Ganhador.com

Coupe de France

Não foi preciso Neymar: Paris Saint-Germain é campeão da Copa da Liga Francesa

Foto: NICOLAS TUCAT/AFP/Getty Images

Diferencial do craque tem sido descartável

Ninguém duvida do talento que o craque Neymar tem. No entanto, seus times não têm precisado do atacante para brilhar. O Paris Saint-Germain atropelou o Mônaco por 3 a 0 e conquistou o pentacampeonato consecutivo da Copa da Liga Francesa. Se o PSG sobra em seu país, o que dirá do Brasil que venceu a Alemanha por 1 a 0, em Berlim? E o Barcelona que foi traído pelo artilheiro e que está prestes a reconquistar o título espanhol? Será que ele ainda é um jogador capaz de provocar um diferencial pela equipe que joga?

 

Brasil e Barcelona bem sem ele

O Brasil teve sua revanche contra a Alemanha, em Berlim. Gabriel Jesus fez o único gol do amistoso que deu a vitória à seleção Canarinho. O resultado serviu de revanche para os brasileiros que ainda estão engasgados com o 7 a 1 sofrido na Copa do Mundo de 2014.  Neymar, que precisou passar por uma cirurgia, não estava em campo. Ele se recupera de sua lesão.

Já o Barcelona viu seu xodó forçar a barra e trocar a Espanha pela França durante a pré-temporada, em agosto. Os catalães receberam a multa rescisória e foram ao mercado se reforçar. Depois de perder a Supercopa Espanhola para o Real Madrid, os blaugranas dispararam na La Liga e contam os dias para comemorar o título espanhol, perdido justamente em 2016/17. Na Copa do Rei, os culés farão a final contra o Sevilla.

Enquanto isso, o projeto do Paris Saint-Germain de se tornar campeão europeu foi por água a baixo ao ser desclassificado da Champions League pelo Real Madrid nas oitavas de final.

Não é difícil concluir que Neymar não é mais imprescindível. Para que os Merengues querem o brasileiro se Zinedine Zidane comanda um plantel recheado de estrelas? Talvez ele possa fazer a diferença em ligas menos badaladas, como a escocesa, belga ou suíça, ou em um quadro de menor poder aquisitivo que faz parte de um dos maiores certames.

 

Campeão invicto

Diferentemente da Coupe de France, a Coupe de la Ligue é disputada somente pelos clubes afiliados à liga profissional. Isso se traduz para que todos as agremiações da Ligue 1, quase todas da Ligue 2 e algumas da National (nome chique da terceirona) participem da contenda.

Os representantes da elite só estrearam na terceira fase. O Paris Saint-Germain, por ser cabeça-de-chave, iniciou sua caminhada somente nas oitavas de final.

Ele ganhou do Estrasburgo por 4 a 2, na Alsácia. Nas quartas de final, despachou o Amiens, também na estrada, por 2 a 0. Na semifinal, nocauteou o Rennes por 3 a 2, na Bretanha.

A grande final aconteceu no sábado. Os parisienses golearam o Mônaco por 3 a 0, no Novo Estádio de Bordeaux, que teve um público presente de mais de 42 mil pessoas.

Os gols foram anotados por Edinson Cavani aos 8′ do primeiro tempo, de pênalti, e aos 40′ do segundo tempo, e por Di María, aos 21′ da etapa inicial.

 

História da Copa da Liga Francesa

O Paris Saint-Germain conquistou sua oitava Copa da Liga, a quinta consecutiva e disparou ainda mais no ranking histórico. Bordeaux, Estrasburgo e Marselha já a venceram em três oportunidades. Laval, Lens e Metz são bicampeões.

Completam a lista de medalhistas de ouro: Gueugnon, Lyon, Mônaco, Montpellier, Nancy, Nantes, Reims, Saint-Étienne, Sochaux,

 

Comentários

2 Comentários
Voltar