Ganhador.com

Brasileirão Série B

Ponte Preta x Fortaleza: com desempenho de rebaixado jogando no Majestoso, Macaca tem retorno da torcida para desbancar o líder da Série B

Ponte Preta
Foto: Fabio Leoni/PontePress

 Apesar de nova punição por conta de rojão atirado no empate com o Oeste, pontepretanos terão presença da massa alvinegra e tentam minimizar péssima campanha no Moisés Lucarelli 

Depois de longos seis jogos atuando com portões fechados (cinco em Campinas e outro em Bragança Paulista), em razão dos incidentes ocorridos durante o jogo contra o Vitória no Brasileirão de 2017, a Ponte Preta terá finalmente a presença da torcida no Moisés Lucarelli. Apesar da alta expectativa em torno da volta do torcedor, ela acontecerá apenas neste domingo (8 de julho), já que uma nova punição obrigará o clube a mandar os próximos duelos, contra Juventude e Avaí, longe de seu estádio. Com 18 pontos e nona posição na tabela, a Macaca entra em campo logo mais tentando se aproximar do G-4, em um confronto para lá de complicado contra o líder Fortaleza.

Retorno da torcida

Tratada como uma das favoritas ao acesso para a elite nacional antes de a bola rolar pela segundona, a Ponte Preta não fez jus à expectativa e teve um início de Série B lamentável. Uma das razões para a fraca campanha é justamente o estádio Moisés Lucarelli. Isso porque a equipe teve seis jogos pelo Brasileirão com portões fechados. Foram três derrotas, dois empates e apenas uma vitória, fato que deixaria a equipe na penúltima posição do torneio se contássemos apenas as parciais dos mandantes.

Para “sorte” da equipe, a Macaca foi atrás de resultados fora de Campinas, o que a deixa hoje na nona posição com 18 pontos, sendo cinco atrás do Coritiba, o time que abre o G-4.

Com o fim da punição e a volta do torcedor ao estádio, a Ponte Preta espera ser um adversário à altura do Fortaleza, que vem de importante vitória sobre o Paysandu em Belém.

 

Nova punição

O clima no time paulista tinha tudo para ser o melhor possível se não fosse uma nova punição ao clube, que não poderá mandar os dois próximos jogos na cidade. O problema da vez foi um rojão atirado durante o empate de 1×1 com o Oeste, há um mês. Assim, a equipe deve mandar os jogos válidos pela 17ª (Juventude) e 19ª (Avaí) rodadas a pelo menos 100 quilômetros de distância, fato que compromete o objetivo do clube, que é alcançar o grupo dos quatro primeiros.

 

Para embalar

Líder indiscutível da Série com 29 pontos, sendo quatro sobre o agora vice-líder CSA, que despachou o Brasil de Pelotas no Sul, o Fortaleza termina neste domingo a sequência de dois jogos fora da Arena Castelão. Após ampliar a crise no Paysandu ao sair do estádio Mangueirão com 1×0 na bagagem, o Leão do Pici espera aumentar a pressão na Ponte Preta.

Sexta melhor campanha como visitante da segundona (três vitórias, dois empates e uma derrota), a equipe dirigida por Rogério Ceni quer voltar a ter o desempenho das primeiras nove rodadas, quando esteve invicta. De lá para lá foram quatro jogos, sendo duas vitórias e duas derrotas. Para isso acontecer, nada melhor do que medir forças contra um rival que não tem aproveitado o fator casa.

Apesar da expectativa por mais bom resultado fora do Ceará, o Fortaleza continuará se virando sem sua principal estrela: o atacante Gustavo. O artilheiro da equipe no campeonato com seis gols é desfalque certo por pelo menos dois meses. Com uma fratura no braço direito, ele deve voltar apenas na 23ª rodada, diante do Londrina, na Arena Castelão.

Sem o goleador, a diretoria tricolor tem se mexido para dar opções ao Mito. Quem chega é o atacante Getterson, de 27 anos. Com passagens pelo Volta Redonda, FC Dallas e recentemente Pohang Steelers, o jogador pode ser uma alternativa enquanto o artilheiro estiver no departamento médico.

 

Palpite

Que a torcida da Ponte Preta pode ser fundamental na arrancada do clube rumo ao G-4 não tenho dúvida. O problema é saber como a equipe dirigida por João Brigatti, que vem um importante triunfo em Florianópolis sobre o Figueirense por 2×0, irá se comportar jogando em casa. Isso porque a equipe teve dificuldades em propor o jogo em todas as suas seis partidas como mandante. Agora, contra o líder da Série B, a missão parece ainda mais dura. É por isso que acredito em um empate, principalmente pela maturidade do Fortaleza, que sabe da importância em alcançar um ponto no caldeirão alvinegro.

 

Confira os jogos da 14ª rodada do Brasileirão da Série B

Quarta-feira, 4 de julho

  • 18:00 – Coritiba 2×0 Paysandu – Palpite: Coritiba
  • 20:30 – Avaí 0x1 Goiás – Palpite: Avaí
  • 20:30 – Atlético-GO 2×0 Boa Esporte – Palpite: Atlético-GO
  • 20:30 – CRB 1×0 São Bento – Palpite: CRB

Quinta-feira, 5 de julho

  • 18:00 – Oeste 0x1 Guarani – Palpite: Oeste
  • 20:30 – Brasil de Pelotas 0x2 CSA – Palpite: empate
  • 21:00 – Vila Nova 1×1 Londrina – Palpite: Vila Nova
  • 21:00 – Criciúma 1×1 Figueirense – Palpite: empate

Domingo, 8 de julho

  • 20:30 – Ponte Preta x Fortaleza – Palpite: empate

Terça-feira, 17 de julho

  • 20:30 – Sampaio Corrêa x Juventude – Palpite: Sampaio Corrêa

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar