Ganhador.com

Copa do Rei

Copa do Rei: conseguirá o Sevilla quebrar a hegemonia do Barcelona?

Foto: Eric Verhoeven/Soccrates/Getty Images

Vencedor das três últimas edições, time catalão é o mais cotado para ficar com o título em Madrid

Após muita discussão, a Real Federação Espanhola de Futebol definiu que final da Copa do Rei entre Barcelona e Sevilla acontecerá no dia 21 de abril, e o palco da disputa será o moderno estádio Wanda Metropolitano, casa do Atlético de Madrid. Especulava-se que a partida pudesse acontecer no Santiago Bernabéu, mas o Real Madrid não quis ceder seu estádio para o rival. O Estádio Mestalla, que pertence ao Valência, era a preferência dos sevillistas, mas foi recusado pelo time catalão. A data também gerou polêmica por ser na mesma semana das semifinais da Liga dos Campeões. Os dois times disputam atualmente as oitavas-de-final da competição.

Depois de chegar muito perto em 2016, quando segurou um empate até a prorrogação, mas acabou sofrendo dois gols no final, o Sevilla terá mais uma oportunidade para tentar quebrar a hegemonia do Barcelona na segunda competição mais importante do futebol espanhol. A missão, no entanto, é quase impossível. A equipe blaugrana ficou com a taça nas últimas três edições.

 

Barcelona é o recordista de títulos da Copa do Rei

Em uma temporada em que o Real Madrid ficou aquém das expectativas, o Barcelona tem a faca e o queijo nas mãos para unificar os dois principais títulos da Espanha. O time é o líder isolado da La Liga com quatro pontos de vantagem sobre o Atlético de Madrid, mesmo com um jogo a menos, e detém um destacado favoritismo na decisão da Copa do Rei.

O Barça é o maior vencedor da competição, com 29 conquistas, e o único time a ser campeão por três anos consecutivos. Os catalães já chegaram a 41 finais, e nas sete que disputaram nas últimas dez temporadas perderam apenas duas, ambas para o Real Madrid. A última derrota para outra equipe em uma decisão foi há mais de 20 anos, quando enfrentou o Atlético de Madrid em 1995-96.

Sua trajetória até o Wanda Metropolitano não teve grandes percalços. A campanha começou com duas goleadas sobre o Real Murcia, por 3×0 e 5×0. Na fase seguinte, o Celta de Vigo até conseguiu segurar um empate em casa, mas foi massacrado por 5×0 no Camp Nou. O Espanyol venceu a partida de ida por 1×0, mas o Barcelona levou a melhor no segundo jogo por 2×0, e se garantiu na semifinal na conta do chá. O Valência deu menos trabalho que o esperado, e a equipe blaugrana novamente triunfou nos dois duelos, por 1×0 e 2×0.

 

Sevilla vem obtendo sucesso em competições eliminatórias

Há alguns anos, o Sevilla tem se revelado um time copeiro, e não se cansa de obter resultados surpreendentes em torneios de mata-mata. De 2005 para cá, o clube venceu cinco edições da Liga Europa, tornando-se o maior campeão da competição, e chegou a três finais da Copa do Rei, das quais sagrou-se vencedor em duas, nas temporadas 2006-07 e 2009-10.

Os Rojiblancos têm o Barcelona entalado na garganta. Os catalães venceram as últimas duas decisões em que os times estiveram envolvidos. Em 2015-16, mesmo com um jogador a mais, os sevillistas viram seu sonho escapar quando Jordi Alba e Neymar marcaram na prorrogação. No ano seguinte, um novo encontro aconteceu na Supercopa da Espanha, e desta vez o Sevilla não conseguiu sequer fazer frente. O Barça venceu por 2×0 no Ramón Sánchez Pizjuán e 3×0 no Camp Nou.

Apesar da excelente campanha realizada até aqui, o quinto colocado da La Liga teve a vida facilitada pela eliminação precoce do Real Madrid para chegar a esta decisão. O time se manteve com 100% de aproveitamento até a semifinal, mesmo tendo pela frente o forte Atlético de Madrid, e quando todos esperavam que enfrentaria os Merengues, Cristiano Ronaldo e companhia decepcionaram, deixando a vaga escapar para o Leganes.

Os Pepineros, que este ano disputam pela primeira vez em sua história uma temporada na primeira divisão, também edureceram  o duelo contra os sevillistas. O jogo de ida, disputado no Estadio Municipal de Butarque, terminou empatado em 1×1, mas os Rojiblancos conseguiram dar a  volta por cima em casa, e venceram por 2×0.

 

Retrospecto de Barcelona x Sevilla

Como você pode conferir na lista abaixo, o Sevilla tem sido freguês do Barcelona nos últimos anos, e já acumula sete derrotas consecutivas. Os Rojiblancos não vencem desde outubro 2015, quando os times se enfrentaram pelo Campeonato Espanhol.

Últimos jogos

  • 04/11/17 – Barcelona 2×1 Sevilla
  • 05/04/17 – Barcelona 3×0 Sevilla
  • 06/11/16 – Sevilla 1×2 Barcelona
  • 14/06/16 – Sevilla 0x2 Barcelona
  • 17/08/16 – Barcelona 3×0 Sevilla
  • 22/05/16 – Barcelona 2×0 Sevilla
  • 28/02/16 – Barcelona 2×1 Sevilla
  • 03/10/15 – Sevilla 2×1 Barcelona

 

Palpite

Muita coisa pode acontecer nos quase dois meses que ainda restam para a realização da partida, e eventuais eliminações na Liga dos Campeões podem exercer enorme influência no espírito dos times para a disputa da decisão, especialmente no caso do Barcelona.

Ainda assim, é impossível não apontar o favoritismo para os catalães, que contam com um plantel muito superior, levam larga vantagem no retrospecto e venceram as últimas três finais.

Acredito que será um jogo difícil, mas Messi e seus companheiros levarão mais este caneco para o Camp Nou.

 

Final da Copa do Rei 2017-18

Sábado, 21 de abril

  • 16:30 – Barcelona x Sevilla – Palpite: Barcelona

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar