Ganhador.com

Humor

Paixão Nacional: a notícia em primeiro lugar

É engraçado como a “Neymardependência” da Seleção Brasileira vem produzindo notícias onde não há absolutamente nada nesta Copa do Mundo da Rússia. O noticiário do selecionado nacional gira em torno do umbigo do Deus-Sol de Tite e até mesmo uma unha encravada do craque vira motivo de manchete.

Duvida?

Antes da estreia da Seleção Brasileira, mais do que a escalação do time – que, verdade seja dita, era sabida desde o amistoso contra a Áustria – o grande destaque foi o penteado de Neymar. Como se a criação de seu cabeleireiro – aparentemente adepto da escola Ana Maria Braga de penteados e tinturas – fosse algo decisivo para o desempenho do time. E se realmente teve influência, foi para pior. Tanto que no dia seguinte, além das inevitáveis críticas ao desempenho do time e o exagerado individualismo do menino Ney, a grande notícia foi a nova mudança em seu corte de cabelo.

O Brasil estreia em uma Copa do Mundo jogando muito menos do que pode e no dia seguinte a “solução”, aparentemente, passa por um novo corte de cabelo do talentoso atacante dado o destaque que o novo penteado teve principalmente na internet. Tem algo muito errado quando as opções estéticas do rapaz param de alimentar memes e começam a alimentar a imprensa séria.

Em 2006, o circo armado pela Seleção Brasileira antes e durante a Copa, custou-nos caro. Em 2018, o circo em torno de Neymar, pode custar tão caro quanto. Mais futebol e menos “pirotecnias” para a mídia podem fazer um bem danado ao menino Ney e à Seleção do Brasil.

Nesta sexta-feira, dia 22, contra a Costa Rica, veremos se o novo corte de cabelo mudou algo… Ou se os treinamentos surtiram algum efeito.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar