Ganhador.com

Futebol: Vídeos

Mirando o Brasileirão, demissão de Dorival Júnior no São Paulo é a prova dos erros de planejamento do clube para 2018

A demissão de Dorival Júnior do comando do São Paulo após a derrota por 2 a 0 para o Palmeiras na última quinta-feira pelo Campeonato Paulista não pegou ninguém de surpresa. Tido como um profissional sério e honesto dentro do clube, a sequência de maus resultados e a pouca evolução do time em relação à temporada passada – onde lutou contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro – foram determinantes para que a jornada do treinador no Morumbi chegasse ao fim. A diretoria corre agora atrás de um substituto para Júnior, que pode ser o uruguaio Diego Aguirre. Neste domingo, André Jardine – técnico da base e recém-promovido à comissão técnica fixa do clube – comanda o Tricolor contra o Red Bull Brasil pela 12ª rodada do Paulistão.

Em Paris, a desclassificação do PSG na Champions League – jogando muito mal – não caiu bem e o clube parisiense, flertando com a crise, deve promover mudanças radicais em seu elenco e comissão técnica. A única certeza para a diretoria do clube é a permanência de Neymar… ou melhor: única certeza para eles (diretoria) porque os jornais espanhóis seguem noticiando que o craque brasileiro está na mira do Real Madrid – agora com o “selo Zidane” de aprovação – e andou se informando se há clima para o seu retorno ao Barcelona (admitindo, assim, que a ida à Paris foi um grande erro).

Aperte o play e veja o comentário de Flavio Soares para estes e outros assuntos no mundo do futebol em suas Caneladas para o Ganhador.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar