Ganhador.com

Paulista A1

Série A1: Os grandes se classificam e fazem as quartas de final contra Bragantino, São Caetano, Novorizontino e Botafogo

Autor de 2 gols na vitória por 3 a 0 do Palmeiras sobre o Ituano, Gustavo Scarpa ajudou o Bragantino a conquistar última vaga nos mata-mata do Paulistão

Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação

Empate com o São Caetano, dá a última vaga nas quartas de final ao Bragantino. Palmeiras, Corinthians, Santos e São Paulo confirmam a liderança de seus grupos.

Foi um domingo de pouca emoção no Paulistão. Apesar dos vacilos inesperados durante a fase de grupos – 2 derrotas do Palmeiras, 3 do Corinthians, 4 do Santos e 5 do São Paulo – os quatro grandes do Estado conseguiram, com mais ou menos esforço, se garantirem na segunda fase do torneio com uma rodada da antecedência, e estão prontos para enfrentarem, respectivamente, Novorizontino, Bragantino (único time que definiu sua vaga ontem), Botafogo e São Caetano na primeira fase do mata-mata estadual que leva à disputa das semifinais.

 

As quartas de final

Como era mais do que previsto, Palmeiras, Corinthians e Santos, com as lideranças de seus grupos garantidas, foram à campo na tarde de ontem com formações reservas de olho em seus jogos pela Libertadores (Corinthians e Santos) e na necessidade de rodar o elenco e condicionar jogadores que serão importantes no decorrer da temporada (caso do Palmeiras). Apenas o São Paulo, com André Jardine atuando interinamente e o recém-contratado Diego Aguirre dando seus pitacos, foi à campo com “força máxima” buscando a liderança do Grupo B e uma vitória dentro de casa que pudesse aplacar a fúria da torcida que não poupou críticas à atual diretoria do clube e suas “barbeiragens”. E deu certo.

Com Diego Souza e Caíque titulares e Rodrigo Caio poupado (todos pedidos do treinador uruguaio), o Tricolor não tomou conhecimento do Red Bull Brasil e virou pra cima do time campineiro, vencendo o duelo por um elástico 3 a 1 – esta, aliás, foi a primeira vez que o time do Morumbi marcou 3 gol em uma mesma partida na temporada. O futebol continuou abaixo do esperado, mas foi o suficiente para se garantir na primeira posição do grupo. O São Paulo enfrenta agora o São Caetano nos mata-mata das quartas de final. O time do ABC começou o Paulistão muito mal, deu sinais de que lutaria para não cair para a Série A2, mas uma arrancada na reta final da competição (invicto nos últimos 5 jogos, com 3 vitórias e 2 empates) e tropeços de concorrentes diretos, garantiram o Azulão nos mata-mata.

De olho apenas na classificação geral, o mistão do Palmeiras não deu chances ao Ituano e com dois gol de Scarpa acabou com as chances da equipe de Itu de se manter na segunda colocação do Grupo A  e espera pelo Novorizontino, que venceu o Santo André por 3 a 2. O placar de 3 a 0 a favor do Verdão, colocou o Bragantino – que empatou com o São Caetano – no caminho do Corinthians, o líder do Grupo A e único time que entrou na rodada sem conhecer seu adversário nas quartas de final. Preocupado com a Libertadores, o Alvinegro escalou um time reserva e, superando a falta de entrosamento, conseguiu uma boa vitória por 2 a 0 contra o Botafogo, adversário do Santos – que, também preocupado com a rodada da Libertadores no meio de semana, viu seu time reserva perder por 3 a 1 para o São Bento, em Sorocaba.

Deste modo, as quartas de final, agora com jogos de ida e volta, terão os seguintes confrontos (seguindo o mando de campo da ida):

  • Bragantino x Corinthians
  • São Caetano x São Paulo
  • Novorizontino x Palmeiras
  • Botafogo x Santos

Todos os grandes conseguiram garantir o direito de fazer o duelo de volta em casa. A pontuação destes jogos segue valendo para a classificação geral e para determinar quem joga com a vantagem na semifinal e na final. Os jogos de ida estão todos marcados para o próximo domingo, dia 18, às 16 horas e a volta será no dia 21, às 21:45.

 

Rebaixados

A Linense bem que tentou, mas o empate em 1 a 1 com o Mirassol decretou seu rebaixamento. Com apenas 10 pontos, a equipe da cidade de Lins irá disputar a Série A2 em 2019 ao lado do Santo André, que foi a campo enfrentar o Novorizontino precisando de uma improvável combinação de resultados para não ser rebaixado. A derrota por 3 a 2, entretanto, manteve a equipe do ABC com 8 pontos e na lanterna da competição independente de qualquer combinação maluca de placares que a rodada pudesse produzir.

Com 12 pontos cada, Mirassol e Ponte Preta escaparam por muito pouco da Série A2. Melhor para a Macaca que evitou da agonia de passar pelo segundo rebaixamento em menos de um ano – a equipe caiu para a Série B do Brasileirão em dezembro de 2017.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar