Ganhador.com

Brasileirão Série A

Desesperados Sport x Paraná fazem confronto direto contra o rebaixamento pela 22ª rodada do Brasileirão

Jogador do Sport Club Recife
Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Há 11 jogos sem vencer, rubro-negro pernambucano tenta encontrar forças na Ilha do Retiro; paranaenses apostam em ex-técnico do Leão para surpreenderem no Recife

A briga contra o rebaixamento para a Série B do futebol brasileiro ganha um novo capítulo neste domingo (2 de setembro) com Sport x Paraná. O jogo no Recife, às 16 horas, coloca frente a frente dois candidatíssimos à segunda divisão tupiniquim em 2019. Há 11 jogos sem vencer, o Leão é o antepenúltimo colocado com 20 pontos. Já o Tricolor Paranaense segura a lanterna da competição com 15 pontos, sendo sete de distância para o Vitória, o primeiro time fora do Z-4. Quem levará o confronto na Ilha do Retiro?

 

Sport: crise sem fim

Dono atualmente da maior série negativa da Série A com 11 jogos sem vitórias, sendo quatro derrotas consecutivas, o Sport está no fundo do poço. Nem mesmo a chegada de Eduardo Baptista mexeu com o elenco, que parece não ter forças para reagir na competição. Com o técnico à frente da equipe, o rubro-negro vem de três jogos sem nenhum gol marcado (diante do Botafogo, América-MG e Santos) e ainda sete gols sofridos, números que contribuem para o clube ter a segunda pior defesa do campeonato com 34 gols.

Em 18º lugar com 20 pontos, a equipe rubro-negra só não ocupa as duas últimas posições porque dois times que subiram para a elite nacional seguram estas vagas: o Ceará, 19º com 17 pontos, e o Paraná, 20º com 15 pontos. Por falar no lanterna da competição, este é o rival pernambucano da 22ª rodada.

O chamado duelo de seis pontos é um incentivo para o Sport, que desta vez terá um jogo de igual para igual. Precisando urgentemente da vitória para não ficar ainda mais atrás na tabela, o Tricolor não deve ficar no campo de defesa. Isso pode ser benéfico ao Leão, que tem sofrido para propor o jogo na Ilha do Retiro – clube ocupa o penúltimo lugar como mandante, com apenas três vitórias em dez jogos disputados.

 

Mudanças pernambucanas

Com a Série B cada vez mais perto da realidade rubro-negra, o Sport tem buscado, na base do desespero, encontrar soluções. Uma delas é a contratação de novos jogadores. Depois de investir em nomes conhecidos do cenário nacional, como Michel Bastos e Rafael Marques, e ver estes jogadores não darem conta do recado, o clube pernambucano trouxe novas caras de divisões inferiores do futebol brasileiro para ver se eles conseguem dar resposta rápida. Os volantes Jair, que atuava pelo Juventude, e Marcão Silva, ex-Cuiabá, além do atacante Safira, que estava no Londrina, são novas peças de Eduardo Baptista, que ainda pode receber Adenilson, Fabiano e Matheus Peixoto, trio do Bragantino que levou o clube paulista ao acesso à Série B.

Enquanto os novos jogadores ainda aguardam seus nomes aparecerem no BID, o Sport deve ir com o que tem de melhor disponível no momento. Isso significa que o atacante Hernane, contratado junto ao Grêmio para resolver o problema ofensivo rubro-negro, deve ganhar uma nova oportunidade. Sem balançar as redes adversárias há seis meses, o Brocador pode finalmente quebrar o jejum.

 

Claudinei Oliveira: a arma paranaense

A sequência sem vitórias do Paraná não chega a ser igual ao do Sport, mas o clube tem algo pior a levar em consideração: a lanterna da Série A. Atualmente com 15 pontos, o Paraná precisaria de pelo menos três rodadas para sair da zona do rebaixamento – ou seja três vitórias consecutivas e uma combinação de resultados. Com a situação se complicando a cada semana, o Tricolor sabe da importância de um triunfo logo mais.

Há sete jogos sem vencer no Brasileirão, a equipe da Vila Capanema conta com um espião para ampliar a crise no Leão. Isso porque o técnico Claudinei Oliveira estava no time pernambucano até três semanas atrás. Depois de um início promissor no campeonato, chegando até atingir a vice-liderança após oito jogos, o treinador não resistiu aos maus resultados – oito jogos sem vitórias – e pediu demissão do clube pernambucano.

À frente do Paraná, ele conquistou um ponto em três jogos disputados. Com a dura missão de livrar o clube do descenso, o comandante precisará melhorar o setor ofensivo paranaense, que anotou apenas 10 gols em 21 jogos, para ganhar um respiro.

 

Palpite

Está aí um confronto em aberto, com 50% de chances para cada lado. Se por um lado o Sport tem sido o saco de pancadas dos adversários nas últimas rodadas, o Paraná tem sido ineficiente ofensivamente. A possibilidade de um jogo truncado e com poucos gols é enorme na Ilha do Retiro. Ainda assim, o Leão leva pequena vantagem por jogar ao lado de seu torcedor. É por isso que o meu palpite ficará desta vez com o time da casa.

 

Jogos da 22ª rodada do Brasileirão da Série A

Sábado, 1º de setembro

  • 16:00 – Vitória x América-MG – Palpite: Vitória
  • 16:00 – Grêmio x Botafogo – Palpite: Grêmio
  • 19:00 – Vasco x Santos – Palpite: Santos
  • 21:00 – Corinthians x Atlético-MG – Palpite: Atlético-MG

Domingo, 2 de setembro

  • 11:00 – Flamengo x Ceará – Palpite: Flamengo
  • 16:00 – Atlético Paranaense x Bahia – Palpite: Atlético Paranaense
  • 16:00 – São Paulo x Fluminense – Palpite: São Paulo
  • 16:00 – Sport x Paraná – Palpite: Sport
  • 19:00 – Cruzeiro x Internacional – Palpite: empate
  • 19:00 – Chapecoense x Palmeiras – Palpite: Palmeiras

 

Classificação do Campeonato Brasileiro 2018

  1. São Paulo, 45 – Libertadores
  2. Internacional, 42 – Libertadores
  3. Flamengo, 41 – Libertadores
  4. Palmeiras, 37 – Libertadores
  5. Grêmio, 37 – Pré-Libertadores
  6. Atlético-MG, 34 – Pré-Libertadores
  7. Cruzeiro, 30 – Sul-Americana
  8. Corinthians, 29 – Sul-Americana
  9. América-MG, 26 – Sul-Americana
  10. Fluminense, 26 – Sul-Americana
  11. Bahia, 25 (um jogo a menos) – Sul-Americana
  12. Botafogo, 25 – Sul-Americana
  13. Atlético Paranaense, 24 (um jogo a menos)
  14. Santos, 24 (um jogo a menos)
  15. Vasco, 24 (um jogo a menos)
  16. Vitória, 22
  17. Chapecoense, 21 (um jogo a menos) – Zona de rebaixamento
  18. Sport, 20 – Zona de rebaixamento
  19. Ceará, 17 – Zona de rebaixamento
  20. Paraná, 15 – Zona de rebaixamento

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar