Tênis

Tênis: Sem surpresas, Richard Gasquet e David Goffin avançam em Montpellier; Stan Wrakinka estreia hoje na Bulgária

Foto: JEAN-PIERRE CLATOT/AFP/Getty Images

Torneios ainda não tiveram nenhum resultado fora da curva; no Equador, Thiago Monteiro é único brasileiro “vivo” na semana dos ATP 250

Já é quinta-feira (8 de fevereiro) e os três torneios ATP 250 começam a engrenar por aqui na América do Sul e na Europa. Apesar da ausência de nomes importantes como Roger Federer, Rafael Nadal, Marin Cilic e Grigor Dimitrov, as disputas desta semana são um prato cheio para os demais tenistas pontuarem, melhorarem suas posições no ranking e, consequentemente, faturarem um $$$ sem os quatro duros oponentes. Sem surpresas até o momento, o ATP 250 de Montpellier continua com os dois favoritos vivíssimos, já que o belga David Goffin e o francês Richard Gasquet fizeram sua parte na primeira rodada. Já na Bulgária, o dia é de estreia de Stan Wawrinka. A principal questão é saber como o suíço se movimentará em quadra em seu segundo torneio pós cirurgia no joelho. E, para finalizar a gira da bolinha, temos o Aberto do Equador, que conta com apenas Thiago Monteiro como nosso representante após as eliminações de Thomas Bellucci e Rogerinho Dutra.

 

Montpellier

Nada de sustos até agora na cidade francesa. Cabeça de chave número 1, David Goffin teve uma estreia sólida diante do anfitrião Gilles Simon, superando o rival por 6/4 e 6/2. O resultado garante o belga, que atualmente é o sétimo colocado no ranking da ATP, em sua primeira “quartas de final” em 2018. Isso porque ele havia caído precocemente na segunda rodada do Aberto da Austrália.

Quem também começou com o pé direito foi Richard Gasquet. Maior campeão de Montpellier com três títulos, o tenista da casa não “deu chance para o azar” ao superar o russo Daniil Medvedev, campeão do ATP 250 de Sidney, por 6/0 e 6/3. Em apenas 56 minutos, o tricampeão francês quebrou o oponente em cinco oportunidades e perdeu somente três pontos em seu saque. Embalado, ele irá encarar o compatriota Pierre-Hugues Herbert, que ganhou de Kenny De Schepper em jogo complicado e finalizado em três sets.

Completando o início do torneio recheado de jogadores locais, a primeira rodada ainda terá nesta quinta o encontro entre os franceses Jo-Wilfried Tsonga e Nicolas Mahut, além do cabeça de chave número 2 Lucas Pouille (FRA), que enfrenta o azarão espanhol Carlos Taberner.

 

ATP de Sófia

Já na Bulgária, a expectativa é pelo jogo de Stan Wawrinka. O suíço começa sua jornada hoje, em jogo contra o eslovaco Martin Klizan. Após ser surpreendido pelo norte-americano Tennys Sandgren em Melbourne, o tricampeão de Grand Slam espera que a competição em Sófia seja duradoura para assim recuperar o ritmo de quadra. Afastado dos torneios desde o segundo semestre do ano passado devido a uma cirurgia no joelho esquerdo, Wawrinka precisa agora recuperar a confiança. E nada como um ATP 250, sem a presença de tantos cascas grossas, para ele readquirir a condição de protagonista.

Caso siga avançando na competição, o suíço tem tudo para medir forças com o francês Adrian Mannarino em uma eventual final. Cabeça de chave número 2, o tenista ainda busca seu primeiro título de ATP depois de esbarrar em decisões por quatro vezes.

 

ATP do Equador

Abrindo a temporada do saibro, o Aberto do Equador parece que chegou para ficar no calendário do tênis mundial. Com bons nomes em Quito, como o francês Gael Monfils, o torneio na terra batida também deu início sem maiores surpresas. Enquanto os principais cabeças de chave Pablo Carreño Busta e Albert Ramos-Viñolas estreiam apenas hoje, o veterano Ivo Karlovic já começou mostrando sua arma fatal: o saque. Aproveitando-se do ar rarefeito equatoriano, o que deixa a bola ainda mais rápida, o croata que completará 39 anos agora em fevereiro distribuiu uma enxurrada de aces – total de 24 – sobre o norte-americano Ernesto Escobedo, passando assim para a fase seguinte.

Já pelo lado brasileiro, o único ainda em condições de conseguir algo é Thiago Monteiro, já que Rogerinho Dutra e Thomaz Bellucci já disseram adeus. Apesar das atuações irregulares na vitória do nosso país sobre a República Dominicana pelo Zonal Americano da Copa Davis, Monteiro esteve firme na abertura, diante do argentino Horácio Zeballos, e vencendo o embate por 2 sets a 0. Ele encara na segunda rodada o italiano Alessandro Giannessi.

 

Bate e pronto

É bom ficarmos ligados na próxima semana porque é bem possível que tenhamos um novo líder no ranking da ATP. Depois de muito suspense, Roger Federer confirmou presença no ATP 500 de Roterdã. O suíço, que tem como última aparição no topo da ATP o dia 4 de outubro de 2012, precisa tirar 115 pontos – atingir as semifinais na Holanda – de Rafael Nadal, atual dono do posto, para retornar à liderança.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar