NBA

Kyrie Irving fará falta nos playoffs

Foto: Adam Glanzman/Getty Images

Que pesadelo para o Boston Celtics e a NBA.  O confronto mais esperado da conferência leste entre Lebron James e Kyrie Irving não vai acontecer. Irving terá que passar por uma segunda cirurgia no joelho e está fora da pós-temporada.  Péssimo para a NBA, péssimo para o Boston Celtics.

Desde que Kyrie foi trocado para o Boston, só se falava num possível confronto entre ele e o King James nos playoffs. Em uma temporada em que a Leste se mostrou muito mais competitiva do que o esperado, e com os Rockets e Warriors criando uma incrível expectativa para um provável confronto nas finais de conferência, os playoffs de 2018 tinham tudo para ser os melhores em muitos anos.

Ainda acho que Boston vence uma série e acredito que o time possa ser competitivo na segunda rodada contra os Cavaliers. Se o oponente for os Sixers, eu não ficaria chocado se os Celtics chegassem até as finais de conferência. Mesmo assim, é difícil acreditar nesse time competindo pelo título da conferência sem o seu melhor jogador.

Olha, Brad Stevens tem feito um trabalho excepcional.  Ninguém esperava uma temporada de 50 vitórias depois da lesão de Gordon Hayward.  Sem Irving, os Celtics têm 12 vitórias em 18 partidas. O elenco ainda é forte e muito unido. Terry Rozier está crescendo a cada jogo, Jason Tatum continua impressionando, o poder de decisão de Marcus Morris tem sido uma bela surpresa e ainda tem Al Horford e Jaylen Brown. Se Marcus Smart voltar, a defesa dos Celtics só vai melhorar e ninguém vai lamber os beiços para enfrentar o Boston, mesmo sem o Irving.

O problema é que Kyrie faz toda a diferença em cenários de pura intensidade e hostilidade. Ele é aquele jogador que decide nos minutos finais, ou metendo uma cesta de três importante, ou escapando de uma marcação dupla para anotar pontos cruciais.  Não se vence Lebron James nos playoffs sem um jogador desses.

E por falar em Lebron, ele e o Cleveland já estão entrando no modo pós-temporada, vencendo 9 de 10 jogos.  É agora que os Cavs começam a mostrar o seu melhor basquete. Para Boston ter chances, Rozier terá que ser decisivo, Brown e Tatum terão que esquentar da linha de três e Al Horford vai ter que contribuir perto de 16-18 pontos por jogo.  Acho difícil.

A estrada ficou muito mais fácil para Lebron e cia. e Cleveland continua sendo o favorito da Conferência Leste.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar