Ganhador.com

UFC

Fim do tabu! Ronaldo Jacaré nocauteia Chris Weidman no UFC 230 e lava a alma de brasileiros

UFC 230: Ronaldo Jacaré VS Chris Weidman
Foto: Divulgação / UFC

O UFC 230, ocorrido neste sábado, no Madison Square Garden, em Nova York (EUA), foi especial para o Brasil. Os três representantes brasileiros venceram no evento, mas o triunfo de sabor mais agradável foi o de Ronaldo Jacaré, que nocauteou Chris Weidman no terceiro round em uma virada incrível, se recuperou da derrota sofrida para Kelvin Gastelum, em maio, e de quebra ainda pôs fim ao tabu de lutadores brasileiros contra Weidman no MMA.

Chris Weidman foi por anos reconhecido como um carrasco, uma pedra no sapato dos brasileiros especialmente no UFC. Antes de Jacaré, ele enfrentou cinco tupiniquins e sempre venceu. Bateu Anderson Silva (duas vezes), Vitor Belfort, Lyoto Machida, Demian Maia e Valdir Araújo. Apenas o último antes de chegar ao Ultimate. O americano até ganhou fama no Brasil por conta do sucesso diante de atletas do país. Mas os tempos são outros, e Jacaré fez questão de confirmar isso.

Lutando na casa do rival, já que Weidman é nascido em Nova York, o brasileiro encontrou dificuldade nos dois primeiros rounds, quando não conseguiu marcar a distância para o adversário e sofreu com os jabs de Weidman, que fizeram seu nariz sangrar. Mas o mérito do brasileiro foi ter paciência para melhorar ao longo do combate e conseguir crescer na hora certa, conquistando um belo nocaute no terceiro round da disputa. Depois de abalar o americano com um cruzado, o brasileiro ainda esperou que o árbitro encerrasse a luta, o que foi feito de forma tardia.

Com a vitória. Jacaré mostra que está vivo na categoria dos médios e se recupera da derrota sofrida na última luta. Agora são quatro triunfos nas últimas seis lutas. E os únicos reveses foram exatamente contra o atual campeão Robert Whittaker e o desafiante, Kelvin Gastelum. Estes, inclusive, foram confirmados na disputa de cinturão do dia 9 de fevereiro, na Austrália, pelo UFC 234. Meu palpite é que Ronaldo Jacaré será o “plano B” desse duelo. Ou seja: caso alguém se machuque, ele estará preparado para lutar.

Se aos 38 anos Jacaré mostra que está vivo nos médios, aos 34, Weidman tem um futuro incerto. O americano perdeu quatro das últimas cinco lutas – todas por nocaute – e agora terá de voltar para a fila em busca da sonhada nova chance pelo título. Ele finalizou Kelvin Gastelum em julho passado, e isso deu um ânimo a mais a seu futuro. Mas uma lesão (sem ela) o afastou do cage por um longo tempo e atrapalhou seus planos.

Chris Weidman Vs Ronaldo Jacaré foi uma luta esperada por muito tempo pelos fãs, e tenho certeza que valeu muito a pena. Embora tenhamos visto pouca luta no chão, onde ambos têm suas especialidades, na trocação o americano e o brasileiro também mostraram o motivo de serem considerados dois dos lutadores mais empolgantes que a categoria dos médios já conheceu. Sorte a nossa poder acompanhar lutas desse nível. Melhor ainda é ver um brasileiro sair de braço erguido de uma batalha dessas.

Confira os resultados do UFC 230

Daniel Cormier finalizou Derrick Lewis no segundo round
Ronaldo Jacaré nocauteou Chris Weidman no terceiro round
Jared Cannonier nocauteou David Branch no segundo round
Karl Roberson venceu Jack Marshman na decisão dos juízes
Israel Adesanya nocauteou Derek Brunson no primeiro round
Card preliminar
Jordan Rinaldi venceu Jason Knight na decisão dos juízes
Sijara Eubanks venceu Roxanne Modafferi na decisão dos juízes
Sheymon Moraes venceu Julio Arce na decisão dos juízes
Lyman Good nocauteou Ben Saunders no primeiro round
Matt Frevola Vs Lando Vannata foi declarada empate
Shane Burgos finalizou Kurt Holobaugh no primeiro round
Marcos Pezão venceu Adam Wieczorek na decisão dos juízes

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar