UFC

Jimi Manuwa sofre lesão, e Thiago Marreta tem novo rival na luta principal do UFC São Paulo

Thiago Marreta - UFC
Foto: Divulgação / UFC

O UFC São Paulo, que acontece neste sábado, no Ginásio do Ibirapuera, já pode entrar para a lista dos eventos mais azarados dos últimos tempos. O evento, que inicialmente tinha Glover Teixeira Vs Jimi Manuwa na luta principal e Ketlen Vieira Vs Tonya Evinger na co-luta principal da noite sofreu com a “bruxa solta” e chega na semana do evento com Thiago Marreta Vs Eryk Anders como luta mais esperada da noite. A informação foi noticiada pelo site MMA Junkie.

Depois de Glover Teixeira deixar o duelo com Manuwa por conta de uma lesão, Thiago Marreta se apresentou. O brasileiro faria sua estreia na categoria dos meio-pesados contra o inglês, que é top 5 da divisão. Mas, segundo noticiado, Manuwa se machucou durante uma corrida já em São Paulo. Eryk Anders foi o nome escolhido para substituir Jimi. Ele também fará sua primeira luta pela categoria dos meio-pesados do UFC diante de Marreta.

O evento perde muito. Depois de ficar sem Ketlen Vieira – também lesionada -, que está invicta e tem boas chances de se tornar desafiante ao cinturão do UFC em breve, a entrada de Thiago Marreta diante de um top 5 tinha dado um brilho especial ao show. Agora, diante de Anders, ainda é uma luta interessante, mas o evento perde força. São dois jovens talentos em busca de sucesso em uma nova categoria de peso. Ao contrário da situação vivida contra Manuwa, diante de Eryk, Marreta é favorito.

Para quem não se lembra, Eryk Anders já fez uma luta principal no Brasil. Em fevereiro, ele enfrentou Lyoto Machida no UFC Belém e na opinião de muitos foi o vencedor no apertado combate. Aos 31, ele soma 11 vitórias em 12 lutas. Seu único revés foi exatamente contra Lyoto Machida. Das três vitórias que tem no octógono do UFC, duas foram por nocaute. Em sua última apresentação, ele nocauteou Tim Williams no terceiro round, pelo UFC Nebraska.

Marreta Vs Anders pode não ser a luta que esperávamos ou o combate que os fãs brasileiros de lutas mereciam ver, mas ainda assim conta com bons ingredientes para um duelo empolgante e que tem tudo para tirar o fôlego do público. O brasileiro é agressivo, bate duro e soma oito nocautes em sua trajetória no UFC. Anders sabe que tem uma nova chance de brilhar em um duelo principal e não tem nada a perder contra Marreta. E é sempre bom tomar cuidado diante de atletas “que não tem nada a perder”. Eles tem tudo a ganhar.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar