Ganhador.com

Dicas de Apostas

França, Alemanha, Espanha, Bélgica? Saiba quem são os favoritos para ganhar a Eurocopa 2020

Dicas de apostas para a seleção vencedora da Eurocopa 2020.
Foto: Jan Hetfleisch/UEFA via Getty Images

Celebrando 60 anos do torneio mais importante de seleções do Velho Continente, UEFA inova em formato de classificação e número de países-sede

Não deu nem tempo de recuperar o fôlego pelo fim da Copa do Mundo de 2018 vencida pela França na Rússia e aqui estamos nós para falar de mais uma competição envolvendo importantes potências do futebol mundial. A Eurocopa só acontece em 2020, mas já anteciparemos aqui quais seleções largam na frente de acordo com as casas de apostas.

Países-sede

A Eurocopa de 2020 marca uma nova era. Pela primeira vez na história teremos a competição sendo sediada por 12 países. A mudança faz parte das celebrações da UEFA pelo 60º aniversário do campeonato envolvendo as principais seleções do Velho Continente e, por outro lado, por ser uma forma de evitar gastos excessivos das nações-sede, em uma época de crise em boa parte do mundo.

Sendo disputada de 12 de junho a 12 julho de 2020, a Euro terá abertura no estádio Olímpico de Roma, na Itália, e as semifinais e final em Wembley, na Inglaterra. Confira os países e as cidades-sede do torneio:

  • Alemanha (Munique)
  • Azerbaijão (Baku)
  • Dinamarca (Copenhague)
  • Escócia (Glasglow)
  • Espanha (Bilbao)
  • Inglaterra (Londres)
  • Irlanda (Dublin)
  • Itália (Roma)
  • Holanda (Amsterdã)
  • Hungria (Budapeste)
  • Romênia (Bucareste)
  • Rússia (São Petersburgo)

 

Modo de classificação e formato

Com 12 nações recebendo o torneio, a Eurocopa 2020 não dará vaga automática aos países-sede, como sempre ocorreu na história da competição. Ao todo, 24 seleções participarão do campeonato. Elas são serão dividias em seis grupos, sendo que os dois primeiros avançam ao mata-mata.

O formato de classificação acontecerá em dois períodos. O primeiro, entre março e novembro de 2019, que definirá as primeiras 20 vagas pelo Qualificatório, e o segundo já em 2020, através dos playoffs da Liga das Nações, que estreia no calendário europeu.

 

França favorita

O título da França na Rússia foi um presságio do que está para acontecer no futebol mundial. Com uma safra jovem e repleta de qualidade, os Les Bleus devem entrar como principais postulantes ao título dos torneios que disputarem daqui para frente. Com Varane, Pavard, Kante, Pogba, Griezmann e Mbappé tendo de tudo para fazerem parte do próximo ciclo de Copa do Mundo (Catar 2022), os franceses são os mais bem cotados para levantar a taça em Wembley, em 2020. É só olharmos as cotações dos bicampeões mundiais segundo as apostas esportivas, que avaliam o tricampeonato europeu da França em R$ 5,00. Vale lembrar que a equipe dirigida por Didier Deschamps é atualmente a vice-campeã do certame, perdendo para Portugal, de Cristiano Ronaldo, em pleno Stade de France, há dois anos.

 

Alemanha: nada de pânico

Maior campeã da Eurocopa ao lado da Espanha com três títulos, a Alemanha terá duas temporadas para se reorganizar após o vexame na Rússia, que de favorita ao Mundial foi eliminada ainda na fase de grupos, perdendo dois jogos (para México e Coreia do Sul).

Apesar da incerteza inicial quanto a sua permanência, Joachim Löw irá continuar no cargo que está há 12 anos. O técnico alemão será o principal responsável na reconstrução da equipe, que ainda contará com diversos medalhões, como Muller, Draxler, Kroos, Werner e Reus. Sem vencerem a Euro desde 1996, os tetracampeões mundiais são cotados em R$ 6,00.

 

Espanha e Itália: novos técnicos, novas eras

Indo na contramão está a Espanha, que terá Luis Enrique, ex-técnico do Barcelona, como mentor da renovação. Depois de um Mundial turbulento, que teve demissão do treinador Julen Lopetegui às vésperas da estreia contra Portugal e queda nas oitavas de final para o país anfitrião, a Fúria traz o ex-jogador dos Blaugranas para dar mais objetividade ao time, que é conhecido pelo jogo cadenciado. Os espanhóis são cotados em R$ 6,50 para ganharem a Euro.

Já a Itália, que sequer se classificou para a Copa de 2018, caindo na repescagem das Eliminatórias Europeias para a Suécia e ficando de fora da competição mundial pela primeira vez em 60 anos, tem em Roberto Mancini seu escudeiro. O italiano terá a missão de dar um toque mais jovem à Azzurra, utilizando Federico Chiesa (20 anos), Lorenzo Pellegrini (22) e Mattia Caldara (24), por exemplo, e de buscar um título (R$ 15,00) que não vem desde 1968.

 

Croácia e Portugal correm por fora

Sensação da Copa do Mundo ao lado da Bélgica, terceira colocada no torneio e cotada em R$ 9,00 para ganhar o inédito troféu da Euro, a Croácia corre por fora na competição europeia. Apesar do ótimo desempenho de Modric, Mandzukic e Rakitic em território russo, os Bálcãs são visto como azarões e avaliados em R$ 26,00.

Quem também aparece fora do Top 5 é o atual campeão Portugal, de Cristiano Ronaldo. Apesar do poder de decisão do agora jogador da Juventus, pesa contra os lusos a falta de companhia para CR7 dentro das quatro linhas. Ainda assim, os portugueses têm o bicampeonato cotado em R$ 12,00.

 

As cotações para o título da Euro 2020

  • França – R$ 5,00
  • Alemanha – R$ 6,00
  • Espanha – R$ 6,50
  • Bélgica – R$ 9,00
  • Inglaterra – R$ 9,00
  • Portugal – R$ 12,00
  • Itália – R$ 15,00
  • Holanda – R$ 21,00
  • Croácia – R$ 26,00
  • Rússia – R$ 67,00
  • Suíça – R$ 67,00
  • Polônia – R$ 67,00
  • País de Gales – R$ 67,00
  • Áustria – R$ 81,00
  • Suécia – R$ 81,00
  • Dinamarca – R$ 101,00

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar