Brasileirão Série C

Série C: tudo sobre os jogos de volta da semifinal entre Botafogo-SP x Cuiabá e Operário x Bragantino

Jogador do Bragantino
Foto: Rafael Moreira/C.A. Bragantino

Nas duas partidas que abriram a fase decisiva, o placar ficou em branco

Clima de maré mansa? Afinal, as equipes que disputam a semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro, Botafogo-SP, Cuiabá, Operário e Bragantino, já cumpriram o principal objetivo na competição que foi a conquista de uma vaga na Série B em 2019. Nas partidas de ida da fase decisiva que reúne os quatro melhores da competição, os torcedores ficaram decepcionados, pois não tivemos gols tanto no duelo realizado em Bragança Paulista como na Arena Pantanal.

Jogos de volta da semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro 2018

Com os dois empates, é importante observar que o regulamento da atual edição da Terceirona não prevê o gol marcado fora de casa como critério de desempate. Portanto, se houver nova igualdade no marcador em um dos jogos, o finalista será conhecido nas cobranças de pênaltis. Para os 90 minutos restantes, o Pantera Negra e o Fantasma terão a vantagem de atuar diante de suas respectivas torcidas.

Botafogo-SP x Cuiabá

Para o duelo decisivo, amanhã (08), às 17h (horário de Brasília), o Botafogo-SP perdeu três peças importantes: o goleiro Tiago, que nem viajou para o primeiro jogo, após negociação com outro clube; o atacante Felipe Augusto, vice-artilheiro da Série C, que pertence ao Paraná Clube e já reintegrado para defender os paranistas na Série A do Brasileiro; sem contar o volante Léo Baiano, que terá que cumprir suspensão automática depois de receber o terceiro cartão amarelo.

Pelo lado do Dourado, um jovem clube com apenas 17 anos de fundação, terá dois desfalques certos na disputa por uma vaga na finalíssima da Série C, já que o volante Escobar foi emprestado ao Coritiba e passa a disputar a Série B do Brasileirão. Outro desfalque é João Carlos, que está lesionado. Bruno Sávio conta com chances de ser escalado, mas ainda é dúvida.

Dos quatro times que terão o privilégio de participar da Série B no ano que vem, é incontestável que a euforia maior é do Cuiabá, já que será a primeira vez da representação do Mato Grosso na Segundona. A campanha na terceira divisão deste ano foi muito consistente. Contra o Atlético-AC, o dever de casa foi feito de forma muito exitosa com a vitória por 2 a 0, com o empate em 2 a 2, no Florestão, determinando o acesso.

Depois de 20 anos de seu maior feito em disputas nacionais, o vice da segunda divisão de 1998, o Botafogo-SP retorna à competição depois de sua última participação, em 2002. Sempre firme no G-4 do Grupo B, o clube de Ribeirão Preto foi o que passou maior sufoco para alcançar as semifinais. O Pantera Negra bateu o Botafogo-PB, em casa, nos pênaltis, no duelo de volta pelas quartas de final.

  • 17:00 – (R$ 1,69) Botafogo-SP x Cuiabá (R$ 5,01); empate (R$ 3,33) – Palpite: Botafogo

Operário-PR x Bragantino

Na outra semifinal, o confronto de volta acontecerá no domingo (09), às 15h30 (horário de Brasília). Fora de casa, o Massa Bruta terá o prejuízo de três desfalques na luta para alcançar a final. E não se trata de problemas de contusão ou suspensão. Sem proteção aos atletas, os destaques da Série C viram presas fáceis para os clubes das divisões de cima. Sãos os casos do lateral-esquerdo Fabiano, vendido ao Vitória, do volante Adenilson e do atacante Matheus Peixoto, os dois últimos negociados com o Sport por empréstimo até o fim de 2018.

Pelo lado paranaense, o Operário também não ficou imune às dificuldades para escalar os titulares. O volante Chicão, obrigado a cumprir suspensão automática após receber o cartão vermelho na partida de ida, e também o meia Índio, que segue tratando uma lesão na coxa esquerda, estão fora. No entanto, o atacante Schumacher, que desfalcou a equipe no primeiro duelo da semifinal, já está à disposição. Mesmo com os desfalques, o Fantasma conta com o fator casa como grande trunfo rumo à decisão.

Nas quartas de final, o Operário conseguiu a classificação com uma goleada por 3 a 0, em casa, sobre o Santa Cruz – após derrota no duelo de ida, no Recife, por 1 a 0. Já no estádio Nabi Abi Chedid, o Braga abriu caminho rumo às semifinais com o ótimo triunfo por 3 a 1 sobre o Náutico – na Arena Pernambuco, o empate em 1 a 1 decretou a eliminação do Timbu.

  • 15:30 – (R$ 1,62) Operário x Bragantino (R$ 5,46); empate (R$ 3,40) – Palpite: Operário

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar