Ganhador.com

Copa Sul-Americana

Junior Barranquilla x Atlético-PR: empate deixa o Furacão perto do título da Copa Sul-Americana

Fechando a temporada

Atlético-PR aguenta a pressão do Junior Barranquilla e decidirá em casa o título da Copa Sul-Americana

Foto: Reprodução

Junior Barranquilla e Atlético-PR fizeram ontem, dia 5, no Metropolitano Roberto Meléndez na cidade de Barranquilla o primeiro jogo da grande final da Copa Sul-Americana. Divergindo um pouco do indicado pelos nossos parceiros do Bet365 – mas indo de encontro ao palpite do Ganhador – o empate de ontem na Colômbia deixou o organizado Furacão muito perto de erguer a taça da Copa Sul-Americana na Arena da Baixada na próxima quarta-feira, dia 12, diante de sua torcida. Nada mal para um time que chegou a flertar com o rebaixamento no Campeonato Brasileiro e agora vira uma aposta quase certeira para conquistar um título internacional – muito por conta do pênalti desperdiçado pelos donos da casa que pode lhes custar o grande prêmio.

Leia a seguir o resumo da primeira metade da grande final da Copa Sul-Americana.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Primeiro tempo

O jogo começou como era de se imaginar: os donos da casa pressionaram e chegaram a ameaçar o gol de Santos em algumas – poucas – oportunidades. Mas o Atlético-PR assumiu o controle da posse de bola (uma característica da equipe nesta temporada) e embora tenha feito muito pouco para ameaçar o gol dos donos da casa também não passou por nenhum grande sufoco. O plano de não perder na Colômbia seguia conforme o esperado. Mas voltar para o Brasil com uma vantagem – mesmo que pequena – seria melhor.

 

Segundo tempo

O Atlético-PR voltou para a etapa final com uma postura diferente e mais agressiva. Aos dois minutos, Léo Pereira aproveitou cobrança de escanteio para cabecear com perigo na direção do gol de Viera. Aos quatro minutos, Pablo aproveitou lançamento longo, ganhou da zaga na corrida e bateu rasteiro na saída do goleiro para colocar o Furacão na frente. Na comemoração, saltou ficando de costas para a torcida no melhor estilo CR7.

Mas a alegria rubro-negra durou pouco: aos sete minutos, Yoni González recebeu passe de cabeça e, girando, chutou sem chances de defesa para Santos. Tudo igual na Colômbia – o que não era um resultado ruim.

 

Barranquilla perde pênalti e a chance de vencer

Aos 26 minutos o lance mais importante do jogo: Rony, imprudente, derrubou Gutiérrez na área. Pênalti indiscutível. Na cobrança, Pérez deu uma paulada na bola que explodiu no travessão de Santos que, imóvel, assistia ao balançar das traves do gol.

A chance desperdiçada acordou o Furacão que aguentou bem à pressão e viu Santos ser decisivo no final da partida com duas grandes defesas nos acréscimos que garantiram o 1 a 1 no placar.

 

Como fica?

A definição sobre o título ficou para a próxima quarta-feira, dia 12, na Arena da Baixada – estádio que tem sido uma das grandes armas do Atlético-PR na temporada. Quem vencer – por qualquer placar – será o campeão da Copa Sul-Americana, enquanto que um novo empate levará a decisão para os pênaltis.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar