Ganhador.com

NBA

Entenda por que James Harden já é o novo MVP da NBA

Foto: Jonathan Ferrey/Getty Images

O Barba teve uma atuação épica nesta madrugada ao cravar 42 pontos e tirar, em plena cidade de Portland, a invencibilidade de 13 partidas do Trail Blazers                  

Não há mais o que discutir: o troféu de melhor jogador da temporada regular vai ser de James Harden. Embora Kyrie Irving, LeBron James e até mesmo Russell Westbrook venham cumprindo uma série de jogos das mais honestas, ninguém está conseguindo sequer chegar perto do barbudo camisa 13 do Houston Rockets.

Na madrugada desta quarta (21), Harden teve uma atuação histórica, daquelas que Michael Jordan assinaria com orgulho. Ele anotou 42 pontos, 7 assistências e 6 rebotes no comando do Houston diante do Portland Trail Blazers, que vinha em uma excelente série invicta de 13 jogos sem perder. O placar final no Moda Center, em Portland, foi 115×111 para os Rockets.

 

Um cestinha de tirar o fôlego

Harden está com uma inacreditável média de pontos nesta temporada regular. Ele agora responde por impressionantes 31,2 pontos por partida. Ninguém chega sequer perto. O segundo neste item é Anthony Davis, do New Orleans Pelicans, com 28,2, com Giannis Antetokounmpo “fechando o pódio”, com 27,5 por partida, na terceira colocação.

Para se ter ideia de como a comparação com Jordan não é descabida, foi exatamente este padrão – 32,6 pontos por jogo – que o mágico Air Jordan obteve naquela que os especialistas consideram a sua grande temporada regular, a de 1992/1993, quando o Chicago derrotou o Phoenix Suns de Charles Barkley na decisão.

Mas voltando a Harden, o que impressiona em seu desempenho atual é a capacidade de ser decisivo quando o time mais necessita, o que vai na contramão das críticas da última temporada.

O “show do Barba” agora inclui uma cara fechada nos instantes finais de partida que não lembra absolutamente nada do ar displicente que ele carregava até um ano atrás, quando o Houston foi realmente varrido por 4 a 2 pelo San Antonio Spurs na semifinal do Oeste.

 

Um mestre também nas assistências

Outro ponto do desempenho de Harden que chama a atenção de todo mundo é que sua faceta arremessadora não é a única – ele ainda encontra espaço para ser espantoso também na criação.

Além de cestinha, Harden é o terceiro nas assistências – o que, convenhamos, é realmente espetacular. Ele tem um índice de 8,3 assistências por partida, atrás só de LeBron (9,0) e Westbrook (10,1). Ou seja: antes mesmo de entrar em quadra, Harden tem praticamente um duplo-duplo garantido.

O Houston vai precisar agora encontrar uma forma de lidar com a pressão que vai vir como ônus da campanha brilhante da equipe na temporada regular. A performance dos Rockets é a melhor de toda a NBA, com o excelente aproveitamento de 80,3%. Golden State Warriors e Toronto Raptors vêm empatados atrás, com 74,6%.

A boa notícia para Harden e companhia é que Chris Paul está realmente sendo um coadjuvante dos mais capacitados. Diante do Portland, ele fechou a partida com 22 pontos e 8 rebotes, uma das suas melhores noites em todo o campeonato, especialmente diante de um adversário tão forte como foi o Portland jogando em seu ginásio lotado.

A grande expectativa daqui até o fim da temporada regular vai ser conferir se Houston e Spurs vão repetir – logo de cara! – o mata-mata do ano passado.

Os Rockets dificilmente vão deixar a ponta da Conferência Oeste – a diferença para os Warriors já saltou para quatro vitórias (57 a 53), e restam apenas 11 compromissos para o encerramento da série de jogos.

Já os Spurs estão em uma briga insana com as demais equipes do meio da tabela. O Oklahoma City Thunder está em quarto, com 43 vitórias, seguido por Pelicans, Spurs e Timberwolves (todos com 41). O oitavo é o Utah Jazz, com 40 vitórias – o nono colocado é o Denver Nuggets, com 38 triunfos e uma chance minúscula de entrar nos playoffs.

Ou seja: há sim uma grande possibilidade de termos um Spurs x Rockets no duelo do primeiro contra oitavo. Seria a deixa perfeita para Harden virar de vez a dolorosa página do ano passado.

 

Jogos da temporada regular da NBA 2017/2018

Terça-feira, 20 de março

  • Orlando Magic 86×93 Toronto Raptors
  • New Orleans Pelicans 115×105 Dallas Mavericks
  • Minnesota Timberwolves 123×109 Los Angeles Clippers
  • Boston Celtics 100×99 Oklahoma City Thunder
  • Utah Jazz 94×99 Atlanta Hawks
  • Phoenix Suns 88×115 Detroit Pistons
  • Portland Trail Blazers 111×115 Houston Rockets

Quarta-feira, 21 de março

  • 20:00 – Cleveland Cavaliers x Toronto Raptors – Palpite: Cavs
  • 20:00 – Philadelphia 76ers x Memphis Grizzlies – Palpite: 76ers
  • 20:30 – Miami Heat x New York Knicks – Palpite: Knicks
  • 20:30 – Brooklyn Nets x Charlotte Hornets – Palpite: Hornets
  • 21:00 – Milwaukee Bucks x Los Angeles Clippers – Palpite: Bucks
  • 21:00 – New Orleans Pelicans x Indiana Pacers – Palpite: Pelicans
  • 21:00 – Chicago Bulls x Denver Nuggets – Palpite: Nuggets
  • 22:30 – San Antonio Spurs x Washingon Wizards – Palpite: Spurs

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar