UFC

UFC e One FC oficializam troca histórica no MMA com Demetrious Johnson e Ben Askren. Entenda!

Demetrious Johnson é ex-campeão dos moscas do UFC
Foto: Divulgação / UFC

O mundo do MMA está diante de uma ação histórica. Pela primeira vez, duas das maiores organizações da modalidade oficializaram uma troca de atletas. Demetrious Johnson, ex-campeão dos moscas do UFC, está a caminho do One FC. Em troca, Ben Askren, campeão dos meio-médios do evento asiático, agora faz parte do plantel do Ultimate. A transação é um ato inédito, e abre portas para novas oportunidades. E de uma forma surpreendente, ao menos neste primeiro caso, todos os envolvidos na negociação tem motivos para estarem felizes. A informação foi noticiada pela ESPN e confirmada pelos lutadores em suas redes sociais.

Demetrious Johnson foi o campeão mais dominante da história do UFC. Aos 32 anos, o americano acumulou 11 defesas de cinturão consecutivas na divisão até 56kg. Foram mais de cinco anos como dono do cinturão. Ele perdeu o título no início de agosto, quando foi superado por Henry Cejudo na decisão dos juízes. O pior é que mesmo diante de todo esse tempo no topo, Johnson nunca teve o crédito que merece. Essa sempre foi uma dúvida cruel na cabeça dos fãs de lutas. Por que um lutador espetacular, talentoso, que finaliza e nocauteia rivais, e quando não o faz vence de forma dominante ao longo da luta, não empolga, não vende pay-per-view? O UFC até tentou promover a categoria e o Demetrious de algumas formas, mas o público nunca valorizou tanto. E eu não sei se é o estilo mais comedido do Johnson, a forma de lutar, mas algo sempre atrapalhou o lutador ao receber o reconhecimento público e financeiro que ele sempre mereceu.

E talvez cansado disso tudo, Johnson tenha decidido ir para um evento menos expressivo, mas que lhe pague o que merece. “Bom, ao menos no One FC eu vou faturar o dinheiro que nunca ganhei no UFC”. E isso é bem possível, pois o One FC é conhecido por pagar bolsas altas a seus atletas. Só para se ter uma ideia, Eddie Alvarez se tornou free agent recentemente, após o fim do contrato com o UFC. Ele assinou com o One FC e já garantiu que o acordo vai lhe render um valor de oito dígitos (igual ou acima de US$ 10.000.000). É um acordo onde ele não é apenas lutador, mas também um membro do evento, podendo participar das ações da companhia de outras formas.

Ah, e só um detalhe: se com Demetrious Johnson, maior campeão da história do UFC, a categoria dos moscas não decolou no UFC, não se surpreendam se, agora, sem o DJ, o Ultimate acabar com a categoria e forçar muitos pesos moscas a virarem pesos galos. Porque o atual campeão, Henry Cejudo, já declarou que quer subir de peso para enfrentar TJ Dillashaw e a divisão não vai se sustentar com os nomes que estão no topo atualmente.

Agora, o acerto de Ben Askren com o UFC é ainda mais surpreendente. O wrestler já é destaque no mundo das lutas há anos, e há anos se fala sobre uma possível ida dele ao UFC. Mas por conta de seu estilo falastrão, ele e o presidente do UFC Dana White já trocaram diversas farpas. Dana já chegou a comparar o estilo de luta de Askren com o poder de um sonífero. Por isso a surpresa com o acordo. O americano é o atual campeão meio-médio do One FC, já foi campeão do Bellator, e tem um dos jogos de wrestling mais respeitados do MMA. Ele competiu nas Olimpíadas de 2008 defendendo a seleção dos Estados Unidos, mas não foi longe na competição. No MMA, ele detém um cartel invicto de 18 vitórias e uma luta sem resultado (golpe ilegal) em 19 apresentações no MMA.

É um dos raros casos onde ambos os lados ficam felizes numa negociação. Por um lado, Johnson terá o retorno financeiro que sempre buscou, mas nunca conseguiu no UFC; por outro, Askren chego ao maior evento de MMA do mundo e recebe a chance de comprovar seu talento para um público muito maior. Ele sempre foi tratado como destaque no mundo das lutas, mas isso só começa a ter valor, de fato, quando se confirma os mesmos resultados no maior evento do mundo. E já existem fãs para lá de empolgados para vê-lo contra Tyron Woodley, Khabib Nurmagomedov, Colby Covington….

Nenhum detalhe em relação ao valor a transação foi revelado, assim como as datas, rivais e locais das estreias de Johnson no One FC e de Askren no UFC.

Que a troca, mais comum em outros esportes, como no futebol, por exemplo, sejam mais vistas no MMA. Isso abre um leque de oportunidades e permite aos fãs sonharem com lutas nunca antes vistas.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar