Champions League

O que mudou em Juventus e Real Madrid desde o encontro na final da Liga dos Campeões

Foto: Angel Martinez/Real Madrid via Getty Images

Equipes chegam em climas bem diferentes do duelo de junho de 2017

Depois da pausa para os amistosos internacionais, a Liga dos Campeões retorna nesta semana com os quatro confrontos de ida. Destes, o mais interessante é entre Juventus e Real Madrid, que marca o reencontro dos finalistas da última edição, que foi vencida pelos espanhóis.

 

Outro Real Madrid em campo

Se em junho do ano passado o Real Madrid encantava a Europa pelo seu bom futebol, desta vez a situação é bem diferente. O curioso é que o time segue com a base que entrou em campo em Cardiff. As únicas alterações é que algumas vezes Isco, Kroos e Modric vão para o banco, dando lugares a Asensio, Lucas Vázquez e Kovacic. Isso ocorre exatamente devido a irregularidade do meio de campo nesta temporada.

Sem render o esperado, o clube aparece apenas na terceira posição do Campeonato Espanhol e, já eliminado da Copa do Rei, tem apenas a Liga dos Campeões como sua chance de levantar um título. A virada de ano foi tão ruim que o confronto contra o PSG, pelas oitavas de final do torneio foi apontado como algo decisivo para o destino de Zinedine Zidane. O técnico ainda segue sendo avaliado e provavelmente só uma conquista garantiria sua manutenção.

O ponto positivo é que desde o duelo contra o time francês, o Real voltou a lembrar um pouco a força do passado recente. Apesar de ter feito uma péssima partida no Bernabéu, contou com o faro do seu artilheiro Cristiano Ronaldo, que marcou dois na vitória por 3 a 1. Depois disso, a equipe entrou em campo mais nove vezes, tendo ganho oito e perdido apenas uma.

Para esta terça-feira, um novo triunfo será uma tarefa difícil, mas contando com o português em campo mais uma vez, um empate com gols é um desfecho bem possível. Afinal, CR7 é o principal goleador da competição na temporada, com 12 bolas na rede.

 

Juventus mantém regularidade

Entra ano, sai ano, e a Juventus segue em alto nível. O clube até deu um susto na fase anterior, quando empatou em casa com o Tottenham e chegou a estar perdendo fora, mas reagiu e confirmou a boa fase. O time não sabe o que é perder desde 19 de novembro, quando caiu por 1 a 0 para a Sampdoria. Depois disso, foram 25 apresentações, com 21 triunfos em quatro empates.

Um fator que ajuda nesta regularidade é a manutenção da base. Do time que entrou em campo contra o Real Madrid no ano passado somente Bonucci e Daniel Alves deixaram o clube. Além disso, peças decisivas na frente como Dybala e Higuain seguem em um bom nível.

 

Bayern em alta

Outro jogo desta terça-feira é entre Sevilla e Bayern de Munique. O duelo ocorre na Espanha, o que equilibra um pouco a partida, mas a expectativa é que ainda assim os alemães consigam impor o seu jogo. Afinal, desde que Jupp Heynckes retornou, o clube só cresceu. Com baita experiência em competições de mata-mata, o técnico possui duas Liga dos Campeões e uma Copa UEFA no currículo.

Uma das características da sua equipe é a qualidade ofensiva. Prova disso é que das últimas 15 apresentações, em sete oportunidades anotou no mínimo quatro gols. Até mesmo jogando fora de casa o estilo se mantém, o que resulta em muitos resultados positivos atuando como visitante. Somente em 2018 foram sete atuações, com seis vitórias e apenas uma derrota.

 

Sevilla é candidato a surpresa

Com um elenco bem mais modesto que os principais concorrentes, o Sevilla é uma zebra na disputa. O clube até conseguiu surpreender o Manchester United, mas isso só foi possível porque os Diabos Vermelhos não resolveram arriscar na Espanha e foram castigados com um gol no segundo tempo na Inglaterra.

Para avançar novamente, o Sevilla terá que repetir a postura, só que a dificuldade vai ser conseguir segurar um ataque bem mais forte como o do Bayer de Munique, que conta com o sempre perigoso Lewandowski. Só como amostra, o polonês deixou três neste sábado contra o Borussia Dortmund.

 

Jogos de ida das quartas de final da Liga dos Campeões

Terça-feira, 3 de abril

  • 15:45 – Juventus x Real Madrid. Palpite: 1 a 1
  • 15:45 – Sevilla x Bayer de Munique. Palpite: 2 a 2

Quarta-feira, 4 de abril

  • 15:45 – Barcelona x Roma. Palpite: Barcelona vence por 2 a 0
  • 15:45 – Liverpool x Manchester City. Palpite: Liverpool vence por 2 a 1

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Manchester City conta com histórico de Guardiola na Liga dos Campeões para superar o Liverpool | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.