Ganhador.com

Copa Libertadores

Corinthians x Colo-Colo: após 1 a 0 no Chile, Timão precisa de dois gols para avançar direto às quartas de final

Experiência pesa

Mesmo em má-fase, Jadson é uma das armas do Corinthians para vencer o Colo-Colo hoje no Itaquerão.

Foto: reprodução

Campeão da Libertadores em 2012, o Corinthians recebe o Colo-Colo tentando acabar com sua sina nas oitavas de final da competição – fase em que o Alvinegro foi eliminado nas edições de 2013, 2015 e 2016. Para tanto, precisará, no mínimo, devolver o 1 a 0 sofrido no Chile há três semanas – placar que levará a decisão para os pênaltis.

Campeão Paulista em 2018, ainda sob o comando de Fábio Carille, e sem chances de título no Brasileirão – é o 8º colocado, com 29 pontos – o Corinthians deposita todas as suas esperanças de um novo título nos mata-mata que disputa neste segundo semestre: Copa Libertadores e Copa do Brasil. Pela competição nacional, o Timão, apesar do futebol “vacilante”, está bem: é semifinalista e decide contra o Flamengo uma vaga na grande final. Pela Libertadores, entretanto, a conversa é outra. A derrota por 1 a 0 contra o Colo-Colo fora de casa dá aos chilenos a vantagem de jogarem pelo empate – um placar nem tão improvável assim dentro do Itaquerão. O jogo, com transmissão na TV aberta (Globo) para SP, PR, MS e MT, começa as 21:45 desta quarta-feira.

 

Vencer ou vencer

Sem ter muito o que mexer nas peças que têm à sua disposição, o técnico Osmar Loss adotou a tática do “mistério” para armar o Corinthians que irá a campo na noite de hoje. Sua maior esperança de gols está nos pés de Romero, que volta ao time após cumprir suspensão contra o Paraná na 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, e na bola parada de Jadson que não atravessa boa fase mas ainda não tem um reserva com as mesmas características dentro do elenco corintiano. Cada um marcou 11 gols nesta temporada e podem ser decisivos no duelo de hoje.

Expulso no jogo de ida, Gabriel, suspenso, dará lugar a Ralf que fará a proteção à zaga ao lado de Douglas – outro jogador que foi muito mal no Chile. Na frente, Loss segue sem poder contar com Jonathas (dores na coxa direita) e Díaz (ainda sem condicionamento fisico para atuar). Cássio, que foi substituído por Walter ainda no primeiro tempo do jogo contra o Paraná, segue em tratamento para as dores que vem sentindo no quadril e a comissão técnica decidirá quem atuará no gol corintiano momentos antes do início da partida.

 

O Itaquerão joga a favor (ou quase)

Uma das armas do Timão para o jogo de hoje é o seu estádio. Nos últimos 10 jogos disputados em Itaquera como mandante – em todas as competições que disputa – o Corinthians conquistou cinco vitórias, três empates e duas derrotas. O problema está no poder ofensivo do alvinegro: nas últimas 68 partidas como mandante, o Corinthians marcou menos de 1,5 gols em 29 delas – um número ruim para um time que precisa de 2 gols para não passar pela loteria dos pênaltis.

Um outro detalhe: em seis dos últimos 15  jogos como mandante, o Corinthians conseguiu apenas uma virada no placar após sofrer o primeiro gol.

 

Pedra no sapato

O Colo-Colo chegou à fase mata-mata da Libertadores com a pior campanha entre os 16 clubes classificados. Fato que, dentro de campo, pouco pesou contra o Timão na vitória por 1 a 0 há três semanas.

Reforçado por velhos conhecidos como Valdívia e Lucas Barrios, o time melhorou seu desempenho e chega para o duelo de logo mais embalado pela vitória por 1 a 0 contra a Universdad de Chile no clássico da Primera Division onde ocupa a 5ª colocação, sete pontos atrás do líder.

Sem desfalques e sem precisar se arriscar, o Colo-Colo deverá repetir a escalação do jogo de ida e apostar nos rápidos contra-ataques puxados por Valdívia – atleta que mesmo na baixa, consegue ser decisivo contra o Corinthians – para pressionar a defesa dos donos da casa.

 

Possíveis escalações

Corinthians

Com os problemas já mencionados, Osmar Loss deverá mandar à campo a seguinte equipe:

Cássio (Walter); Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Jadson, Romero e Pedrinho; Roger.

Colo-Colo

Sem desfalques, o técnico Héctor Tapia não terá dificuldades para escalar a mesma equipe que venceu o Corinthians por 1 a 0 no Chile:

Orion; Zaldivia, Barroso e Insaurralde; Opazo, Baeza, Carmona e Damián Pérez; Valdívia; Paredes e Lucas Barrios.

 

Palpite para Corinthians x Colo-Colo

Falando de forma muito realista, as chances de o Corinthians ser campeão da Libertadores são mínimas. O que não significa dizer que o Colo-Colo é um time muito superior ao Alvinegro ou que os brasileiros não têm elenco para chegarem às quartas de final. Tem. O problema é que a Libertadores não gosta do Corinthians e prefere se livrar dele logo nas oitavas.

Para o duelo de logo mais – apesar de todas as limitações que o Corinthians tem para marcar gols – é seguro acreditar em uma vitória dos donos da casa. Mais seguro ainda seria o técnico Osmar Loss confirmar Walter no gol e dar moral para o reserva ao invés de fazer a novela do “vamos esperar pelo Cássio até o último minuto” porque se no último minuto não der para o titular, o reserva irá à campo sabendo que não tem a confiança do treinador para atuar em um jogo importante como esse.

De todo modo, apesar de perigoso, o Colo-Colo deverá tombar em Itaquera. O problema é que para o Corinthians “vencer” e “se classificar” são, hoje, coisas bem diferentes.

 

PAPITES E RESULTADOS PARA OS JOGOS DE VOLTA DAS OITAVAS DE FINAL DA LIBERTADORES 2018

TERÇA-FEIRA, 28 DE AGOSTO
  • 19:30 – Santos 0 x 0 Independiente (3×0 na ida após decisão da CONMEBOL)
  • 21:45 – Atlético Nacional 1 x 0 Atlético Tucumán (0x2)
  • 21:45 – Grêmio 2 (5) x 1 (3) Estudiantes (1×2)
QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO
  • 19:30 – River Plate x Racing (0x0) – Palpite: River
  • 21:45 – Cruzeiro x Flamengo (2×0) – Palpite: Empate
  • 21:45 – Corinthians x Colo-Colo (0x1) – Palpite: Corinthians
QUINTA-FEIRA, 30 DE AGOSTO
  • 19:30 – Libertad x Boca Juniors (0x2) – Palpite: Empate
  • 21:45 – Palmeiras x Cerro Porteño (2×0) – Palpite: Palmeiras

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar