Ganhador.com

Brasileirão Série A

Em meio à polêmica do Paulistão, Corinthians e Palmeiras se reencontram na 5ª rodada do Campeonato Brasileiro

Artilheiro de Itaquera, Romero é uma das armas do Corinthians para frear a boa fase do Palmeiras como visitante nesta temporada.

Foto: Léo Pinheiro/Framephoto/Estadão Conteúdo/Reprodução

Ainda lutando para impugnar a final do Campeonato Paulista, o Palmeiras retorna ao Itaquerão querendo confirmar seu bom momento na temporada e impôr nova derrota ao Corinthians.

Rivais desde antes da invenção do futebol, palmeirenses e corintianos se reencontram neste domingo, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro, poucas semanas após a polêmica final do Paulistão que deu ao Corinthians o título estadual e ao Palmeiras munição para mover céu e terra na tentativa de impugnar a partida por conta do pênalti – que foi sem nunca ter sido – de Ralf em Dudu e que foi (corretamente) “desmarcado” pela arbitragem após suposta interferência externa. Sem que o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) julgasse o mérito da questão, o caso foi dado como encerrado. Inconformados com o modo como sua demanda tem sido conduzida, o presidente do Verdão, Maurício Gagliotti, e sua diretoria jurídica lutam para levar o caso ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na derradeira tentativa de impugnar a polêmica final.

Nas quatro linhas, os técnicos Fabio Carille e Roger Machado mantém o discurso de que “dentro de campo” isso é passado e o que importa mesmo é o duelo deste domingo pelo Brasileirão. Mas, todo mundo sabe que a realidade costuma ser bem diferente nestes casos…

 

Triunfos na Copa do Brasil

Depois de um final de semana onde não passou de um empate em 1 a 1 contra o fraquíssimo Ceará, no Itaquerão, com um time “misto”, o Corinthians acumulou uma série de 4 jogos sem vitórias e foi “pressionado” para o jogo decisivo contra o Vitória pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Impondo-se desde o início, contando com uma grande atuação de Pedrinho, Rodriguinho, Mantuan (que começa a se “acostumar” com a lateral-direita) e – pasmem! – Romero, o Timão fez valer sua melhor qualidade e com o triunfo por 3 a 1 (Romero, 2, e Maycon) pôs fim ao tabu diante de Vagner Mancini – que não perdia para o Alvinegro do Parque São Jorge desde 2017  (3 jogos). Os visitantes ainda tentaram colocar alguma pressão em cima da zaga corintiana após o gol de André Lima aos 31 do segundo tempo, mas a grande vantagem de 3 gols construída até então deu ao Timão a tranquilidade para “cozinhar o Leão” em Itaquera e se garantir nas quartas de final da Copa do Brasil – caminho mais curto para a Libertadores 2019 e que dá uma boa premiação em dinheiro ao seu campeão.

O Palmeiras, por sua vez, fez sua estreia na competição na última quarta-feira, enfrentando o enjoado América-MG no Horto. Com uma grande atuação de Borja – que ficou “esperto” após ver a disposição de William em campo no comando de ataque – e contando com a má-pontaria do ataque dos donos da casa, o Verdão não deu sopa para o azar e confirmou seu favoritismo vencendo a partida por 2 a 1 (o que lhe dá o direito de jogar pelo empate na volta, dia 23, no Allianz Parque).

Encaminhados na Copa do Brasil, os dois times chegam “embalados” para o jogo deste domingo, pelo Brasileirão, onde vivem momentos distintos.

 

A história se repete?

Último time a perder os 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro, o Corinthians vem de dois resultados ruins na competição que lhe custaram, primeiro a liderança e, depois, a vice-liderança. A derrota para o Atlético-MG pela 3ª rodada e o empate diante do Ceará no final de semana passado, pela 4ª rodada, levaram o Timão para a 3ª colocação do campeonato, com 7 pontos – empatado com Vasco (1 jogo a menos), Grêmio, Atlético-MG, Fluminense e Sport. Somando-se a isso, o empate em 0 a 0 com o Vitória na ida das oitavas de final da Copa do Brasil e a derrota, em casa, diante do Independiente (2 a 1) pela Libertadores, o Timão, que em 2017 ficou conhecido como o “time que não perdia”, acumulou uma série de 4 jogos sem triunfos encerrada na última quinta-feira, no Itaquerão.

Curiosamente, como já havia acontecido em 2017, o Corinthians terá pela frente o Palmeiras em um momento em que precisa se recuperar e reencontrar o rumo. Na temporada passada, pelo campeonato Paulista, Jô saiu do banco de reservas no dérbi marcado pela expulsão absurdamente errada de Gabriel e marcou o gol da vitória do Timão (com um jogador a menos) sobre o poderoso Verdão. O jogo foi um divisor de águas na subida de produção do time de Fábio Carille em sua caminhada rumo ao título estadual.

Pelo returno do Brasileirão do ano passado, o Corinthians vinha mal e sofria ameaça de outros competidores, entre eles o Palmeiras, que poderia, no confronto direto assumir a liderança do campeonato. Mas, um tropeço do Verdão e a posterior vitória corintiana no Dérbi reabriram o caminho até o título. História que tem todos os elementos para se repetir neste domingo.

 

O melhor visitante

Segundo dados do Footstats, analisando as 18 principais ligas de futebol do mundo, o Palmeiras de Roger Machado é, neste momento, o 3º melhor visitante do mundo, com um aproveitamento impressionante de 84,4% atrás apenas da Juventus-ITA (88,9%) e do poderoso Bayern de Munich-ALE (86,1%) e à frente de times como Paris Saint Germain-FRA (79,2%) e Real Madrid-ESP (75%). Nada mal para um time que trouxe para 2018 toda a desconfiança da péssima temporada de 2017 – onde investiu muito, teve 3 técnicos e não conquistou absolutamente nada.

Foram, até aqui, 15 jogos como visitante na temporada, registrando 12 vitórias, 2 empates e apenas 1 derrota com a média de 1,80 gols marcados e apenas 0,40 sofridos.

Distante do líder Flamengo por apenas 2 pontos (10 contra 8) e tendo ainda o confronto direto no primeiro turno, o verdão sabe da importância de manter contra o Corinthians o seu excepcional desempenho como visitante. Para isso, o técnico Roger Machado deverá mexer pouco na equipe que vem atuando. Sem poder contar com Moisés, contundido, e Felipe Melo, suspenso, é provável que o Verdão entre em campo com Lucas Lima na armação e Thiago Santos na contenção. Guerra deverá seguir como arma para o segundo tempo, assim como William que poderá entrar na etapa final no lugar de Borja para manter a intensidade ofensiva do time.

 

Prováveis escalações

Com o departamento médico lotado e sem grandes opções no elenco, Fábio Carille não tem muito o que “inventar” em relação ao time que irá a campo no domingo. Fágner, Ralf, Renê Júnior e Clayson seguem se recuperando enquanto que Danilo não tem condições físicas de ir para o jogo. Roger, longe do melhor condicionamento, também deverá ser uma opção para o segundo tempo, uma vez que o time – por incrível que pareça –, tem jogado melhor sem um atacante de área. A grande dúvida é em relação a Pedrinho que foi  muito exigido no duelo contra o Vitória na quinta-feira. Uma avaliação à respeito do desgaste do atleta definirá se ele começa entre os 11 ou fica como opção para o segundo tempo. Caso não possa ir para o jogo, Mateus Vital deve retornar.

Com tudo isso, o Corinthians deverá ir a campo com: Cássio; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Pedrinho (Mateus Vital) Rodriguinho, Jadson e Romero. Técnico: Fábio Carille.

Tendo menos problemas para escalar o seu time – e um elenco bem maior e mais qualificado – Roger Machado, além de Moisés e Felipe Melo,  não poderá contar também com Gustavo Scarpa, que segue “enrolado” com o Fluminense.

Desta forma, é quase certo que o Palmeiras irá a campo com: Jailson; Marcos Rocha, Edu Dracena, Antonio Carlos e Diego Barbosa; Thiago Santos e Bruno Henrique; Keno, Lucas Lima e Dudu; Borja. Técnico: Roger Machado.

 

Palpite para Corinthians x Palmeiras

Todas as “vantagens” estão do lado do Palmeiras, que vive um momento melhor, tem um elenco mais qualificado e encontrou sua forma de jogar fora de casa.

A favor do Corinthians, apenas o Itaquerão tomado de preto e branco e o retrospecto recente diante do Verdão que vem sendo “melhor” que o alvinegro há algum tempo, mas não consegue refletir esta superioridade em campo.

Mesmo jogando fora de casa, o Palmeiras deverá tomar a inciativa do jogo – uma característica do time. Isso dará ao Corinthians a chance de jogar “por uma bola” no contra ataque – estratégia que lhe rendeu o Brasileirão no ano passado.

Pode funcionar, mas o mais provável é que o Palmeiras – ainda com o Campeonato Paulista entalado na garganta – imponha uma derrota em casa ao Corinthians e aumente para 3 o número de rodadas sem vitórias pelo Brasileirão dos comandados de Fábio Carille.

 

Jogos e palpites para a 5ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A

Sábado, 12/05/2018

  • 16:00 – Grêmio x Internacional – palpite: Grêmio

Domingo, 13/05/2018

  • 11:00 – Cruzeiro x Sport – palpite: Cruzeiro
  • 16:00 – Atlético-PR x Atlético-MG – palpite: Atlético-PR
  • 16:00 – Chapecoense x Flamengo – palpite: Flamengo
  • 16:00 – Bahia x São Paulo – palpite: Bahia
  • 16:00 – Vasco x Vitória – palpite: Vasco
  • 16:00 – Corinthians x Palmeiras – palpite: Palmeiras
  • 19:00 – Santos x Paraná – palpite: Santos

Segunda-feira, 14/05/2018

  • 20:00 – Botafogo x Fluminense – palpite: empate
  • 20:00 – Ceará x América-MG – palpite: América-MG

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. fabio jose novaves Baía

    11 de Maio de 2018, às 16:15

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar