Ganhador.com

Paulista A1

Com nova formação, Corinthians acaba com a invencibilidade do Palmeiras no Paulistão 2018

Caiu o último invicto do Paulistão em Itaquera

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Sem um jogador de referência no comando de ataque, o Corinthians vence o Palmeiras no Itaquerão e se recupera no Campeonato Paulista

Usando uma formação que poderia ser definida como um 4-2-5-0, Fábio Carille surpreendeu o Palmeiras e, no duelo cheio de polêmicas no segundo tempo, aumentou sua estatística pessoal contra o Verdão: foram quatro jogos e quatro vitórias desde que assumiu o posto de técnico do Corinthians – isso enfrentando quatro técnicos diferentes no Verdão: Eduardo Baptista, Cuca, Alberto Valentim e Roger Machado.

Palmeirenses reclamaram bastante da arbitragem de Raphael Claus – que demorou muito para marcar o primeiro pênalti, já no segundo tempo, que culminou com a expulsão do goleiro Jaílson – e o capitão Dudu chegou a pedir, sem sucesso, que o time se retirasse de campo.

Apesar da derrota, o Palmeiras segue isolado na liderança geral do Campeonato Paulista.

 

Golaço no primeiro tempo

Sem contar com um jogador de referência no ataque – Carille “blefou” ao dizer na véspera que Romero seria o “9” do Timão –, o Corinthians foi a campo apostando na habilidade de Rodriguinho e Jadson de se revezarem no papel de “homem de área” da equipe. Dependendo muito da saída de bola com qualidade – e pecando neste quesito principalmente com Renê Júnior que sentiu a falta de ritmo – o Alvinegro precisou de cerca de 30 minutos para efetivamente colocar seu plano de jogo em prática.

Com o Palmeiras mais perigoso, a defesa corintiana passou por alguns sufocos até que aos 39 minutos do primeiro tempo, Rodriguinho deu um corte seco em Borja e Antônio Carlos – após 1 minuto e 23 segundos de troca de passes entre os jogadores do Timão – e bateu sem chances de defesa para Jaílson. Corinthians na frente em Itaquera, mais uma vez.

 

Tensão, polêmicas e pênaltis

O segundo tempo começou com o Corinthians recuado, apostando nos contra-ataques, e o Palmeiras buscando a igualdade com Gustavo Scarpa no lugar de William. Aos 15 minutos, entretanto, em jogada de ataque, Renê Júnior saiu na cara de Jaílson e caiu na área após o choque com o goleiro. A jogada seguiu até que, após a definição do lance, o árbitro Raphael Claus viu o corte profundo com as marcas das travas da chuteira do goleiro na coxa do voltante do Timão, marcou o pênalti e expulsou Jaílson. O lance revoltou os palmeirenses.

Revoltado, Dudu, o capitão palmeirense, chegou a dizer: “vamos sair de campo”, mas não foi atendido. Na saída, Jaílson não escondeu sua bronca:

“Sei que posso ser punido, mas passaram a mão de novo aqui dentro, todo jogo é assim! Vou ser punido, mas tenho de falar: passaram a mão de novo na gente”, declarou.

Após o jogo, Raphael Claus falou sobre o lance em coletiva e justificou sua decisão com o seguinte:

“Aconteceu uma dividida forte, dentro do campo. Visualizo uma dividida entre Jaílson e Renê. Tenho uma sensação de impacto, mas sem convicção pra marcar. A jogada continua, numa situação iminente de gol. Quando a bola sai, eu me aproximo do Renê e vejo dois buracos na coxa do Renê. Quando visualizo, tenho uma noção de que foi uma entrada com as travas da chuteira, e quando visualizo, tenho convicção de que teria de ser expulso, por força excessiva. O jogo não havia sido reiniciado e tinha de marcar a penalidade”.

Com Fernando Prass no gol – entrou no lugar de Lucas Lima – o Palmeiras viu Jadson bater muito mal e perder mais um pênalti no Paulistão. Com um a menos, o Verdão passou a ameaçar menos os donos da casa até que aos 36 minutos, Dudu – que já tinha cartão amarelo – derrubou Rodriguinho (em sua melhor partida no ano) dentro da área. Pênalti bem marcado por Claus. Clayson foi para a cobrança, marcou o segundo gol do Alvinegro no Itaquerão e deu números finais ao jogo.

 

Fim da invencibilidade

Em termos de classificação no Paulista, a derrota para o Corinthians não muda absolutamente nada para o Palmeiras. É irrelevante. Em termos de estatísticas, entretanto, muda algumas coisas: decretou o fim da invencibilidade de oito jogos do Verdão no estadual e da invencibilidade de Jaílson que estava a 29 jogos sem perder com a camisa Alviverde. O resultado impediu o arqueiro de superar Velloso e ficar atrás apenas de Émerson Leão no número de jogos sem derrotas pelo Palmeiras. Marca também uma série incômoda para o time de Roger Machado: embora viesse de uma sequência invicta, o Alviverde, agora, registra três rodadas sem vitórias (foram dois empates e uma derrota).

 

Um clássico que importa

Em 2017, o Dérbi foi fundamental para o Corinthians em duas ocasiões. Na primeira, pelo Paulistão, marcou a efetivação de Jô como titular no ataque do Timão e o ponto de virada da equipe rumo à conquista do título estadual. Já no returno do Brasileiro, quando vinha jogando muito mal, o Timão fez um jogo decisivo contra o Palmeiras; venceu por 3 a 2 e conseguiu caminhar com mais tranquilidade rumo ao título Brasileiro.

Para o Palmeiras os dois jogos significaram queda no rendimento: a derrota no Paulistão, fez o Alviverde perder o rumo e, pouco depois, Eduardo Baptista perder o emprego. No Brasileiro, a derrota no returno acabou com suas chances de título.

 

Que venha a Libertadores

Praticamente classificados para as quartas de final no Campeonato Paulista, Corinthians e Palmeiras têm nesta semana preocupações maiores: suas estreias na Libertadores contra Millionarios e Junior Barranquilla, respectivamente, nesta quarta e quinta-feira, na Colômbia.

 

São Caetano 1 x 0 São Bento

Com a vantagem de um jogador a mais durante quase toda a partida – o zagueiro Domingues foi expulso no primeiro minuto de jogo –, o São Bento não foi capaz de vencer o São Caetano, que marcou, novamente, no final do segundo tempo, conquistou sua segunda vitória seguida e se afastou da luta contra o rebaixamento (e de bônus, entrou na briga pela classificação no grupo B contra São Paulo, Ponte Preta e Santo André). Sem ameaçar a meta do Azulão no segundo tempo, o São Bento pode, ao término da rodada, perder seu segundo lugar no grupo C para o Novorizontino.

 

Jogos, palpites e resultados da 9ª rodada do Campeonato Paulista

Sábado – 24/02/2018

  • 17:00 – Corinthians 2 x 0 Palmeiras – meu palpite: empate
  • 21:30 – São Caetano 1 x 0 São Bento – meu palpite: São Bento

Domingo – 25/02/2018

  • 11:00 – Bragantino x Novorizontino – palpite: empate
  • 17:00 – São Paulo x Ferroviároa – palpite: São Paulo
  • 19:30 – Santos x Santo André – palpite: Santos
  • 19:30 – Mirassol x Ponte Preta – palpite: Ponte Preta

Segunda-feira – 26/02/2018

  • 17:30 – Ituano x Red Bull Brasil – palpite: Ituano
  • 20:00 – Botafogo x Linense – palpite: Botafogo

Comentários

2 Comentários

2 Comentários

  1. Pingback: São Paulo tropeça mais uma vez em casa | Ganhador.com

  2. Pingback: Corinthians é Campeão Paulista pela 29ª vez | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar