UFC

Marlon Moraes consegue nocaute brutal no UFC e chance pelo cinturão dos galos se aproxima

Foto: Divulgação / UFC

O Brasil ganhou mais um forte pretendente ao cinturão do Ultimate. Nesta sexta-feira, Marlon Moraes fez a luta principal do UFC Fight Night que aconteceu em Utica, Nova York (EUA). Com um chute alto devastador, o brasileiro nocauteou Jimmie Rivera e se aproximou de uma oportunidade pelo título da categoria dos galos contra o vencedor do confronto entre TJ Dillashaw e Cody Garbrandt. Mais do que isso, Marlon provou que está pronto para os grandes holofotes e chega com um brilho ameaçador seja contra quem for sua luta pelo título.

O duelo com Rivera marcava o encontro de dois tops da categoria. Enquanto o brasileiro figurava na quinta posição no ranking oficial, Jimmie era o quarto colocado. A não ser que a organização invente de “ressuscitar” Dominick Cruz, Marlon deve ser o próximo da fila a disputar o cinturão. Ele não só nocauteou o quarto colocado no ranking como o fez em apenas 33 segundos de luta. Depois de uma breve movimentação, o brasileiro fintou um jab de esquerda e lançou um chute alto, que encaixou na testa de Rivera. O americano caiu abalado imediatamente o brasileiro precisou apenas de mais alguns socos para garantir o triunfo.

A vitória espetacular consolida a posição de Moraes como próximo desafiante ao título. Essa foi a terceira vitória dele em quatro apresentações no UFC. Seu único revés aconteceu contra Raphael Assunção, em sua luta de estreia. E mesmo assim foi uma luta apertada. Depois disso, Marlon bateu dois tops. Primeiro ele superou John Dodson na decisão e depois nocauteou também de forma avassaladora o americano Aljamain Sterling. Agora Marlon emplacou a terceira vitória consecutiva no octógono e deu seu recado ao mundo das lutas.

Marlon se mostrou pronto para a disputa de título seja contra TJ Dillashaw ou contra Cody Garbrandt – ambos se enfrentam no dia 4 de agosto, pelo UFC 227, em Los Angeles (EUA). O lado bom é que apesar de não ter ainda uma imagem tão expressiva no mundo das lutas, o brasileiro atropelou Rivera e encerrou uma invencibilidade que já durava 19 (!) lutas com um nocaute em 33 segundos. A última (e até então única) derrota do americano tinha acontecido em 2008.

É bom demais ver mais um brasileiro no topo de sua categoria. Embora tenha chegado a pouco tempo no UFC – Marlon completa um ano na organização agora em junho – o lutador se manteve em atividade e completou quatro lutas no período, algo incomum. A alta frequência dentro do octógono unida a seu talento já renderam frutos. Técnico, focado e com um poder letal em seu jogo de kickboxing, Marlon Moraes chega ao topo da divisão dos galos para brigar de igual para igual.

Outros brasileiros que também se apresentaram no UFC Utica, Gleison Tibau e Johnny Eduardo acabaram derrotados. O primeiro foi superado na decisão dos juízes por Desmond Green, enquanto o segundo acabou finalizado por Nathaniel Wood.

Confira os resultados do UFC Utica

Marlon Moraes nocauteou Jimmie Rivera no primeiro round
Gregor Gillespie finalizou Vinc Pichel no segundo round
Walt Harris nocauteou Daniel Spitz no segundo round
Ben Saunders nocauteou Jake Ellenberger no primeiro round
Julio Arce finalizou Daniel Teymur no terceiro round
Sam Alvey venceu Gian Villante na decisão dividida dos juízes
Card preliminar
Sijara Eubanks venceu Lauren Murphy na decisão unânime dos juízes
David Teymur venceu Nik Lentz na decisão unânime dos juízes
Belal Muhammad venceu Chance na decisão unânime dos juízes
Desmond Green venceu Gleison Tibau na decisão unânime dos juízes
Nathaniel Wood finalizou Johnny Eduardo no segundo round
Jose Torres nocauteou Jarred Brooks no segundo round

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar