NBA

Curry e Durant acabam com os Rockets, e NBA vê quarta final seguida entre Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers

Kevin Durant e Stephen Curry - Golden State Warriors
Foto: Jim McIsaac/Getty Images

Nunca uma decisão de NBA havia ultrapassado dois anos seguidos, e este dado por si só já dá a dimensão de que esta saga entre Cavs e Warriors passou mesmo para a história…                       

A hora da decisão é mesmo um mundo à parte dentro do esporte, e o Golden State Warriors mostrou isso com toda a sua veemência ao bater o Houston Rockets em pleno Toyota Center na noite desta segunda-feira (28). Com Stephen Curry e Kevin Durant dando tudo o que sabem e provando que são confiáveis até em um Jogo 7 dos mais difíceis na casa do adversário, os Warriors fecharam a final do Oeste com um 101×92 em cima de um Houston que esteve desfalcado de Chris Paul e não pôde mesmo fazer muita coisa.

Com a classificação para a final, os Warriors voltam a cruzar o caminho do Cleveland Cavaliers. É a quarta decisão entre ambos. O Golden State venceu em 2015 e 2017, enquanto os Cavs ficaram com o título em 2016.

 

Pura pólvora

Os Warriors têm um estilo dos mais diretos e vertiginosos – se fosse numa luta, diríamos que a equipe se especializa em levar o adversário para as cordas e acertá-lo sempre nos pontos mais fracos. O Houston nunca pôde respirar diante de uma artilharia pesadíssima. Kevin Durant, por exemplo, fechou a partida com cinco cestas de três, 34 pontos, 5 rebotes e 5 assistências, enquanto Stephen Curry foi também o cestinha genial de sempre nos playoffs: 27 pontos, 9 rebotes e 10 assistências. Klay Thompson, com 19 pontos, e Draymond Green, com 10, e mais 13 rebotes, também foram providenciais na classificação do Golden State.

O impressionante foi que o Houston chegou a abrir 15 pontos de frente, livrando um 48×33 que parecia encaminhar a série para uma outra definição. Mas a sua eficiência no ataque despencou a partir daí, especialmente nos chutes de três. Chegaram a errar 27 (!!) tiros longos de maneira seguida, o que decreta mesmo qualquer fracasso em quadra. Foi uma partida nervosa e com muitos erros de lance livre: o Golden State acertou só 50% (7/14), enquanto os Rockets também deixaram a desejar, com 59% (13/22).

Os 32 pontos, 6 rebotes e 6 assistências de James Harden ficaram curtos – bem ao contrário da sua barba sempre gigante. Ele errou 11 tiros de três. E o que dizer de Trevor Ariza, que falhou todos os nove arremessos de três que tentou e ficou zerado em pontos? Falávamos desde o começo da série: o aspecto mental dos Rockets realmente seria pesado demais para carregar. O time não atinge a final desde 1995, e a contagem (e a pressão) vai seguir crescendo nos próximos playoffs.

 

Kerr dá show de estratégia

A lesão sofrida por Chris Paul no quinto jogo foi realmente providencial para o Golden State, que encontrou caminho livre para explorar todas as peças que tinha à sua disposição. Os Rockets, por sua vez, não encontraram as soluções. Seus jogadores que saíram do banco anotaram míseros três pontos! Os Warriors abriram frente a seis minutos e meio para o fim com um 89×76 e depois disso só administraram.

O brilho deste Jogo 7 ficou também com o técnico Steve Kerr, que orientou claramente os seus jogadores a buscar a falta em Clint Capela para minar a sua confiança e demonstrar o seu baixo aproveitamento de tiros livres. E tudo isso em pleno Toyota Center, lotado com quase 20.000 espectadores, que foram para a casa com a amarga decepção de perder no Jogo 7, depois da melhor temporada regular de sua história. Tanto Cavs quanto Warriors precisaram de sete jogos e de uma reversão no mando de quadra para chegar à final. Estamos diante de mais uma decisão das mais empolgantes, com evidente favoritismo dos Warriors, em que pese a fase exuberante de LeBron James. Começa já nesta quinta-feira (31). Deixar de acompanhar vai ser impossível.

 

Jogos das finais da Conferência Oeste da NBA 2017/2018

Jogo 1 

  • Houston Rockets 106×119 Golden State Warriors (0-1) 

Jogo 2 

  • Houston Rockets 127×105 Golden State Warriors (1-1) 

Jogo 3 

  • Golden State Warriors 126×85 Houston Rockets (2-1) 

Jogo 4 

  • Golden State Warriors 92×95 Houston Rockets (2-2) 

Jogo 5 

  • Houston Rockets 98×94 Golden State Warriors (3-2) 

Jogo 6 

  • Golden State Warriors 115×86 Houston Rockets (3-3) 

Jogo 7 – Segunda-feira, 28 de maio 

  • Houston Rockets 92×101 Golden State Warriors (3-4)

 

Jogos das Finais da NBA 2017/2018

Jogo 1 – Quinta-feira, 31 de maio 

  • 22:00 – Golden State Warriors x Cleveland Cavaliers – Palpite: Warriors 

Jogo 2 – Domingo, 3 de junho 

  • 21:00 – Golden State Warriors x Cleveland Cavaliers

Jogo 3 – Quarta-feira, 6 de junho 

  • 22:00 – Cleveland Cavaliers x Golden State Warriors

Jogo 4 – Sexta-feira, 8 de junho 

  • 22:00 – Cleveland Cavaliers x Golden State Warriors

Jogo 5 (se necessário) – Segunda-feira, 11 de junho 

  • 22:00 – Golden State Warriors x Cleveland Cavaliers

Jogo 6 (se necessário) – Quinta-feira, 14 de junho 

  • 22:00 – Cleveland Cavaliers x Golden State Warriors

Jogo 7 (se necessário) – Domingo, 17 de junho 

  • 21:00 – Golden State Warriors x Cleveland Cavaliers

 

Como apostar na futebol 2021