Ganhador.com

Brasileirão Série A

Palmeiras quer a recuperação contra o invicto São Paulo; duelo contra o Vitória pode definir o futuro de Jair Ventura no Santos

Resultados do final de semana podem definir o futuro de Jair Ventura e, talvez, de Roger Machado em seus clubes.

Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação

Após a segunda derrota seguida, o Palmeiras caiu para a 10ª posição e precisa de uma vitória hoje contra o invicto São Paulo para se manter na cola dos líderes do Brasileirão; na Vila Belmiro, é possível que nem mesmo um triunfo contra o Vitória, no domingo, salve o emprego de Jair Ventura.

 

O Clássico Paulista

Vindo de uma sequência de duas derrotas seguidas (Sport e Cruzeiro) e com a torcida muito insatisfeita com o trabalho de Roger Machado e o desempenho de Lucas Lima – que há tempos não consegue ser o “cérebro” do time, o Palmeiras vai à campo hoje contra o São Paulo no clássico de torcida única no Allianz Parque apostando em seu retrospecto doméstico contra o Tricolor: em seis jogos disputados na arena desde sua inauguração, foram seis vitórias palmeirenses.

Futebol é um esporte rodeado de superstições e apostar no tabu é uma das armas para motivar o elenco palmeirense. Além, é claro, de acreditar na força de seu ataque pelas laterais do campo: foram 5 gols marcados à partir de jogadas pelo lado esquerdo do campo e 4 pelo lado direito.

Além disso, a marcação forte do Verdão é outra arma importante no clássico. Com 27 cartões amarelos, o Palmeiras é o time que mais foi advertido no Campeonato Brasileiro. No número total de faltas cometidas, é o 3º colocado, com 140 infrações, ficando atrás de Bahia (144) e Cruzeiro (143).

Por sua vez, o São Paulo aposta no excelente momento de seu ataque agora que a trinca Nenê, Everton e Diego Souza encontraram seu “ritmo” dentro de campo. Em baixa no Vasco, Nenê trocou de ares e reergueu-se no Tricolor indo de “rejeitado” com Dorival Júnior a protagonista com Diego Aguirre. Campeão das finalizações pelo São Paulo (15 em 8 jogos) tem atuado em grande sintonia com Everton e Diego Souza e divide com os artilheiros os méritos dos 13 gols marcados até aqui – o segundo melhor ataque do torneio.

Único invicto e vice-líder do Brasileirão, o Tricolor precisará tomar cuidado com a bola área defensiva. 4 dos 8 gols sofridos pelo São Paulo no campeonato foram marcados desta maneira.

 

Possíveis escalações para Palmeiras x São Paulo

Palmeiras

O Verdão irá a campo com alguns problemas. Com Marcos Rocha suspenso, a lateral-direita deverá ser ocupada por Mayke ou Jean. Na esquerda, Diego Barbosa está novamente à disposição de Roger Machado e Felipe Melo, recuperado de uma pancada no joelho, pode voltar ao time.

Deste modo, a possível escalação do Palmeiras deverá ser:

Jailson; Mayke (Jean), Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo e Bruno Henrique; Lucas Lima (Moisés), Keno e Dudu; William.

São Paulo

Diego Aguirre comemora os retornos de Éder Militão e Hudson, que estavam suspensos, e Reinaldo e Bruno Alves que foram poupados no jogo contra o Botafogo. Deste modo, o Tricolor irá com força total para o Choque-Rei. Com o retorno dos quatro atletas, a única dúvida de Diego Aguirre é sobre quem será o companheiro de Bruno Alves na zaga: Arboleda ou Anderson Martins. No mais, o São Paulo não deverá ter surpresas e sua provável escalação é:

Sidão; Éder Militão, Arboleda (Anderson Martins), Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei; Nenê, Hudson, Liziero e Everton; Diego Souza.

 

Palpite para Palmeiras x São Paulo

São duas grandes equipes em momentos bem distintos na temporada. O São Paulo, cercado de desconfianças, veio como quem não quer nada, acumulando seus empates até que, numa grande sequência de três vitórias, assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro e, mesmo não jogando um futebol de “encher os olhos” faz o simples e segue invicto, apesar dos sustos que Sidão e sua defesa gostam de pregar na torcida.

O Palmeiras, por sua vez, está em um momento ruim. Emendou duas derrotas seguidas, caiu na tabela e vê seu técnico Roger Machado – que chegou ao clube com uma aura de “grande treinador” – ser muito questionado. Pesa contra ele, além do futebol instável do Palmeiras, as passagens por Grêmio (boa, mas não grandiosa) e Atlético-MG (de onde foi demitido durante o Brasileirão de 2017 após uma série de resultados ruins). Embora seja visto como um bom técnico da chamada “nova geração”, a falta de resultados e trabalhos com “começo, meio e fim” começa a cobrar seu preço na carreira de Roger.

Para o jogo de hoje, o Palmeiras tem poucas escolhas: precisa agredir para vencer. O que pode facilitar a vida do São Paulo que teria, deste modo, o contra-ataque à sua disposição com o rápido Everton. Claro que a defesa do São Paulo é uma caixinha de surpresas e a jogada pelos lados do campo – uma de suas grandes fragilidades – é, talvez, a maior arma do Palmeiras.

É um jogo que tem todos os ingredientes para pôr um fim ao tabu, com um empate. O São Paulo segue sem vencer no Allianz Parque, mas mantêm-se invicto no Brasileirão enquanto que o Palmeiras, segue longe dos líderes.

 

Jair Ventura decide seu futuro no Santos neste domingo

A derrota para o Atlético-PR pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro azedou de vez a vida de Jair Ventura no Santos. Com o Peixe na Zona do Rebaixamento, a torcida – como não poderia deixar de ser – pixou os muros da Vila Belmiro com as tradicionais “palavras de incentivo” e faz do jogo contra o Vitória, neste domingo, a partida que definirá o futuro do técnico na Baixada Santista.

Não que o triunfo garanta-lhe o emprego. Conselheiros esperam pelo retorno do presidente do clube, José Carlos Peres, que está com a delegação da Seleção Brasileira em Londres, para cobrarem a demissão do treinador. Mas uma reunião do Conselho Gestor do clube na próxima segunda-feira poderá selar a demissão de Ventura – que tem uma série de derrotas maior que a de Levir Culpi com o mesmo número de jogos em 2017.

Com Gabigol muito criticado pela torcida, Ventura aposta no retorno de Bruno Henrique para “dar a volta por cima” neste domingo e reencontrar o caminho das vitórias, justamente contra o Vitória de Vagner Mancini que também não vem enchendo os olhos da torcida.

 

Palpite para Santos x Vitória

Será sem dúvida um jogo “nervoso”. Ambas as equipes precisam dos 3 pontos. O Santos, para sair do Z-4 e o Vitória para não entrar na Zona do Rebaixamento.

O possível retorno de Bruno Henrique ao time titular pode qualificar a parte ofensiva do Santos e mudar sua disposição tática para um 4-3-3, com Renato, Jean Mota e Rodrygo no meio e Gabigol, Sasha e Bruno Henrique na frente.

Uma estratégia que pode dar certo contra a pior defesa da Série A. O Vitória sofreu até aqui 15 gols no Brasileirão e 49 na temporada.

Talvez um alento para o torcedor santista que deverá comemorar a vitória no domingo e, talvez, perder o seu técnico na segunda-feira.

 

Jogos da 9ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2018

Sábado, 2 de junho 

  • 16:00 – Atlético-MG x Chapecoense – Palpite: Atlético-MG
  • 16:00 – Internacional x Sport – Palpite: Internacional
  • 19:00 – Vasco x Botafogo – Palpite: Vasco
  • 21:00 – Palmeiras x São Paulo – Palpite: Empate 

Domingo, 3 de junho 

  • 21:00 – América-MG x Atlético-PR – Palpite: Empate
  • 21:45 – Bahia x Grêmio – Palpite: Grêmio
  • 16:00 – Flamengo x Corinthians – Palpite: Empate
  • 18:00 – Santos x Vitória – Palpite: Santos
  • 19:00 – Ceará x Cruzeiro – Palpite: Cruzeiro 

Segunda-feira, 4 de junho 

  • 21:00 – Paraná x Fluminense – Palpite: Fluminense

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar