Brasileirão Série A

Embalado, Santos é favorito para ampliar crise no lanterna Paraná pela 24ª rodada do Brasileirão

Jogadores do Santos
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Já ocupando a metade da tabela, Peixe pode pegar o “elevador” na competição se superar os últimos colocados em Curitiba; cada vez mais próximos da Série B, paranaenses precisam urgentemente da vitória

Depois de toda a tensão que foi a eliminação na Copa Libertadores em meio à escalação irregular de Carlos Sánchez, o Santos é 100% Campeonato Brasileiro. Vindo de 0x0 com o Grêmio, em partida que saiu reclamando de pênalti não marcado em Rodrygo, o Peixe esquece o embate no Pacaembu para reunir forças visando ao confronto com o Paraná. De olho em seu quinto jogo de invencibilidade no Nacional e na escalada na tabela, o alvinegro praiano pega o lanterna neste domingo (9 de setembro), às 19 horas, na Vila Capanema.

 

Ascensão de Cuca e companhia

Após passar grande parte do primeiro turno na parte debaixo da tabela e até ocupar a zona do rebaixamento, o Santos vem no embalo de quatro jogos invicto (três vitórias e um empate) e mostra neste segundo turno do Brasileirão que pode brigar pela Pré-libertadores de 2019.

Apesar da distância para o Atlético-MG, último clube que estaria classificado para a preliminar da competição continental, ser de dez pontos, o Peixe confia na força do elenco e em confrontos diretos com a parte de cima da tabela para subir na classificação. Atualmente em 10º lugar com 28 pontos, o clube pode pegar o elevador já na 24ª rodada, uma vez que o Corinthians, 8º com 30 pontos, visita o poderoso Palmeiras, e o América-MG, 9º com 29 pontos, mede forças com o embalado Ceará.

Para isso acontecer, o Santos também terá de passar por cima do lanterna Paraná. O jogo fora de casa serve de motivação para o Peixe, que sofreu apenas uma derrota nos últimos cinco embates longe de seus domínios. A equipe dirigida por Cuca vai ao Paraná desfalcada de Carlos Sánchez, que se lesionou com a Seleção Uruguaia, e até pode poupar alguns jogadores que têm sofrido com a maratona de jogos. Jean Mota deve ganhar a vaga do uruguaio e nomes como o atacante Bruno Henrique e os meio-campistas Bryan Ruiz e Derlis González podem ter chances entre os titulares.

 

Paraná: crise dentro e fora de campo

Se já não bastassem os nove jogos de jejum no Brasileirão e a lanterna na tabela com apenas 16 pontos conquistados em 23 jogos disputados, o Paraná vai para o jogo contra o Santos tentando colocar panos quentes em uma crise nos vestiários. Tudo por conta de um áudio vazado do lateral Igor criticando os salários atrasados e a diretoria.

Dentro de campo, o técnico Claudinei Oliveira tenta manter acesa a chama pela permanência à Série A. Isso só irá acontecer se o Tricolor iniciar uma reação no campeonato, já que a diferença para o Vasco, primeiro time fora do Z-4, é de oito pontos.

O Paraná que recebe o Santos no Durival Britto terá importantes desfalques. O primeiro deles é no setor defensivo. Emprestado pelo Peixe, Cleber Reis está fora por motivos de contrato. Mas como também está lesionado, sua participação já não aconteceria de qualquer maneira. Já o volante Leandro Vilela não joga por suspensão, enquanto o atacante Silvinho está no departamento médico.

Em contrapartida, Claudinei Oliveira pode contar o retorno do habilidoso Maicosuel. O meio de campo pode ser a peça de qualidade que a equipe tanto busca. Ainda pecando na parte física devido as seguidas lesões, o jogador deve entrar no decorrer do embate com o alvinegro praiano.

 

As escalações

Paraná: Richard; Júnior, René Santos (Jesiel), Rayan e Igor; Torito González (Jhonny Lucas), Alex Santana e Caio Henrique; Nadson, Carlos (Deivid) e Rafael Grampola. Técnico: Claudinei Oliveira.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu (Luiz Felipe), Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Diego Pituca e Jean Mota (Bryan Ruiz, Derlis González ou Daniel Guedes); Eduardo Sasha (Bruno Henrique), Gabigol e Rodrygo. Técnico: Cuca.

 

Palpite

O jogo é na Vila Capanema e o visitante deve jogar desfalcado, mas o favorito ainda assim é o Santos. Em melhor fase na temporada e aguardando o Tricolor tomar iniciativa do jogo, o Peixe pode alcançar um ótimo resultado em Curitiba. Olho em Gabigol, artilheiro do Brasileirão com 10 gols e responsável pelas principais jogadas ofensivas do alvinegro praiano.

 

Jogos da 24ª rodada do Brasileirão da Série A

Sábado, 8 de setembro

  • 16:00 – Sport x Cruzeiro – Palpite: empate
  • 19:00 – São Paulo x Bahia – Palpite: São Paulo
  • 21:00 – Flamengo x Chapecoense – Palpite: Flamengo

Domingo, 9 de setembro

  • 16:00 – América-MG x Ceará – Palpite: América-MG
  • 16:00 – Fluminense x Botafogo – Palpite: Botafogo
  • 16:00 – Palmeiras x Corinthians – Palpite: Palmeiras
  • 16:00 – Internacional x Grêmio – Palpite: empate
  • 19:00 – Paraná x Santos – Palpite: Santos
  • 19:00 – Vitória x Vasco – Palpite: Vitória

Segunda-feira, 10 de setembro

  • 20:00 – Atlético Mineiro x Atlético Paranaense – Palpite: Atlético-MG

 

Classificação do Campeonato Brasileiro 2018

  1. Internacional, 46 – Libertadores
  2. São Paulo, 46 – Libertadores
  3. Palmeiras, 43 – Libertadores
  4. Flamengo, 41 – Libertadores
  5. Grêmio, 41 – Pré-Libertadores
  6. Atlético-MG, 38 – Pré-Libertadores
  7. Cruzeiro, 32 – Sul-Americana
  8. Corinthians, 30 – Sul-Americana
  9. América-MG, 29 – Sul-Americana
  10. Santos, 28 (um jogo a menos) – Sul-Americana
  11. Bahia, 28 – Sul-Americana
  12. Fluminense, 28 – Sul-Americana
  13. Atlético Paranaense, 27 (um jogo a menos)
  14. Vitória, 26
  15. Botafogo, 26
  16. Vasco, 24 (um jogo a menos)
  17. Sport, 23 – Zona de rebaixamento
  18. Ceará, 23 – Zona de rebaixamento
  19. Chapecoense, 22 (um jogo a menos) – Zona de rebaixamento
  20. Paraná, 16 – Zona de rebaixamento

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar