Ganhador.com

Copa Libertadores

Com 10 gols em 3 jogos, Vasco atropela o Jorge Wilstermann e põe um pé no Grupo 5 da Libertadores

Com os 4 a 0 sobre o Jorge Wilstermann, apenas um desastre tira o Vasco da fase de grupos.

Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Com gols de Paulão, Paulinho, Pikachu e Rildo, o Vasco carimba seu passaporte para a próxima fase do torneio continental.

Além de economizar uma pequena fortuna em salários, as saídas de Nene, Luis Fabiano e Escudero do Vasco possibilitaram que jovens como Evander e Paulinho encontrassem seu espaço como protagonistas no time que consegue se manter alheio aos caos político provocado por Eurico Miranda em sua gestão e saída e, sem nenhum medo de enfrentar conjuntos mais experientes, dá show na Copa Libertadores: até aqui, foram 10 gols marcados e nenhum sofrido. Salvo raros momentos, o goleiro e capitão Martín Silva não passou de um espectador privilegiado, ontem, durante a goleada por 4 a 0 sobre o traiçoeiro Jorge Wilstermann, da Bolíva.

 

Soberano

Com a expulsão infantil de Erazo na partida de volta da 2ª fase da Libertadores contra o Universidad de Concepción, semana passada em São Januário, Paulão foi para o jogo de ontem, compondo a zaga ao lado de Ricardo e, depois de pequenos momentos de insegurança no início do jogo, aproveitou cruzamento em boa cobrança de falta de Evander para, aos 18 minutos, abrir o placar para os donos da casa. Sem ser ameaçado pelos visitantes – Martín Silva mal pegou na bola –, o Vasco ampliou com Paulinho, aproveitando um vacilo da defesa adversária aos 40 minutos.

Com a grande desvantagem no placar, o Jorge Wilstermann foi pra cima do Cruzmaltino no segundo tempo na esperança de diminuir o seu prejuízo. Mas a defesa bem postada dos donos da casa – uma característica dos times de Zé Ricardo –, dava poucas chances aos visitantes. Aos 42 minutos, Pikachu recebeu passe de Riascos e bateu cruzado para fazer o 3º do Vasco no jogo. Aos 48, Rildo fechou a goleada e levou um cartão amarelo na comemoração por ter tirado a camisa.

 

E agora?

A gigantesca vantagem construída ontem praticamente coloca o Vasco na fase de grupos da Libertadores. Para reabrir a disputa pela vaga, o Jorge Wilstermann precisará devolver os 4 a 0 na altitude de Sucre na próxima quarta-feira para levar a decisão para os pênaltis. Para se classificar direto, o time boliviano precisa de, pelo menos, um placar de 5 a 0 a seu favor. O Vasco, por sua vez, pode se dar ao luxo de perder por até 3 a 0 para entrar na fase de grupos, onde completará o complicado Grupo 5 que já conta com Cruzeiro, Racing (ARG) e Universidad de Chile.

O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira, dia 21, a partir das 21:45 no estádio Olímpico Pátria, nos 2800 metros de altitude de Sucre.

 

Mais Libertadores

Banfield e Nacional (URU) completaram a rodada de ontem pela Libertadores com um empate em 2 a 2. Após um primeiro tempo sonolento, os dois times voltaram dos vestiários mais dispostos a jogar bola e, com isso, os visitantes uruguaios saíram na frente com Sebástian Fernandéz aos 4 minutos. 2 minutos depois, Bertolo empatou para os donos da casa. Aos 36 minutos, Espino recolocou o Nacional à frente e ampliou a vantagem para o jogo de volta até que, aos 48 minutos, Cvitanich empatou novamente para os anfitriões argentinos. Com o resultado, o Nacional precisa apenas de um empate por 0 a 0 ou 1 a 1 na próxima quarta-feira para se garantir no Grupo 6. Ao Banfield basta uma vitória simples – o que não será fácil.

Os colombianos do Junior Barranquilla e os paraguaios do Guaraní completam a rodada de ida da 3ª fase da Libertadores hoje, a partir das 20:15 no estádio Metropolitano Barranquilla. Com conjuntos e desempenhos muito parecidos entre si, deveremos ter um duelo equilibrado hoje a noite. Com um desempenho mais estável em seus últimos jogos, o Junior Barranquilla tem mais chances de confirmar seu favoritismo como mandante e vencer o Guaraní – que perdeu seus últimos 3 jogos como visitante – diante de sua torcida e seguir com vantagem para a partida decisiva na próxima semana.

Na abertura da rodada, na última terça-feira, na luta por uma vaga no Grupo 4, que tem Flamengo, Emelec e River Plate, os colombianos do Santa Fé, jogando fora de casa, saíram na frente dos chilenos do Santiago Wanderers e com o placar de 2 a 1 construído no Chile, jogam pelo empate na próxima terça-feira, dia 20.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar