Ganhador.com

Carioca

Será que estamos diante da ‘trilogia do chororô’ no Campeonato Carioca?

Vinicius Junior chororo
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Taça Rio conhece seus finalistas neste meio de semana – e há uma grande chance de que Botafogo e Flamengo se cruzem de novo                  

Criticado por muitos, o Campeonato Carioca terá dois clássicos dignos de suas melhores tradições nesta quarta (21) e quinta-feira (22). O primeiro confronto programado para a semifinal da Taça Rio – como é chamado oficialmente o segundo turno do Estadual – será Vasco e Botafogo, que medem forças às 21h45 (de Brasília) de quarta (21) no Estádio Nilton Santos. A quinta será o dia do confronto mais tradicional da região: nada menos que o Fla-Flu, também no Nilton Santos, às 20h.

 

Vasco x Botafogo: há clima pós-João Paulo?

Os dois alvinegros voltam a se encontrar depois de apenas três dias – foi exatamente no último domingo que Vasco e Botafogo fizeram o clássico que terminou com uma vitória de 3×2 para o Vasco. Mas o assunto não foi o placar em si, e sim a impressionante perna quebrada do meia João Paulo, do Botafogo, que sofreu uma entrada brutal do vascaíno Rildo.

Houve uma revolta geral no Brasil todo – alguns jornalistas chegaram a sugerir até que Rildo deveria ser preso por tamanha deslealdade com um colega de trabalho.

O Fogão, claro, aumentou ainda mais a chama do seu caldeirão e reclamou de tudo e de todos. Rildo recebeu apenas um cartão amarelo, e há uma grande pressão para que ele seja punido com rigor. Nem é preciso dizer que os botafoguenses vão dar tudo de si para oferecer forças ao companheiro ausente que só deve voltar a jogar no ano que vem.

O Vasco, por sua vez, defende Rildo e analisa seu calendário a partir de agora. O time já está classificado para a semifinal do Estadual, e pode entrar em um ritmo insano de seis jogos decisivos em 19 dias caso bata o Botafogo e vá para a decisão da Taça Rio. Por esta razão, é mais provável esperar uma vantagem do Fogão, que está consideravelmente mais tranquilo com as suas obrigações daqui por diante.

 

Fluminense x Flamengo: a vez do Ceiflador

O grande nome deste Fla-Flu é Henrique Dourado. O “Ceiflador”, como o atacante é chamado pela nação flamenguista, já demonstrou sua capacidade em grandes jogos – e agora quer também ter o gostinho de provar seu valor também diante do clube que defendia até meses atrás.

Dourado segue impecável nos pênaltis – e é de se imaginar que uma grande apreensão vai tomar conta de todo o Rio de Janeiro caso seja marcada alguma cobrança em favor do Flamengo nesta semifinal. O Rubro-Negro tem mais time e entra como favorito. Fica a expectativa para alguma mágica do técnico tricolor Abel Braga, que já sinalizou a manutenção do seu esquema tático. A única dúvida é sobre a entrada ou não do volante Douglas, que se recuperou de uma lesão e agora pode entrar na vaga de Richard ou Jadson.

Outro fator que deve ser considerado na análise deste confronto é a vantagem do empate que o Fluminense possui – em caso de igualdade, o Tricolor avança à decisão da Taça Rio por ter melhor campanha que o Fla.

O cenário é o mesmo do Vasco, que também carrega a possibilidade de passar à final com um simples empate diante do Botafogo.

Por que, então, considerar Flamengo e Botafogo como favoritos à decisão da Taça Rio?

O Flamengo tem uma razão óbvia: como faturou a Taça Guanabara, ganhar a Taça Rio significa liquidar a semifinal do Carioca, permitindo que o time ganhe um respiro para a Libertadores, o Brasileiro e a Copa do Brasil, os grandes objetivos do ano.

O Botafogo também surge como nosso principal candidato pelo fato de contar com um técnico recém-chegado, o promissor Alberto Valentim, que vai encarar esta partida como uma decisão das mais importantes – o que Zé Ricardo, com a cabeça na Libertadores, não vai acompanhar.

Um novo Flamengo x Botafogo seria interessante para construir também o terceiro e último capítulo da “trilogia do chororô”. Ela começou na semifinal da Taça Guanabara, quando o Fla bateu o rival por 3×1 e gerou polêmica com a comemoração do golaço de Vinícius Júnior, que sinalizou que estava chorando para provocar o adversário. O Flamengo voltou a se dar melhor na fase de grupos da Taça Rio, quando ganhou bem mais apertado – apenas 1×0, com uma expulsão justamente de Vinícius Júnior.

Resta saber se agora teremos um terceiro momento para decidir se será o caso de “quem ri por último” ou se “ninguém cala este chororô”.

 

Semifinais da Taça Rio 2018

Quarta-feira, 21 de março

  • 21:45 – Vasco x Botafogo – Palpite: Botafogo

Quinta-feira, 22 de março

  • 20:00 – Fluminense x Flamengo – Palpite: Flamengo

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar