Copa Verde

Em busca da quinta semifinal consecutiva, Paysandu enfrenta o Santos do Amapá pela Copa Verde

Paysandu 2018
Foto: Fernando Torres/Paysandu

Papão tem o melhor histórico da competição, e eliminou os amapaenses no ano passado

Nesta quinta-feira (08), às 21:15 (horário de Brasília), o Paysandu tem um novo compromisso pela Copa Verde, desta vez contra o Santos do Amapá, em partida válida pelas quartas de final. O duelo acontece no Estádio Zerão, em Macapá. Atual vice-campeão do torneio, o Papão foi o responsável pela maior goleada desta edição, 4×0 sobre o Interporto, no Estádio da Curuzu, em partida que marcou a estreia do atacante Walter (ex-Fluminense e Goiás), e é um dos favoritos à conquista do título.

Além da cota de R$ 180 mil, o campeão da Copa Verde garante vaga nas oitavas-de-final da Copa do Brasil de 2019.

 

Santos-AP x Paysandu

O Paysandu atravessa um grande momento desde o retorno do técnico Dado Cavalcanti, em meados de fevereiro. O time está invicto há cinco jogos, com vitórias nos últimos quatro compromissos, e no campeonato estadual lidera o Grupo A1, com apenas um revés em oito rodadas.

Jogando fora de casa, o Papão não se saiu bem na estreia pela Copa Verde contra o Interporto. O time criou as melhores oportunidades, mas não conseguiu sair do 0x0 diante dos campeões tocantinenses. As coisas melhoraram bastante no jogo de volta, quando o Papão goleou por 4×0 em Belém, com grande atuação de Cassiano, que marcou dois gols.

O atacante é o destaque do Alviceleste neste início de temporada, e já foi às redes cinco vezes. Para a posição, Dado Cavalcanti conta ainda com Walter, mas o jogador passou três meses sem atuar, e como trava uma conhecida batalha contra a balança, tem sido lançado aos poucos até que adquira a plenitude de sua forma. Ele pode ser uma arma importante para o segundo tempo.

“Talvez o Walter começando hoje não entraria em uma igualdade física. Por ainda estar abaixo, mesmo tendo qualidade, poderia não se sobressair. No decorrer do jogo é nítida a qualidade técnica, perceptível as jogadas diante dos adversários desgastados, entrando e fazendo a diferença. Tem evoluído e ganhando mais força, com menos percentual de gordura. Vamos esperar um pouco mais para ele iniciar uma partida.”, observou o comandante.

O Papão é uma das principais forças do futebol da região, e além de ter disputado todas as edições da Copa Verde, sempre chegou pelo menos até as semifinais, sendo campeão em 2016. O time é o dono dos melhores números da competição, com 64 pontos somados em 30 compromissos, e apenas quatro derrotas.

A exemplo do Paysandu, o Santos-AP também participou de todas as edições da Copa Verde, mas teve desempenho bem mais modesto. Sua melhor campanha aconteceu no ano passado, quando terminou em terceiro lugar. Ao longo de cinco temporadas, o time amapaense disputou 14 partidas, mas venceu apenas três.

Um dos triunfos aconteceu no último dia 21, no mesmo Estádio Zerão onde enfrentará os paraenses. Depois de perder o jogo de ida contra o Atlético-AC por 3×2, o time soube se impôr em casa, e levou a melhor pelo placar de 2×1. O gol qualificado garantiu a classificação.

Para o duelo de quinta-feira, o técnico Edson Porto terá à sua disposição dois reforços que conhecem bem o adversário. O lateral-esquerdo Almir Júnior, que já defendeu as cores do Paysandu, e o atacante Rodrigão, revelado pelo Remo, tiveram seus nomes publicados no BID, mas a princípio devem ficar no banco.

Além dos dois embates contra o Atlético-AC, o Santos-AP disputou apenas uma partida oficial em 2018, e perdeu para o Sport, despedindo-se da Copa do Brasil ainda na primeira fase. O Campeonato Amapaense começa apenas no próximo dia 26.

 

Retrospecto de Santos-AP x Paysandu

Santos-AP e Paysandu estiveram frente a frente em quatro oportunidades nos últimos três anos, todas pela Copa Verde. Em 2015, o Papão eliminou o Peixe da Amazônia nas oitavas-de-final. O jogo do Amapá terminou empatado em 1×1, mas o Paysandu fez o dever de casa em Belém, e avançou de fase com uma vitória por 2×0. A história se repetiu em 2017, desta vez em confronto válido pela semifinal. A partida de ida, no Estádio Zerão, novamente terminou 1×1, e os paraenses liquidaram a fatura ao triunfar por 3×1 no Estádio da Curuzu.

Últimos jogos

  • 08/02/15 – Santos-AP 1×1 Paysandu
  • 21/02/15 – Paysandu 2×0 Santos-AP
  • 15/04/17 – Santos-AP 1×1 Paysandu
  • 18/04/17 – Paysandu 3×1 Santos-AP

 

Prováveis escalações

Santos-AP: Axel; Diego Carajás, Dedé, Preto Barcarena e Eduardo; Lessandro, Jeferson Jari, William Fazendinha e Riquelme; Jean Marabaixo e Dhonata. Técnico: Edson Porto

Paysandu: Marcão Milanezi; Maicon Silva, Perema, Diego Ivo e Mateus Muller; Nando Carandina, Willyam e Fábio Matos; Mike, Moisés e Cassiano. Técnico: Dado Cavalcanti

 

Palpite

Tanto nos confrontos contra o Santos-AP em edições anteriores, quanto no embate contra o Interporto pela primeira fase, o Paysandu seguiu um padrão: empate na casa do adversário e vitória no Estádio do Curuzu. O Papão tentará largar na frente, mas o mais importante será manter a disputa em aberto para a partida de Belém. Acredito em uma nova igualdade.

Outros jogos

O atual campeão, Luverdense, encara o Sparta no Estádio Mirandão, em Tocantins. O time do Mato Grosso venceu as duas partidas contra o Corumbaense, e mostrou que chega forte para buscar o bicampeonato. Invicto há três jogos, o vice-líder do Campeonato Mato-Grossense jogará praticamente completo. A única ausência será o atacante Pimentinha, que já está há quase um mês aos cuidados do departamento médico, e não estará recuperado a tempo de ajudar o Verdão. A Copa Verde é a primeira competição que o Sparta disputa fora de Tocantins, e o time começou com o pé direito. Mesmo com dois empates, o Tricolor conseguiu eliminar nos pênaltis o Real Ariquemes. A partida acontece na quarta-feira, às 20:30, e a expectativa é por uma vitória dos visitantes.

Também na quarta-feira, o Cuiabá recebe o Atlético Itapemirim na Arena Pantanal. O Dourado participou das outras quatro edições da Copa Verde, mas com exceção de 2015, ano em que conquistou o título, nunca foi além da sexta colocação. Depois de perder na estreia, o time conseguiu uma bela vitória por 3×0 sobre Operário, e chega como favorito para encarar os capixabas, que disputam pela primeira vez o torneio.

 

Jogos das quartas de final da Copa Verde 2018

Quarta-feira, 7 de março

  • 20:00 – Cuiabá x Atlético-ES – Palpite: Cuiabá
  • 20:30 – Sparta x Luverdense – Palpite: Luverdense
  • 21:30 – Manaus x Rio Branco-AC – Palpite: Manaus

Quinta-feira, 8 de março

  • 21:15 – Santos-AP x Paysandu – Palpite: Empate

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar