Ganhador.com

Carioca

O que você precisa saber sobre Vasco x Fluminense e os demais jogos da 4ª rodada da Taça Rio

FOTO: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Estadual do Rio entra em sua reta final com um grande equilíbrio nos dois grupos

Vasco e Fluminense fazem às 19h30 (de Brasília) desta quarta-feira (7), no Estádio Nilton Santos, o principal jogo da quarta rodada de uma Taça Rio que está muito longe da sua definição. O Vasco é o líder do Grupo A, com o Fluminense comandando o Grupo B. Há concorrência pesada nas duas chaves e é impossível prever os dois clubes de cada lado que vão avançar para as semifinais ao final das seis rodadas. A deste meio de semana é a quarta. Confira o que vale a pena saber para acompanhar com atenção a série de jogos:

 

Vasco de olho na Libertadores

Embora cumpra com eficiência o seu papel na Taça Rio e esteja deixando até o Flamengo para trás, o Vasco está focado mesmo é na Libertadores, competição na qual estreia na fase de grupos na terça-feira (13) da semana que vem, contra a Universidad de Chile, em São Januário. “Em clássico, tudo pode acontecer. O que temos que fazer é entrar ligado desde o início e não dar bobeira”, resumiu o meia Wagner, um dos mais experientes do Vasco. “O Fluminense joga com três zagueiros, e já estamos trabalhando há algum tempo porque a Universidad de Chile também joga assim. O Zé Ricardo nos passou vídeos e já falamos de como precisa ser o nosso posicionamento contra equipes que jogam assim. Será uma prova antes da Libertadores e queremos passar bem dela. Vamos procurar vencer para adquirir um pouco de tranquilidade para a sequência do campeonato”, afirmou.

 

Flu confia em Gilberto, ex-Vasco

O lateral-direito que não deixou saudades em São Januário hoje é um dos destaques do time das Laranjeiras. Jogando solto e chegando com qualidade ao ataque, ele é uma das grandes armas da equipe hoje comandada por Abel Braga, tanto que já tem três gols e uma assistência até aqui nesta temporada. O técnico tricolor prevê dificuldades na partida contra o Vasco: “Tudo o que fizemos até aqui pode se desmanchar caso a gente vá mal neste clássico”, analisou.

O Flu vem em clima tenso desde a derrota para o Avaí na partida de ida da Copa do Brasil, quando perdeu por 2×1 e viu uma lamentável briga entre os próprios torcedores da sua equipe. Uma das maneiras de aplacar a ira dos fanáticos é realmente ganhar do Vasco e seguir 100% na Taça Rio. O Flu até aqui é o único time com três vitórias em três jogos na competição.

 

Valentim enfrenta novos dilemas

O Botafogo realmente não oferece sossego aos seus treinadores neste 2018. Depois da demissão de Felipe Conceição, agora é Alberto Valentim quem começa o seu trabalho já pressionado por uma derrota para o Flamengo – o resultado de 1×0 no último sábado ainda precisa ser digerido pela equipe que nesta terça (6) enfrenta o Bangu no Estádio Nilton Santos. “Gostei muito da forma que nos propomos para o jogo contra o Flamengo”, analisou Valentim. “Mesmo em desvantagem com gol irregular, não perdemos equilíbrio, não nos desorganizamos, essa é a ideia. Criamos boas chances. Mesmo com a derrota, estão de parabéns. Achei que o time cresceu mais um pouco, contra um adversário de qualidade, pelos jogadores e treinador que tem. Falei para os jogadores agora no final, estão todos de parabéns pela atuação. Infelizmente o resultado não veio, mas terça-feira tem mais.”

 

Carpegiani sofre com cobranças

Técnico mais experiente do Brasil, Paulo César Carpegiani, hoje com 69 anos e comandante do Flamengo, está verdadeiramente irritado com a histeria que domina o futebol na atualidade. Ele tem uma boa chance de aplacar as críticas que está recebendo com uma vitória sobre o duro Boavista, que no fim de semana vendeu muito caro uma derrota para o Vasco. “Há uma cobrança exagerada em cima da gente”, disparou Carpegiani. “Estamos emendando esses resultados. O Flamengo é o único com possibilidade de ter uma vantagem lá na frente. Quando se fala do Fluminense, colocamos jogadores que não vinham atuando, uma equipe mesclada. Tivemos a derrota? Sim. Mas não tem que juntar. Contra o River, jogamos com uma equipe tão tradicional no futebol mundial, investimento de 120 milhões, se preparou bem, uma arbitragem horrível, como foi em muitas partes hoje. Isso ninguém fala, só do resultado de 2×2. O importante contra o Botafogo foi a vitória, nem sempre é possível ser tão exuberante.”

 

Jogos da 4ª rodada da Taça Rio 2018

Terça-feira, 6 de março

  • 21:30 – Botafogo x Bangu – Palpite: Botafogo

Quarta-feira, 7 de março

  • 15:45 – Madureira x Cabofriense – Palpite: Empate
  • 16:00 – Macaé x Volta Redonda – Palpite: Empate
  • 16:00 – Portuguesa x Nova Iguaçu – Palpite: Portuguesa
  • 19:30 – Vasco x Fluminense – Palpite: Flu
  • 21:45 – Boavista x Flamengo – Palpite: Fla

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar