Ganhador.com

Futebol Europeu

Depois de humilhar Croácia no campo de jogo, Espanha se torna a mais forte candidata a receber a Eurocopa de 2028

Troféu da Eurocopa
Foto: Jan Hetfleisch/UEFA via Getty Images

País também está no páreo pela Copa do Mundo de 2030

Nesta quarta-feira, o presidente do Governo Espanhol Pedro Sánchez, o presidente da FIFA Gianni Infantino e o presidente da Real Federação Espanhola de Futebol Luis Rubiales estiveram reunidos. A pauta foi o interesse da Espanha em organizar a Eurocopa de 2028, o que seria o primeiro grande evento futebolístico do país desde a Copa do Mundo de 1982. Também se discutiu a possibilidade dos espanhóis receberem o Mundial de 2030 em conjunto com Marrocos e Portugal.

 

Detalhes do projeto “Espanha 2028”

Em 1982, a Espanha utilizou 17 estádios de 14 cidades para abrigar o primeiro Mundial com 24 participantes. Hoje, a nação conta com 19 arenas em 14 municípios com capacidade de pelo menos 30 mil espectadores.

Algumas prováveis praças que receberiam as delegações e os torcedores seriam Madri (Santiago Bernabéu e Wanda Metropolitano), Barcelona (Camp Nou, Cornellà El Prat e Montjuic), Sevilla (Sánchez Pizjuán), Bilbao (San Mamés), Valencia (Mestalla), Elche (Martínez Valero), Zaragoza (La Romareda) e San Sebastián (Anoeta).

O comitê local de organização pode optar por remodelar alguns estádios, ampliando suas capacidades.

Não há previsão de mudança no número de competidores. Seriam 24 seleções, 51 jogos em aproximadamente 32 dias.

Pouca gente lembra, mas a Espanha foi a sede da Eurocopa de 1964, que teve apenas quatro esquadras. A Espanha bateu a Hungria e a União Soviética e deu a volta olímpica.

Querendo gastar menos que os 11 milhões de Euros que o Brasil gastou em 2014, a Espanha espera movimentar sua economia em cerca de 1 bilhão de euros com a Copa do Mundo.

 

As próximas Eurocopas

A Eurocopa de 2020 será Pan-Europeia. Doze cidades do continente receberão os jogos. A grande final será em Londres, mas teremos partidas até em Baku, capital do Azerbaijão.

A sede da competição continental de 2024 será anunciada no próximo dia 27. Alemanha e Turquia estão na briga. Os cartolas divulgarão o vencedor em Nyon, na Suíça.

Para 2028, ainda não há nenhum candidato oficial, pois o prazo de inscrição ainda não começou, nem tampouco foi divulgado quando se inicia. Rumores indicam que há outros três candidatos: Inglaterra, Itália e Escandinávia (com pelejas na Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia).

 

Copa do Mundo de 2030

A Espanha não descartou, porém não se entusiasmou tanto, com a possibilidade levantada pela FIFA de uma candidatura conjunta com Marrocos e Portugal para receber a fase final do Mundial de 2030, que, a princípio, terá 48 seleções.

Os candidatos oficiais até agora são Argentina/Paraguai/Uruguai e o Marrocos. Uma candidatura do Reino Unido também deve sair do papel. Autoridades do país têm mantido conversas com as federações da Inglaterra, Escócia, País de Gales, Irlanda do Norte e até com a vizinha Irlanda.

Boatos dão conta também de que Camarões, Egito, Japão, China e Coreia do Sul/Coreia do Norte apresentariam suas propostas. Apesar das diferenças políticas, os marroquinos podem ganhar as adesões de Argélia e Tunísia ao seu projeto.

 

A Fúria voltou

O anúncio feito pela Espanha veio num momento apropriado. A Roja estreou na recém criada Liga das Nações da UEFA com dois triunfos impressionantes. Em Wembley, a Fúria calou a euforia inglesa e venceu por 2 a 1. Três dias depois, esfolou a Croácia, atual vice-campeã do planeta, em Elche por 6 a 0.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar