UFC

Te cuida, Namajunas! Jessica Andrade arrasa Kowalkiewicz com nocaute brutal no UFC 228

Jessica Andrade nocauteia Karolina Kowalkiewicz
Foto: Divulgação / UFC

O UFC 228, ocorrido neste sábado, em Dallas, Texas (EUA), reservou uma noite especial para Jessica Andrade. A brasileira nocauteou Karolina Kowalkiewicz aos 1m58seg do primeiro round, alcançou o número de 10 vitórias dentro do octógono – um recorde entre mulheres – e consolidou sua posição de desafiante ao cinturão da categoria peso palha feminino do Ultimate. Após o triunfo, ela pediu que a disputa de título contra a campeã Rose Namajunas aconteça no dia 29 de dezembro, em Las Vegas, pelo UFC 232.

Jessica começou o duelo contra Karolina a mil por hora. A brasileira é conhecida pelos ataques ferozes na trocação, sempre encurralando a rival. Ela sequer pensou duas vezes antes de partir para cima de Karolina. Depois de aplicar uma série de socos, a brasileira chegou a abalar a rival, que tentou se recuperar com movimentação e respondeu bem os primeiros ataques. Mas Jessica não parou e não deu espaços. Embora tenha rendido um leve ataque cardíaco nos fãs brasileiros ao se expôr de tal forma logo de início, Jessica absorveu bem os golpes que sofreu, não cansou e deu show. Ela aplicou vários golpes até encaixar o cruzado que fez Karolina cair sentada e nocauteada. Um nocaute brutal que não é comum de se ver no MMA feminino.

Jessica veio para a luta em busca de uma vitória que enviasse um recado ao mundo das lutas. E ela conseguiu. Não há mais o que discutir. A brasileira é a próxima na fila pelo cinturão peso palha feminino. Ela deve enfrentar a campeã Rose Namajunas até o fim do ano. Não consigo imaginar qualquer outra opção possível que não a brasileira como próxima adversária de Rose.

Depois de perder a chance que teve pelo cinturão peso palha feminino em maio do ano passado, quando foi derrotada por Joanna Jedrzejczyk, Jessica emplacou três vitórias consecutivas. E todas dominantes. Ela bateu Claudia Gadelha, Tecia Torres e agora Karolina Kowalkiewicz. Um retrospecto mais do que suficiente para conquistar uma nova chance de ser campeã do Ultimate.

Embalada, confiante e com a energia renovada, Jessica Andrade se tornou uma real ameaça ao reinado de Namajunas. O duelo contra a americana tem tudo para ser eletrizante, mas ela precisa ter a cabeça no lugar e ter a estratégia certa, pois Rose já mostrou diante de Jedrzejczyk que é uma atleta em constante evolução e sabe muito bem montar estratégias que desmontam suas rivais. Sem contar sua melhora surpreendente na trocação. No chão a brasileira é favorita, embora Rose seja especialista em jiu-jitsu.

Que o Ultimate aceite a sugestão de Jessica e a coloque para disputar o cinturão com Rose no UFC 232, mesmo evento que acontece com Cris Cyborg e Amanda Nunes. Três brasileiras lutando por títulos na mesma noite. Já imaginou? Seria algo histórico.

 

Confira os resultados do UFC 228

Tyron Woodley finalizou Darren Till no segundo round
Jéssica Bate-Estaca nocauteou Karolina Kowalkiewicz no primeiro round
Zabit Magomedsharipov finalizou Brandon Davis no segundo round
Jimmie Rivera venceu John Dodson na decisão dos juízes
Abdul Razak Alhassan nocauteou Niko Price no primeiro round
Card preliminar
Tatiana Suárez nocauteou Carla Esparza no terceiro round
Aljamain Sterling finalizou Cody Stamann no segundo round
Geoff Neal nocauteou Frank Camacho no segundo round
Darren Stewart nocauteou Charles Byrd no segundo round
Diego Sanchez venceu Craig White na decisão dos juízes
Jim Miller finalizou Alex White no primeiro round
Irene Aldana venceu Lucie Pudilova na decisão dos juízes
Jarred Brooks venceu Roberto Sanchez na decisão dos juízes

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar