Copa Verde

Finalistas da Copa Verde serão definidos neste meio de semana; Paysandu e Atlético-GO largam na frente

Foto: Fernando Torres/Paysandu

Vencedores das partidas de ida das semifinais, times jogam pelo empate contra Manaus e Luverdense

Dois jogos neste meio de semana definirão os finalistas da Copa Verde 2018. Na quarta-feira (11), às 21 horas (horário de Brasília), o Paysandu vai até  a Arena da Amazônia tentar segurar a vantagem obtida no jogo de ida contra o Manaus. Depois de vencer por 2×1 na Arena Curuzu, o Papão precisa apenas de um empate para se classificar. A outra semifinal acontece no dia seguinte, às 21:15, e colocará frente a frente Atlético-ES e Luverdense, no estádio Kléber Andrade, em Cariacica. Atual campeão, o time mato-grossense se complicou ao perder o primeiro jogo, em casa, por 1×0, e agora precisa desesperadamente de uma vitória sobre o Galo da Vila.

Antes da bola rolar, a expectativa era por uma reedição da decisão de 2017, entre Luverdense e Paysandu. No entanto, o estreante Atlético-ES está próximo de fazer história, e o bravo Manaus, que sagrou-se bicampeão amazonense no último domingo, promete dar muito trabalho ao favorito Papão. Além do título, uma vaga nas oitavas-de-final da Copa do Brasil de 2019 estará em jogo, e ninguém vai querer deixar passar esta oportunidade.

Confira como chega cada um dos times para os jogos de volta das semifinais.

 

Manaus x Paysandu

Na Arena da Amazônia, um embalado Manaus, campeão amazonense depois de golear o Fast por 4×0, precisa vencer a qualquer custo o Paysandu, que passa por um momento difícil depois de perder o título paraense para o seu arquirrival, Remo.

Apesar de entrar em desvantagem, o Gavião do Norte tem bons motivos para acreditar na classificação. Na partida de ida, em Belém, o time foi superior ao Paysandu em vários momentos, chegando inclusive a abrir o marcador e criar boas oportunidades para ampliar. No entanto, os amazonenses acabaram sucumbindo diante do talento do gordinho Walter, que em uma cabeçada firme deixou tudo igual para o Papão, e aos 43 minutos da etapa complementar, deu passe para o artilheiro do campeonato, Cassiano, decretar a vitória do time do Pará.

Próximo de rescindir seu contrato com o Alviceleste, Walter não estará em campo desta vez. Além do atacante, o técnico Dado Cavalcanti não poderá contar com o lateral-direito Maicon Silva e o volante Cáceres, que se recuperam de contusão.

O Manaus, por seu turno, chega completo, e tem como um de seus pontos fortes o excelente preparo físico. Chamou a atenção a forma intensa como o time atuou na final do Campeonato Amazonense, diante do Fast, mesmo depois de abrir uma vantagem de quatro gols. Ainda que reconheça a importância da conquista estadual, o técnico Igor Cearense tem metas mais ambiciosas, e diante de um compromisso tão importante, preferiu deixar as comemorações em segundo plano:

“Não é fácil iniciar como técnico, mas costumo dizer que esse título não é só meu, mas é de uma equipe. Agora é pensar no Paysandu, que é difícil, é pedreira. Até quarta vai ser mais difícil dormir. Não tem muito que comemorar, tem que ter sempre a obrigação de ganhar. Trabalhamos sempre com o pé no chão, e agradeço também a diretoria.”, declarou após a conquista.

Finalista de três das quatro edições anteriores da Copa Verde, o Paysandu é uma potência regional, e sempre está entre os favoritos quando se trata da Copa Verde. Porém, diante das circunstâncias que envolvem a partida, não é nenhum devaneio acreditar que o Manaus possa surpreender. Meu palpite é que o Gavião do Norte se classifica com uma vitória por 1×0. Na Copa Verde, o gol marcado fora de casa é um dos critérios de desempate.

 

Atlético-ES x Luverdense

O Atlético-ES sequer se classificou para as fases decisivas do Campeonato Capixaba, e deixou a competição como quinto colocado entre dez times, com 51,4% de aproveitamento. Na Copa Verde, contudo, a campanha do Galo da Vila é espetacular, com vitórias em todos os jogos disputados até aqui.

Contra o Brasiliense, a equipe levou a melhor no Espírito Santo pelo placar de 2×1, e voltou a vencer no Mané Garrincha, desta vez por 3×2. Nas quartas-de-final, diante do Cuiabá, os capixabas começaram com o pé direito, venceram por 3×2 na Arena Pantanal, e repetiram a dose em Itapemirim pelo placar de 3×1. Contrariando todos os prognósticos, os estreantes chegaram à semifinal contra ninguém menos que o Luverdense, atual campeão da competição, e voltaram a triunfar na partida de ida. Aos 37 minutos do primeiro tempo, Eraldo marcou de cabeça o gol que deixou o Atlético-ES muito próximo de fazer história. O veterano atacante, de 36 anos, deixou sua marca em todos os jogos do Galo, e espera manter a boa fase para levar o time a um título inédito.

Não covém, no entanto, duvidar do poder de recuperação do Luverdense. Nas quartas-de-final, o time mato-grossense também começou perdendo para o Sparta, mas foi buscar sua classificação em grande estilo, com uma goleada por 7×0 no jogo de volta.  A diferença é que na ocasião o Verdão jogou a partida decisiva no Passo das Emas, e desta vez precisará buscar o resultado na casa do adversário.

O Luverdense vive um momento de transição com a troca do técnico Odil Soares por Luizinho Vieira, ex-Itumbiara-GO. A demissão foi motivada pela decepcionante participação no Campeonato Mato-Grossense, em que o time caiu nas semifinais, diante do Sinop. Se a mudança surtirá o efeito esperado, só o tempo dirá, mas uma eventual classificação à final dará muita moral ao novo comandante.

O duelo não tem favorito, mas meu palpite é que o Atlético fica com a vaga. Em casa, o time precisa apenas de um empate, e não deixou escapar sequer um ponto até aqui. Acredito em um novo triufo do Galo da Vila pela contagem mínima.

 

Semifinais da Copa Verde – Jogos de Volta

Quarta-Feira, 11 de abril

21:00 – Manaus x Paysandu – Palpite: Manaus

Quinta-Feira, 12 de abril

21:15 – Atlético-ES x Luverdense – Palpite: Atlético-ES

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar