Danilo Boza, Wellington Silva, Edson Silva e William Simões; Léo Baiano, Luís Oyama, Xuxa e Lucas Rodrigues; Alíson e Gilsinho – Técnico: Moisés Egert.

 

Palpite

O peso da camisa e o fator casa contam muito. Poderia ser um pouco mais fácil para a Ponte Preta, se não tivesse levado o gol do Mirassol aos 48 minutos do segundo tempo. Mas nada que impeça a consagração da Macaca, que baterá o Mirassol pelo placar mínimo e ficará com o título.

 

Jogo de volta da final do Troféu do Interior

Segunda-feira, 02 de abril

  • 20:00 – Ponte Preta x Mirassol – Palpite: Ponte Preta

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.