Ganhador.com

Humor

Paixão Nacional: Acabou o encanto

Coube ao Uruguai de Luis Suárez e Cavani acabar com o encanto russo na Copa do Mundo. Os anfitriões, que chegaram à última rodada como líderes do Grupo A com duas vitórias, 6 pontos e um saldo de 7 gols – fato que contrariou as previsões de todos os especialistas e provocou o pânico em apostadores e tipsters – tinham no confronto direto com a seleção uruguaia a chance de “fazer história” e chegarem às oitavas de final com o primeiro lugar no grupo. Bastava um empate. E, pelo futebol meia-boca que os uruguaios mostraram nas duas primeiras rodadas, não era um resultado de todo improvável.

Mas, a exemplo do que fizeram em 2010, os uruguaios “esconderam o jogo” nas primeiras rodadas e mostraram sua força nesta segunda-feira, vencendo os russos com autoridade e mostrando, finalmente, a que vieram nesta Copa do Mundo. Com Suárez querendo jogo ao invés de morder outros jogadores – faz tempo que ele não morde ninguém, aliás – a Celeste dominou a esforçada seleção russa e jogou como quis. Claro que a expulsão do lateral Smolnikov, que substituia o brasileiro Mário Fernandes, ainda no primeiro tempo, facilitou o trabalho da equipe comandada por Óscar Tabárez que garantiu o primeiro lugar, empolgou sua torcida e chega às oitavas de final como a melhor defesa do torneio – ao lado da Croácia, que tem um jogo pela frente. Uruguaios e croatas ainda não sofreram gols na Copa do Mundo.

A principal lição, entretanto, que tiramos da derrota russa é que será possível voltarmos a dormir tranquilos sabendo que vivemos em um mundo onde a Seleção Russa não ficou em primeiro lugar no grupo que tinha o Uruguai, bi-campeão mundial.

E não vamos falar da vitória da Arábia Saudita sobre o Egito de Mohamed Salah… e muito menos pensar na possível eliminação do México.

Pensando bem, não podemos dormir tranquilos não.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar