Ganhador.com

Dicas de Apostas

Mundial Masculino de Vôlei: Brasil, França, EUA ou Rússia? Quais os melhores lucros e os grandes favoritos ao título?

Seleção Brasileira de Vôlei Masculino
Foto: Tarso Sarraf/Inovafoto/CBV

Realizada na Itália e na Bulgária, competição é apontada pelos especialistas como a edição mais equilibrada da história do Mundial

Quer acompanhar de perto uma competição que ofereça lucros saborosos, altíssimo nível em quadra e horários perfeitos que não te obrigam a virar a madrugada calculando os lucros dos jogos? Pois nem é preciso procurar mais: basta concentrar as atenções no espetacular Mundial Masculino de Vôlei que está sendo disputado na Itália e na Bulgária neste exato instante.

Falar da cobertura de vôlei no Brasil é falar um pouco também do trabalho que o Ganhador cumpre na análise de tudo aquilo que envolve a seleção do país e as demais potências do esporte. Quem quiser conferir o que já publicamos pode clicar na nossa seção com os posts sobre a modalidade, aqui.

É Mundial ou maratona?

A primeira coisa que o apostador brasileiro precisa ter em mente ao investir no Mundial Masculino de Vôlei é a extensão da disputa e a quantidade de partidas que cada uma das seleções precisará cumprir até o título: serão simplesmente 12 jogos até a taça, uma quantidade, convenhamos, insana para um período de apenas 21 dias de competição.

Estes deslocamentos e esta duração toda estão sendo levados em conta na hora de traçar uma favorita. Pois é apenas isto, a familiaridade com as rotas e a sua condição de anfitriã que coloca a Itália como a principal candidata à conquista, de acordo com as surpreendentes  cotações disponíveis no site Bet365. A seleção que conta com os explosivos Zaytsev e Juantorena não pode ser desconsiderada da lista dos favoritos, mas conferir a ela uma supremacia perante as demais parece um exagero.

Mesmo assim, a Azzurra devolve R$ 4,00 a cada R$ 1,00 apostado em seu título, contra R$ 5,00 da Rússia, R$ 6,00 dos Estados Unidos, R$ 7,00 do Brasil e R$ 8,00 da França. Uma escadinha bastante emblemática para mostrar como a ordem de forças está embaralhada como nunca neste Mundial, que faz sim por merecer o status de competição mais equilibrada da história do vôlei.

Do que foi visto até aqui, é inegável que a Rússia é o melhor time da competição e um sério candidato a ganhar não apenas este Mundial, mas para entrar na história como uma equipe tão forte quanto aquele Brasil que dominou o planeta na Era Bernardinho. Vale demais ficar de olho no impressionante oposto Maxim Mikhaylov, em fase exuberante desde o começo do ano.

Quais as variantes?

Quando falamos que o Mundial de Vôlei tem a vantagem de oferecer bons horários, nos referimos ao fato de que as partidas são disputadas sempre nas manhãs e nas tardes brasileiras, pois os confrontos são realizados na Europa, em um fuso horário à frente do nosso. E outra opção muito interessante ao apostador do país é descobrir as particularidades das apostas em jogos de vôlei.

Há uma infinidade de combinações que merecem uma atenção maior, mas vamos citar algumas que são clássicas e fáceis de entender até mesmo para o iniciante.

Cada partida do Mundial oferece, mais do que acertar o país ganhador, também a opção de se cravar qual será, por exemplo, o placar final da partida, e se a vitória vai vir por 3 sets a 0, 3 sets a 1 e 3 sets a 2. O vôlei costuma compensar olhares treinados. Vale demais observar as movimentações que ocorrem tanto na quadra como nas telas dos odds.

Outra aposta clássica nas partidas de vôlei é determinar qual o placar depois de dois (se 2-0 para um dos lados ou 1-1) ou três sets (quem estará com 2-1). Fica o convite: quem tem familiaridade com as apostas em futebol certamente vai encontrar um mundo novo, e tão emocionante quanto o dos gramados, com as opções deste Mundial Masculino que está sendo realizado na Itália e na Bulgária.

Bons jogos e boas cotações. Não dá mesmo para pedir muito mais.

Como é o Mundial de Vôlei Masculino na Itália e Bulgária

Período: até 30 de setembro
  • Grupo A – Argentina, Bélgica, Eslovênia, Itália, Japão e República Dominicana
  • Grupo B – Brasil, Canadá, China, Egito, França e Holanda
  • Grupo C – Austrália, Camarões, Estados Unidos, Rússia, Sérvia e Tunísia
  • Grupo D – Bulgária, Cuba, Finlândia, Irã, Polônia e Porto Rico

Sistema de disputa

Cada seleção enfrenta as adversárias do seu grupo, e as quatro melhores avançam para a segunda fase (carregando os resultados da primeira como critério de desempate). Os países dos grupos A e C formam um outro grupo, assim como os do B e D.

Os líderes de cada uma dessas chaves subsequentes seguem na disputa, assim como os dois melhores segundos colocados no geral. Vem então a última fase de grupos, com os dois melhores de cada chave avançando às semifinais e à decisão.

 

Odds para ser campeão do Mundial Masculino de Vôlei (outrights)

  • Itália – R$ 4,00
  • Rússia – R$ 5,00
  • Estados Unidos – R$ 6,00
  • Brasil – R$ 7,00
  • França – R$ 8,00
  • Sérvia – R$ 13,00
  • Polônia – R$ 15,00

Jogos da 1ª fase do Mundial Masculino de Vôlei

Segunda-feira, 17 de setembro
  • 12:00 – Bélgica (R$ 1,01) x República Dominicana (R$ 15,00) – Palpite: Bélgica
  • 12:00 – Rússia (R$ 1,005) x Camarões (R$ 17,00) – Palpite: Rússia
  • 14:30 – Brasil (R$ 1,20) x Canadá (R$ 4,33) – Palpite: Brasil
  • 14:30 – Irã (R$ 2,50) x Polônia (R$ 1,50) – Palpite: Polônia
  • 15:30 – Argentina (R$ 2,25) x Eslovênia (R$ 1,57) – Palpite: Eslovênia
  • 15:30 – Austrália (R$ 1,16) x Tunísia (R$ 4,50) – Palpite: Austrália

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar