Brasileirão Série A

Enfrentando primeira sequência negativa na era Tiago Nunes, Atlético-PR recebe o Fluminense para se afastar do Z-4 no Brasileirão

Jogadores do Atlético-PR
Foto: Miguel Locatelli/Site Oficial

Após onda de derrotas longe de Curitiba, Furacão retorna à Arena da Baixada para voltar ao caminho das vitórias; Tricolor Carioca sonha com o G-6

Vindo de três derrotas consecutivas no Brasileirão, o Atlético Paranaense tenta jogar panos quentes em uma possível crise na primeira sequência de resultados negativos de Tiago Nunes à frente do clube. Tendo importantes retornos para o embate com o Fluminense, que acontece neste domingo (16 de setembro), na Arena da Baixada, e é válido pela 25ª rodada, o Furacão quer se distanciar de vez da zona do rebaixamento antes de colocar o pé na estrada rumo à Venezuela, onde enfrenta o Caracas pela Copa Sul-Americana.

 

Tiago Nunes enfrenta primeira desconfiança

A vida de técnico de futebol é ingrata. Uma sequência positiva e o comandante é colocado nas alturas. Mas é só as primeiras derrotas acontecerem e o treinador já sente a insegurança do cargo. Esta é a atual situação do Tiago Nunes. Depois de pegar o Atlético Paranaense na penúltima colocação do Brasileirão, o técnico deu um salto de qualidade na equipe, que chegou a ficar nove jogos invicta entre Nacional e Copa Sul-Americana. O resultado foi a nona posição no torneio de pontos corridos.

Mas bastou uma sequência de derrotas para o comandante rubro-negro enfrentar os primeiros questionamentos. Já são três tropeços na competição, sendo todos fora do Paraná: 2×0 para o Palmeiras, 3×1 para o Atlético-MG e 2×1 para a Chapecoense.

Voltando à Arena da Baixada, onde acumula seis vitórias consecutivas entre os dois torneios disputados, Tiago Nunes espera acabar com qualquer princípio de crise. O resultado logo mais é fundamental para a equipe seguir confiante para a abertura das oitavas de final da Copa Sul-Americana, que acontece na quarta-feira (19 de setembro), diante do Caracas, na Venezuela.

 

Furacão terá força máxima

Apesar do importante compromisso no meio de semana, o Furacão não deve poupar nenhum jogador para o duelo com o Fluzão. O motivo é simples: seguir distante do Z-4. Isso porque o clube, hoje na 14ª posição com 27 pontos, está três pontos acima do Vasco, clube que abre a zona da degola. À exceção de Marcelo Cirino, que está em processo final de recuperação na coxa, Tiago Nunes deve colocar força máxima. Nomes como o lateral-direito Jonathan, o volante Lucho González e o meio-campista Nikão devem voltar à equipe após cumprirem suspensão. O time rubro-negro deve ir com a seguinte formação: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira, Renan Lodi; Wellington, Lucho, Veiga; Marcinho, Nikão e Pablo.

 

Maratona carioca

Vindo de vitória no clássico com o Botafogo, o Fluminense se prepara para uma verdadeira maratona fora do Rio de Janeiro. O clube carioca percorrerá mais de 12 mil quilômetros nos próximos dias entre deslocamentos dos três jogos em questão. A equipe dirigida por Marcelo Oliveira começa a saga em Curitiba.

O resultado do embate com o Atlético Paranaense nos dirá as pretensões do clube no Brasileirão. Se vencer, o Flu, que hoje é o nono colocado com 31 pontos, pode se aproximar do G-6, que tem o Grêmio na sexta posição com 41 pontos. Qualquer outro placar que não seja a vitória e o clube deve se contentar em brigar pela parte intermediária da tabela, que dá vaga para a Copa Sul-Americana de 2019.

Por falar na competição continental, ela será o próximo destino do clube, já que o Tricolor enfrenta o Deportivo Cuenca, no Equador, na próxima quinta-feira (20 de setembro). Sem tempo para descanso, o clube retorna ao Brasil para pegar a Chapecoense pela 26ª rodada, na segunda-feira (24 de setembro).

 

A formação tricolor

Assim como o Furacão, o Flu deve ir a campo com o que tem de melhor no momento. O goleiro Júlio César, que foi substituído durante o embate com o Fogão por dores nas costas, e Sornoza, que esteve com a Seleção Equatoriana durante a data Fifa, devem retornar ao time. Outro que tem presença confirmada é o zagueiro Gum, que completará 400 jogos com a camisa do clube. Por outro lado, há desfalques. Pedro, que continua se recuperando de lesão no joelho, dá lugar a Kayke, enquanto o lateral-direito Gilberto, também no departamento médico, terá Leo como substituto. Quem também está fora é Ayrton Lucas, por suspensão. O time carioca deve ser o seguinte: Júlio César, Léo, Gum, Digão e Marlon; Richard, Jadson, Dodi e Sornoza (Luciano), Everaldo e Kayke.

 

Palpite

Após uma maratona fora de casa, que fez o clube despencar na tabela do Brasileirão, o Atlético Paranaense retorna à sua casa para pontuar. Invicto desde o início de junho na Arena da Baixada, o Furacão deve mostrar sua força contra o Fluminense e arrancar a vitória. Olho no atacante Pablo, autor de oito gols no Nacional com a camisa rubro-negra.

 

Jogos da 25ª rodada do Brasileirão da Série A

Sábado, 15 de setembro

  • 16:00 – Ceará x Vitória – Palpite: empate
  • 16:00 – Grêmio x Paraná – Palpite: Grêmio
  • 19:00 – Vasco x Flamengo – Palpite: empate

Domingo, 16 de setembro

  • 11:00 – Botafogo x América-MG – Palpite: Botafogo
  • 16:00 – Cruzeiro x Atlético-MG – Palpite: Atlético-MG
  • 16:00 – Atlético Paranaense x Fluminense – Palpite: Atlético-PR
  • 16:00 – Bahia x Palmeiras – Palpite: Palmeiras
  • 19:00 – Santos x São Paulo – Palpite: Santos
  • 19:00 – Corinthians x Sport – Palpite: Corinthians

Segunda-feira, 17 de setembro

  • 20:00 – Chapecoense x Internacional – Palpite: Internacional

 

Classificação do Campeonato Brasileiro 2018

  1. Internacional, 49 – Libertadores
  2. São Paulo, 49 – Libertadores
  3. Palmeiras, 46 – Libertadores
  4. Flamengo, 44 – Libertadores
  5. Atlético-MG, 41 – Pré-Libertadores
  6. Grêmio, 41 – Pré-Libertadores
  7. Cruzeiro, 33 – Sul-Americana
  8. Santos, 31 (um jogo a menos) – Sul-Americana
  9. Fluminense, 31 – Sul-Americana
  10. Corinthians, 30 – Sul-Americana
  11. América-MG, 30 – Sul-Americana
  12. Vitória, 29 – Sul-Americana
  13. Bahia, 28
  14. Atlético Paranaense, 27
  15. Botafogo, 26
  16. Chapecoense, 25
  17. Vasco, 24 (um jogo a menos) – Zona de rebaixamento
  18. Sport, 24 – Zona de rebaixamento
  19. Ceará, 24 – Zona de rebaixamento
  20. Paraná, 16 – Zona de rebaixamento

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Partida será a de ida pelas oitavas de final da competição | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar