Brasileirão Série A

Palmeiras vence o Vasco e comemora seu 10º título de Campeão Brasileiro

10 vezes Palmeiras

A festa entre jogadores e torcedores na comemoração do 10º título de campeão brasileiro do Palmeiras.

Foto: Fabio Menotti/Ag Palmeiras/Divulgação

Deu a lógica em São Januário, no último domingo, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Confirmando os prognósticos de nossos parceiros do Bet365, o Palmeiras – mesmo não fazendo uma grande exibição – garantiu os 3 pontos  que lhe deram seu 10º título de campeão brasileiro. Aposta certeira para a conquista há algumas semanas e invicto no torneio desde a chegada de Felipão, o Palmeiras agora encerra sua participação no Brasileirão no próximo domingo diante do já rebaixado Vitória – que ficou no 0 a 0 contra o Grêmio no Barradão – na expectativa cravar uma invencibilidade histórica dentro da competição (o recorde corintiano de 2017 já foi pulverizado).

A rodada também serviu para definir o pódio do Campeonato Brasileiro. O Flamengo lutou até o final e, mais uma vez, ficou no “cheirinho” (o que parece ser uma marca registrada da administração Bandeira de Melo). O Internacional, por sua vez, veio da Série B com um treinador “novato”, lutou pelo título até as últimas rodadas e termina a temporada na terceira colocação, classificado para a fase de grupos da Libertadores 2019. São Paulo (que joga nesta segunda-feira) e Grêmio, lutam pela 4ª colocação e pela última vaga à fase de grupos do torneio continental.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

O Brasil é verde!

Sem ser revolucionário ou inovador – longe disso, na verdade – o veterano Luiz Felipe Scolari retornou ao Palmeiras com a imagem arranhada pelos 7 a 1 da Copa do Mundo e após uma passagem pelo periférico futebol chinês (que rende dinheiro mas dá pouco ou nenhum prestígio). Fazendo valer sua experiência e seu perfil paternal na condução do time, utilizou, com rara inteligência (principalmente em termos de Brasil), o elenco grande e qualificado que tinha em mãos – trabalhando com 26 jogadores diferentes em 21 jogos – em sua caminhada rumo ao título.

Se falhou em sua missão de conquistar os mata-mata (Libertadores e Copa do Brasil), Felipão teve sucesso ao amar Dudu, o habilidoso atacante com quem já havia trabalhado no Grêmio e extraiu dele o seu melhor futebol. O treinador gaúcho também amou Deyverson, o atacante grosso contratado – e encostado – por Cuca que virou o símbolo deste Palmeiras campeão brasileiro: saído do banco de reservas em São Januário, foi dele o gol do título no último domingo.

Com um futebol de pouca criatividade no meio-campo e calcado na velocidade de seu ataque, o Palmeiras, merecidamente, levou o título e, de quebra, ajudou a complicar a vida do Vasco em sua luta contra o Z-4.

Com a continuidade da atual gestão – reeleita para mais um mandato – e a inevitável manutenção do poderoso patrocinador, o Verdão começa agora a planejar sua temporada 2019.

 

O valente Flamengo

O show de Éverton Ribeiro diante do Cruzeiro na vitória do Flamengo por 2 a 0 infelizmente não foi o suficiente para levar o Urubu a adiar a festa palmeirense por pelo menos mais uma rodada. Enfrentando um adversário que não ambicionava absolutamente nada mais na temporada 2018, a partida, que serviu como “despedida” para Lucas Paquetá, bastou para confirmar o vice-campeonato do Rubro-Negro que agora concentra-se nos bastidores: às vésperas de eleger seu novo presidente, o Flamengo vive um suspense sobre quem será seu técnico em 2019. Dorival Júnior não deverá seguir na Gávea e Renato Gaúcho – em fim de contrato com o Grêmio – é o favorito dos candidatos à presidência do clube.

 

O supreendente Internacional

Vindo da Série B e com um técnico relativamente novato, o Internacional confirmou neste final de semana contra o Fluminense o 3º lugar no Brasileirão e uma vaga na fase de grupos da Libertadores 2019. Muita coisa para uma equipe que lutou pelo título até as últimas rodadas e que no início da competição não estava entre os favoritos ao título. De quebra, os 2 a 0 conquistados no Beira-Rio em cima do Fluminense mantiveram o tricolor carioca sob risco de rebaixamento há uma rodada do fim do Brasileirão 2018.

 

O que ainda está em jogo

A última vaga no G-4

Grêmio e São Paulo lutam pela última vaga no G-4 e na fase de grupos da Libertadores 2019.

Após um jogo medonho no Barradão, o tricolor gaúcho não passou de um empate em 0 a 0  – placar que rebaixou o Vitória para a Série B de 2019 e deixou o campeão da Libertadores de 2017 em 4º lugar, com 63 pontos. O resultado coloca a torcida em Porto Alegre contra o São Paulo, que anunciou a efetivação de André Jardine como técnico para a temporada 2019 e joga hoje, dia 26, contra o desesperado Sport, podendo chegar aos 65 pontos e ultrapassar o Grêmio.

Independente do resultado de hoje, o tricolores decidirão a derradeira vaga à fase de grupos da Libertadores 2019 na última rodada do Campeonato Brasileiro.

A última vaga no G-6

Os atléticos chegarão à última rodada do Campeonato Brasileiro em condições de ficar com a sexta e última vaga para a (pré)Libertadores. O Atlético-MG tem abusado da sorte para manter-se com o 6º lugar no Brasileirão. Neste final de semana foi derrotado pelo Santos por 3 a 2 na Vila Belmiro naquele que deve ter sido o último jogo de Gabigol diante de sua torcida antes de retornar à Europa com o final de seu empréstimo e – quem sabe? – se firmar como um atleta de ponta no Velho Continente.

O Atlético-PR por sua vez, não soube aproveitar o tropeço do adversário e ficou no 2 a 2 contra o esforçado Ceará em plena Arena da Baixada. 2 pontos – 56 a 54 – separam os atléticos e a última rodada do Campeonato Brasileiro determinará quem seguirá para a Libertadores e quem ficará na Sul-Americana – competição, aliás, pela qual o Furacão fará o jogo decisivo da semifinal contra o cabisbaixo Fluminense nesta quarta-feira, dia 28.

As duas últimas vagas no Z-4

Com o rebaixamento certo de Paraná e Vitória, o Z-4 tem ainda mais duas vagas para serem preenchidas e com os resultados da rodada – faltando ainda os jogos entre São Paulo x Sport e Botafogo x Paraná nesta segunda-feira – 6 clubes seguem vivos na disputa por um visto de trabalho na Série B 2019: Sport, América-MG, Chapecoense, Vasco, Fluminense e Ceará. Apenas 3 pontos separam o 17º colocado, América-MG (40) do 13º, Ceará (43).

Faltando ainda 3 pontos em disputa, qualquer uma dessas equipes pode cair. Fluminense, que chegou a 7 rodadas sem vitórias e encara a difícil tarefa de precisar devolver o 2 a 0 sofrido no Paraná contra o Atlético-PR na ida da semifinal da Sul-Americana carregará a pressão do mundo em suas costas. Da mesma forma Yago Pikachu, do Vasco, que expulso na derrota diante do Palmeiras no domingo não enfrentará o Ceará no próximo dia 2, em um confronto direto contra o rebaixamento.

 

Fora de perigo

Botafogo, Bahia e Corinthians confirmaram suas permanências na Série A por mais uma temporada e agora começam a planejar o próximo ano. Principalmente o Corinthians que no momento não sabe nem quem será seu técnico para 2019. O trabalho de Jair Ventura não agrada e a possibilidade de repatriar Fábio Carille anima dirigentes e torcedores. Resta saber de onde sairá o dinheiro para pagar mais esta aventura do Timão.

 

JOGOS DA 37ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A 2018

SEGUNDA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO
  • 20:00 – Botafogo (R$ 1,35) x Paraná (R$ 9,32); empate (R$ 4,61)
  • 20:00 – São Paulo (R$ 1,44) x Sport (R$ 7,56); empate (R$ 4,15)

 

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2018

Faltando ainda os jogos entre São Paulo x Sport e Botafogo x Paraná, a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro é a seguinte:

  1. Palmeiras, 77 – Libertadores (campeão brasileiro)
  2. Flamengo, 72 – Libertadores
  3. Internacional, 68 – Libertadores
  4. Grêmio, 63 – Libertadores
  5. São Paulo, 62 – Pré-Libertadores
  6. Atlético-MG, 56 – Pré-Libertadores
  7. Atlético-PR, 54 – Copa Sul-Americana
  8. Cruzeiro, 52 – Copa Sul-Americana
  9. Santos, 50 – Copa Sul-Americana
  10. Botafogo, 48 – Copa Sul-Americana
  11. Bahia, 47 – Copa Sul-Americana
  12. Corinthians, 44 – Copa Sul-Americana
  13. Ceará, 43– Copa Sul-Americana
  14. Fluminense, 42
  15. Vasco, 42
  16. Chapecoense, 41
  17. América-MG, 40 – Série B
  18. Sport, 38 – Série B
  19. Vitória, 37 – Série B
  20. Paraná, 22 – Série B

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar