Ganhador.com

Paulista A1

Precisando da vitória, Ponte Preta e Santos devem fazer um duelo equilibrado na terceira rodada do Paulistão

Após tropeçarem na segunda rodada, Ponte Preta e Santos precisam vencer para evitar qualquer princípio de “crise” nas arquibancadas

Foto: Ivan Stori/Santos FC

Depois dos tropeços na segunda rodada, os alvinegros buscam a recuperação no Campeonato Paulista

Após abrirem suas participações no Paulistão 2018 com vitórias sobre Corinthians e Linense, Ponte Preta e Santos vacilaram na segunda rodada da competição e, derrotados por Linense e Bragantino, respectivamente, jogam hoje de olho na recuperação dentro do torneio – que está no começo, é verdade, mas é sempre muito importante para os torcedores da Macaca e do Peixe.

 

Não rendeu, foi para o banco

Além dos desfalques de Bruno Henrique e Lucas Veríssimo, entregues ao departamento médico, o técnico Jair Ventura terá mais uma baixa certa para a partida de hoje em Campinas: Romário. Após avaliação nos treinos e duas rodadas do Paulistão, o técnico e seus auxilires concluíram que o lateral-esquerdo recém chegado ao clube para substituir o litigioso Zeca está muito aquém da qualidade esperada e tecnicamente não tem condições de assumir a titularidade da ala esquerda do Peixe.

Segundo reportagem do UOL, diretoria e comissão técnica consideram que Romário – contratado junto ao Ceará – é forte fisicamente mas deixa muito a desejar na parte técnica e suas deficiências, principalmente no apoio ao ataque, prejudicam o desempenho da equipe. Para o duelo de hoje, Jair Ventura usará o jovem Caju como titular.

Os problemas, obviamente, não acabam aí. Tento um elenco “curto” e que perdeu muito de sua qualidade técnica com as saídas de Zeca, Lucas Lima e Ricardo Oliveira, Ventura precisa encontrar soluções emergenciais enquanto que a diretoria faz o que pode para reforçar o elenco – e Gabigol, que vive uma fase medonha na Europa chegará ao Peixe com toda a pressão do mundo em suas costas para ser o “diferencial” de um time “modesto”. O veterano Renato não participou do último treino da equipe por conta de um desconforto muscular e será reavaliado pelo departamento médico momentos antes do jogo. Se for vetado, Matheus Jesus irá para o jogo.

E é assim, cheio de problemas e remendos que o Santos chega para a terceira rodada do Paulistão. Ainda não está pressionado, é claro – e seria um absurdo estar a esta altura da temporada – mas uma nova derrota pode subir a temperatura nas arquibancadas da Vila Belmiro (e isso normalmente não é bom para o Peixe).

 

Altos e baixos da reconstrução

Depois do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro em 2017, a Ponte Preta tem pela frente uma temporada de reconstrução e problemas: Fábio Ferreira, João Lucas e Fernandinho – todos fora do clube por diferentes motivos – cobram na Justiça valores atrasados a que teriam direito e que chegam a quase R$ 2 milhões (muita coisa para um time que teve uma drástica redução de receitas com o rebaixamento).

Dentro de campo, como era de se esperar, Eduardo Baptista ainda sofre para encontrar a mehor formação e manter a estabilidade da equipe que abriu sua participação no Campeonato Paulista com uma inesperada vitória sobre o Corinthians, no Pacaembu, com um jogador a menos – e com direito a pênalti de Jadson defendido por Ivan, o substituto de Aranha no gol campineiro. Na segunda rodada, entretanto, derrota em casa para a Linense – a mesma Linense que perdeu ontem por 2 a 0 para o São Caetano que tomou um 4 a 0 do Corinthians na segunda rodada (confuso este tal de futebol, não é?).

Na busca por esta “estabilidade” que pode ajudar Baptista a levar o time às quartas de final do Paulistão, há apenas um dúvida em relação ao time que enfrentará o Santos logo mais: Fellipe Cardoso, titular expulso contra o Corinthians, ou Yuri que assumiu a vaga no duelo contra a Linense. De resto, o técnico mexerá o mínimo possível no time de olho em mais uma vitória no torneio estadual – mantendo assim a tradição pontepretana de sempre “complicar” para os grandes de São Paulo.

 

Possíveis escalações

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz e Caju (Romário); Alison, Matheus Jesus (Renato), Vecchio; Copete, Rodrigão e Arthur Gomes. Técnico: Jair Ventura.

Ponte Preta: Ivan; Emerson, Renan Fonseca, Luan Peres e Jeferson; Marciel, Tiago Real e Léo Artur; Silvinho, Felipe Saraiva e Felippe Cardoso (Yuri). Técnico: Eduardo Baptista.

 

Palpite para Ponte Preta x Santos

Os dois times precisam da vitória para se “afirmarem” no Paulistão em seu início. Em termos práticos, uma nova derrota não afeta em quase nada as chances dos dois times de chegarem às quartas de final (neste momento); mas em termos de ambiente, um novo fracasso pode trazer a tona “fantasmas” santistas ou campineiros (dependendo do derrotado) que têm poder suficiente para tumultuar um ambiente de trabalho que ainda nem teve tempo para se consolidar – se duvida, dê uma olhada na pressão absurda que o São Paulo está carregando por conta do fiasco de 2017 – ligeiramente aliviada com a vitória de ontem.

Apesar de não se descuidar muito da defesa, Jair Ventura tem um estilo ofensivo que combina com o Santos e que deve ser fatal – e decisivo – em Campinas, garantindo ao time praiano a vitória. Não se espante, entretanto, se tivermos um agitado empate ao final dos 90 minutos.

 

Jogos, resultados e palpites para a terceira rodada do Campeonato Paulista

Quarta-feira, 24 de janeiro

  • 17:00 – Linense 0 x 2 São Caetano – Palpite: Linense
  • 19:30 – Botafogo-SP 3 x 1 Novorizontino – Palpite: Novorizontino
  • 19:30 – Corinthians 2 x 1 Ferroviária – Palpite: Corinthians
  • 21:45 – Mirassol 0 x 2 São Paulo – Palpite: São Paulo

Quinta-feira, 25 de janeiro

  • 18:30 – Bragantino x São Bento – Palpite: São Bento
  • 19:30 – Ituano x Santo André – Palpite: empate
  • 19:30 – Ponte Preta x Santos – Palpite: Santos
  • 21:00 – Palmeiras x RB Brasil  – Palpite: Palmeiras

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar