Ganhador.com

UFC

Brock Lesnar invade octógono do UFC 226, empurra Daniel Cormier e provoca campeão

foto: Divulgação / UFC

Momentos após a vitória inesquecível conquistada contra Stipe Miocic, que lhe rendeu o cinturão dos pesados no UFC 226, neste sábado, em Las Vegas (EUA), Daniel Cormier não precisou de tempo para pensar no próximo passo de sua carreira. Com o microfone na mão, o campeão duplo (ele também é campeão dos meio-pesados) desafiou um ex-campeão da divisão, astro do Ultimate que estava na plateia: Brock Lesnar.

O ícone do WWE (evento de lutas coreografias que é famoso nos Estados Unidos) era uma das personalidades presentes na T-Mobile Arena. Quem conhece a história do UFC entendeu no momento que o canadense apareceu que a presença de Lesnar não era por acaso. É claro que ele subiria ao octógono para desafiar o vencedor da disputa de cinturão dos pesado. Dito e feito. Cormier nocauteou Stipe Miocic no primeiro round, comemorou, e quando estava dando sua entrevista pós-luta, Brock subiu ao octógono, encarou Cormier, o empurrou e iniciou uma confusão até provocar DC com palavras. A confusão no octógono durou alguns segundos e lembrou exatamente o WWE (evento de lutas coreografadas)  devido a postura de Brock, especialmente – ele já está acostumado com esse tipo de teatro e encenação.

“Cheguei nesse lugar e vi o começo do desastre dos pesos-pesados. Miocic é um pedaço de m… DC, estou vindo atrás de você, desgraçado”, disparou Lesnar, após uma verdadeira confusão no octógono.

Lesnar está fora do MMA desde julho de 2016. O canadense, ex-campeão dos pesados, lutou pela última vez no UFC 200, quando venceu Mark Hunt na decisão dos juízes. O resultado acabou revertido para No Contest (Sem resultado) após o caso de doping do próprio Brock. E por isso ele ainda não tem data definida para retornar ao cage. O gigante seguiu seu rumo no WWE, mas parece estar voltando a se aproximar do MMA. O presidente do UFC Dana White não soube dizer após o evento quando seria essa luta entre Cormier e Lesnar. Vale lembrar que Brock teve problemas com o doping, o que significa que ele terá de ser testado meses antes de colocar o pé novamente dentro do octógono mais famoso do mundo.

Daniel Cormier falou sobre suas opções após a vitória contra Stipe Miocic. O novo campeão dos pesados e supercampeão do MMA deve tirar um tempo de descanso para curtir a família e aproveitar o momento histórico da carreira. Ele falou na coletiva de imprensa sobre as opções que tem no futuro. Na categoria dos meio-pesados, faltam nomes que possam render uma luta lucrativa. O único nome citado por DC foi Alexander Gustafsson, e mesmo assim ele deixou claro que uma revanche contra o sueco não enche seus olhos (e nem seu bolso). Já nos pesados, além de Brock Lesnar, opção número um, Cormier citou os nomes de Stipe Miocic, para quem sabe uma possível revanche, e, claro, aquele que não podia faltar: Jon Jones.

Aos 39 anos, Cormier quer fazer mais duas lutas. Ele já anunciou que se aposenta do esporte no dia 20 de março de 2019. Isso significa que ele pode fazer uma luta em cada categoria ou até fazer apenas mais uma luta. Ele já declarou antes mesmo do UFC 226 que gostaria de encarar Brock Lesnar e Jon Jones em suas lutas de despedida do MMA. Brock Lesnar é um sonho muito mais palpável. Acredito muito que essa luta irá acontecer. A única dúvida no momento é quando será o combate. Já Jones, que bateu DC por duas vezes, tem de resolver seus problemas com a comissão atlética e se livrar da pena pesada que ele deve receber pelo doping flagrado no ano passado.

Independente do futuro, Daniel Cormier tem opções à mesa, algo que ele merece pela conquista deste sábado. Experiente que é, ele vai sentar daqui a algumas semanas com o presidente do UFC Dana White e seus empresários e traçar o melhor plano possível para encerrar sua trajetória no esporte com uma luta que gere bastante atenção e bastante dinheiro para confortar sua saída do esporte.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar