Ganhador.com

Carioca

Cabofriense visita o America e só precisa de um pontinho para avançar no Carioca

Foto: Léo Borges / AD Cabofriense

Seletiva chega ao fim neste sábado (13) com um confronto entre o líder e o lanterninha às 16h (de Brasília), no Estádio Giulite Coutinho            

Deste fim de semana não passa. Polêmica e cheia de jogos emocionantes, a Seletiva do Carioca terá um de seus pontos altos com America x Cabofriense, que se enfrentam às 16h (de Brasília) na casa do America, o Estádio Giulite Coutinho. Pelos lados de Cabo Frio, a partida vale a classificação para o Campeonato Carioca propriamente dito. Para o America, o confronto pode representar a primeira vitória da Seletiva, pois a equipe vem de três derrotas e somente um empate até aqui.

 

Sangue novo

A estreia do técnico Duílio no America foi bastante promissora. O time respondeu bem a um difícil duelo contra o Macaé. A partida realizada na última quarta (10) terminou com o placar em 3×3 e com o America demonstrando esperança de dias melhores no Grupo X – como é chamado o Torneio da Morte, que vai decidir se a equipe vai ser rebaixada ou se vai seguir na elite do futebol carioca.

Duílio ficou satisfeito também pela maneira ofensiva e criativa que o America jogou, dominando o começo de partida contra o Macaé. O time precisou também demonstrar um excelente poder de reação, pois chegou a estar perdendo por 2×0 e se recuperou da melhor maneira ao chutar para longe o desânimo que abate equipes em situações assim. O America só poderia mesmo ter forçado um pouco mais depois de chegar ao terceiro gol – mas talvez seja querer demais de uma equipe que está sob novo comando e com enormes limitações.

O America levado a campo por Duílio na última quarta foi o seguinte: Felipe; Belarmino, Ciro, Pessanha e Marlon; Tiago Corrêa (Diogo Alves), Fernando Chagas (Guaraci), Léo Franco e Assis; Anderson Künzel e Léo Martins (Nivaldo). O técnico ainda avalia se dá ritmo a esses titulares ou se faz testes já pensando no Grupo X.

 

Tranquilidade e otimismo em Cabo Frio

A Cabofriense esteve muito perto de selar sua vaga matemática ainda na última rodada. Seria mesmo impensado, em uma seletiva de somente cinco partidas, obter a classificação com tamanha folga. Mas o fato é que o Goytacaz achou um gol aos 49 minutos do segundo tempo e deixou a Cabofriense em modo espera, mesmo com uma vitória bastante convincente sobre o Bonsucesso por 2×0 no meio de semana.

Precisando somente de um empate contra o lanterninha America, o time prega a cautela e sabe que não pode ser escravo das suas palavras. A Cabo abusa das palavras cuidado, respeito e humildade em suas declarações oficiais e sabe que o menor deslize pode comprometer um trabalho que está muito perto de atingir o seu objetivo principal, que é medir suas forças contra os grandes do Rio.

São, até aqui, três vitórias em um empate em uma seletiva cruel e cansativa, mas que tem rendido o que a Cabofriense esperava. “O futebol é complicado, mas nosso momento merece sim uma comemoração nossa. Não é fácil atingir três vitórias e um empate em um momento como este, com tanta pressão e tanta gente brigando pela mesma coisa”, afirmou o zagueiro George.

Até mesmo uma derrota pode fazer a Cabo avançar. A equipe lidera a Seletiva, com dez pontos, seguida por Macaé e Goytacaz, com sete. Os três pontos de vantagem podem ser suficientes caso o critério de desempate do saldo de gols não sofra nenhuma reviravolta monstruosa. A Cabo carrega um saldo de seis gols, contra dois do Macaé e zero do Goytacaz.

“É claro que chegar à última rodada em uma condição assim é um sinal de trabalho bem feito”, analisa o técnico Antônio Carlos Roy. “Tento passar tranquilidade para os jogadores, porque eles demonstraram que souberam competir e atingir aquilo que o clube precisa. Não há o que forçar mais com eles. Estão realmente de parabéns”, elogia.

Ele, porém, quer concentração máxima para não colocar em risco tudo aquilo que vem sendo feito. “Nossa situação é excelente, sem dúvida, mas no futebol já vimos reviravoltas ainda maiores. Precisamos tomar cuidado e buscar o resultado mesmo na casa do America. Eles também estão em um momento decisivo e não vão facilitar nada. Só espero que a equipe renda o mesmo que vem rendendo ao longo das últimas semanas. Se isso acontecer, acho que alcançamos o nosso objetivo e trilhamos um bom caminho para o Carioca.”

 

Jogos da 5ª rodada da Seletiva do Campeonato Carioca

Sábado, 13 de janeiro

  • 16:00 – America x Cabofriense – Palpite: Empate
  • 16:00 – Resende x Macaé – Palpite: Macaé
  • 16:00 – Bonsucesso x Goytacaz – Palpite: Goytacaz

 

Comentários

2 Comentários

2 Comentários

  1. JORGE SANTOS

    13 de Janeiro de 2018, às 16:13

    EXCELENTES ! CONTINUEM EM BUSCA DA ASCENSÃO ! .

  2. JORGE SANTOS

    13 de Janeiro de 2018, às 16:15

    EXCELENTES ! CONTINUEM EM BUSCA DA ASCENSÃO ! .

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar