Ganhador.com

Dicas de Apostas

Fórmula 1: Hamilton se aproxima do penta, mas favoritismo em Singapura é de Vettel

Vettel
Foto: Marco Canoniero/LightRocket via Getty Images

Alemão tem o melhor carro do grid nas mãos, mas precisa desfazer uma diferença de 30 pontos

A vitória no GP de Monza deixou Lewis Hamilton em situação bastante confortável na briga pelo título mundial de Fórmula 1. O piloto da Mercedes abriu uma vantagem de trinta pontos em relação à Sebastian Vettel, que voltou a cometer erros, e mesmo contando com o carro mais rápido fracassou diante da torcida ferrarista, terminando na quarta colocação. A corrida na Itália marcou o encerramento da temporada europeia. Neste final de semana, o circo da F1 desembarca na Ásia para a disputa do GP de Singapura.

O circuito de Marina Bay sofreu algumas alterações em relação à última temporada. Ligeiramente mais curto, ele agora conta com 23 curvas, e teve a segunda zona de DRS antecipada em 100 metros. Com isso, o piloto que estiver na frente não poderá impedir que o adversário acione o dispositivo. A corrida noturna tradicionalmente privilegia os motores mais potentes, dando pouca margem para o surgimento de zebras.

O Bumbet oferece as melhores margens de retorno para as apostas no GP de Singapura. Confira o nosso prognóstico e saiba como faturar.

Ferrari conta com o melhor carro

O tetracampeão mundial Sebastian Vettel chega à Singapura sob intensa pressão. A exemplo da última temporada, o piloto da Ferrari vê o rival Lewis Hamilton cada vez mais próximo do título, e não poderá alcança-lo neste final de semana.

Em 2017, o alemão chegou à Ásia com três pontos a menos que o inglês, porém, com um carro inferior. Ele agora conta com o modelo SF71H, que tem o chassi mais equilibrado e a unidade motriz mais potente do grid, mas vem desperdiçando pontos importantes por seus próprios erros, e precisa desfazer uma diferença de trinta pontos.

Vale ressaltar que Vettel disputou todas as 10 edições do GP de Singapura, e detém o recorde do circuito de Marina Bay, com quatro vitórias (três pela RBR e uma pela Ferrari), e quatro pole positions.

Quem vive uma boa fase é seu companheiro de equipe, o veterano Kimi Raikkonen, que subiu ao pódio em seis das últimas sete provas, e acaba de assinar contrato com a Sauber para mais duas temporadas.

De acordo com os números do Bumbet, um triunfo de Vettel renderá R$ 2,25/R$ 1,00, e o retorno chegará a 110% caso ele largue na pole. Se Raikkonen voltar a ficar entre os três primeiros, cada real investido devolverá R$ 1,80.

Mercedes segue na liderança

Enquanto Hamilton se aproxima do título entre os pilotos, a Mercedes também caminha a passos largos para ser a campeã entre os construtores, mesmo sem ter o melhor carro. O jogo de equipe dos alemães ficou bastante evidente nas últimas corridas, mas vem produzindo resultados satisfatórios. Hamilton seguirá na liderança do campeonato mesmo se abandonar a prova em Singapura, e a equipe tem 25 pontos de vantagem em relação à Ferrari.

Quem acabou ficando em segundo plano foi Valtteri Bottas. O finlandês exerce de forma impecável seu papel de fiel escudeiro, mas a não ser que Hamilton esteja fora do páreo, dificilmente vencerá este ano.

Por isso, o retorno será bem generoso se ele for o mais rápido, chegando a R$ 15,00/R$ 1,00. Hamilton, que já venceu em Marina Bay nas temporadas 2009, 2014 e 2017, chega à Ásia bem cotado, e tem um novo triunfo cotado em R$ 3,00 por cada real apostado. Caso o inglês suba ao pódio, o lucro será de 60%.

RBR é aposta de risco

A RBR tem um bom histórico em Singapura, e foi a única equipe a quebrar a hegemonia de Mercedes e Ferrari na temporada. No entanto, caiu em desgraça nas últimas corridas, com uma série de problemas com os carros, abandonos e punições.

Os maus resultados recentes colocam a dupla da escuderia austríaca em uma posição secundária na lista de favoritos. Segundo o Bumbet, uma vitória de Verstappen pagará R$ 5,00/R$ 1,00, e se o mais rápido for Ricciardo, o valor chegará a R$ 6,50. A aposta em um triunfo de qualquer carro da equipe rende 200%. Caso os dois pilotos terminem entre os top 10, cada real investido retornará R$ 1,83.

Programação do GP de Singapura 2018

  • Sexta-Feira, 14/09 – 05:30 – 1º Treino Livre
  • Sexta-Feira, 14/09 – 09:30 – 2º Treino Livre
  • Sábado, 15/09 – 07:00 – 3º Treino Livre
  • Sábado, 15/09 – 10:00 – Treino Classificatório
  • Domingo, 16/09 – 09:10 – Corrida

Cotas para a vitória no GP de Singapura

  • Sebastian Vettel – R$ 2,25/R$ 1,00
  • Lewis Hamilton – R$ 3,00/R$ 1,00
  • Max Verstappen – R$ 5,00/R$ 1,00
  • Kimi Raikkonen – R$ 5,00/R$ 1,00
  • Daniel Ricciardo – R$ 6,50/R$ 1,00
  • Valtteri Bottas – R$ 15,00/R$ 1,00
  • Carlos Sainz Jr – R$ 501,00/R$ 1,00
  • Esteban Ocon – R$ 501,00/R$ 1,00
  • Kevin Magnussen – R$ 501,00/R$ 1,00
  • Nico Hulkenberg – R$ 501,00/R$ 1,00
  • Romain Grosjean – R$ 501,00/R$ 1,00
  • Sergio Pérez – R$ 501,00/R$ 1,00
  • Charles Leclerc – R$ 1.001,00/R$ 1,00
  • Fernando Alonso – R$ 1.001,00/R$ 1,00
  • Marcus Ericsson – R$ 1.001,00/R$ 1,00
  • Pierre Gasly – R$ 1.001,00/R$ 1,00
  • Lance Stroll – R$ 1.501,00/R$ 1,00
  • Sergey Sirotkin – R$ 1.501,00/R$ 1,00
  • Stoffel Vandoorne – R$ 1.501,00/R$ 1,00
  • Brendon Hartley – R$ 2.001,00/R$ 1,00

Classificação do Campeonato Mundial de Pilotos 2018

  1. Lewis Hamilton (Mercedes) – 256
  2. Sebastian Vettel (Ferrari) – 226
  3. Kimi Raikkonen (Ferrari) – 164
  4. Valtteri Bottas (Mercedes) – 159
  5. Max Verstappen (RBR) – 130
  6. Daniel Ricciardo (RBR) – 118
  7. Nico Hulkenberg (Renault) – 52
  8. Kevin Magnussen (Haas) – 49
  9. Sergio Pérez (Force India) – 46
  10. Esteban Ocon (Force India) – 45
  11. Fernando Alonso (McLaren) – 44
  12. Carlos Sainz Jr. (Renault) – 34
  13. Pierre Gasly (STR)- 28
  14. Romain Grosjean (Haas) – 27
  15. Charles Leclerc (Sauber) – 13
  16. Stoffel Vandoorne (McLaren) – 8
  17. Lance Stroll (Williams) – 6
  18. Marcus Ericsson (Sauber) – 6
  19. Brendon Hartley (STR) – 2
  20. Sergey Sirotkin (Williams) – 1

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar