Ganhador.com

Humor

Paixão Nacional: cara ou coroa

Os gaúchos costumam dizer – e tem gente que acredita – que para eles não importam o Campeonato Brasileiro ou conquistas como Libertadores e Mundial de Clubes. Antes mesmo de engolir o chimas e descascar a berga, eles batem no peito e bradam: “o que importa é vencer Gre-Nal, tchê!”. Curiosamente, este discurso ganha força quando um dos dois times vai para a Série B ou não se classifica para a Libertadores – analisaremos isso com a devida atenção em um momento mais oportuno.

Grêmio e Internacional muito provavelmente possuem a maior rivalidade do futebol brasileiro. Muito mais que Flamengo e Fluminense ou Corinthians e Palmeiras – parelha, talvez, com Bahia e Vitória que já rendeu um belo vexame em 2018 (aqui). Ontem presenciamos ao vivo mais um capítulo desta “linda” história de rivalidade.

Depois de um início desastroso no Campeonato Gaúcho, o Grêmio namorou com o rebaixamento no estadual e precisou “correr atrás” para se garantir entre os 8 classificados para as quartas de final. O clássico Gre-Nal de ontem, domingo, fechava a primeira fase do Gauchão e uma vitória do Colorado poderia esfriar o Xis do Imortal.

Antes mesmo de a bola rolar, os capitães Maicon e D’Alessandro começaram um inexplicável bate-boca no momento do cara ou coroa e precisaram serem contidos pelo árbitro Jean Pierre Lima – que se contundiu no segundo tempo e, após uma paralisação de 10 minutos que quase fez com que Renato Gaúcho perdesse seu vôo para o Rio de Janeiro (sim: tudo acontece num Gre-Nal), precisou ser substituído pelo quarto árbitro, Jonathan Pinheiro.

O mais incrível é que, até o momento, ninguém soube explicar que raios aconteceu na hora do cara ou coroa para os dois capitães quase saírem no tapa. O que se sabe é que, após uma vitória por 2 a 1 e uma “entrevista coletiva” de cerca de um minuto, Renato Gaúcho não perdeu seu vôo e, com 16 pontos, o Imortal garantiu-se na 6ª posição da classificação geral. Após um certo sufoco nas primeiras rodadas, o Grêmio está nas quartas de final do estadual onde enfrentará… o Internacional, 3º colocado.

Luvas de boxe estão sendo providenciadas pelos dois clubes para que ninguém machuque as mãos no próximo cara ou coroa.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar