Brasileirão Série A

Brasileirão, 18ª rodada: Internacional enfrenta o Fluminense tentando ampliar tabu de seis anos contra os cariocas

Jogador Pedro do Fluminense
FOTO: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.

Colorado não perde para o Tricolor das Laranjeiras há dez jogos; vitória no Maracanã devolve terceira posição na tabela à parte vermelha de Porto Alegre

O fim do primeiro turno bate à porta do Brasileirão 2018 com o Internacional de olho em um recorde. Quarto colocado na classificação geral com 32 pontos, o Colorado depende de seis pontos, ou melhor, duas vitórias nos próximos dois jogos para ultrapassar até então a melhor marca da história do clube na era dos pontos corridos. Em 2009, o time dirigido por Tite atingiu 37 pontos nas primeiras 19 rodadas. Vindo de duas vitórias consecutivas, o clube gaúcho quer carimbar a boa fase nesta segunda-feira (13 de agosto), às 20h, no Maracanã, mantendo o tabu de seis anos (dez jogos oficiais) contra o Fluminense. Já o Tricolor Carioca, nono colocado com 22 pontos, busca o triunfo no encerramento da 18ª rodada para encerrar o longo jejum contra os rivais e acabar com a sequência negativa de dois jogos na competição.

 

À espera de Guerrero, Inter tenta se manter no páreo

O Internacional finaliza a 18ª rodada do Brasileirão com a responsabilidade de vencer. Apesar de o discurso ensaiado no clube, de que o foco é no “jogo a jogo”, um resultado que não seja os três pontos no Rio de Janeiro irá frustrar as pretensões gaúchas na luta pelo título nacional.

Com 32 pontos, o Colorado foi ultrapassado pelo Grêmio, que goleou o Vitória por 4×0 na Arena e atingiu 33. Já em relação aos líderes, o Flamengo, o segundo colocado, superou o Cruzeiro e foi a 37 pontos, enquanto o São Paulo, primeiro na tabela, derrubou o Sport por 3×1 na Ilha do Retiro, somando 38 pontos. Por isso, o time comandado por Odair Hellmann precisa seguir em ritmo de sexta marcha na competição. Após golear o Botafogo por 3×0 no Beira-Rio e surpreender o Atlético-MG por 1×0 no Independência, o Inter tem a obrigação de vencer o Fluminense para seguir na briga.

Ainda aguardando a apresentação do atacante Paolo Guerrero, que assinou recentemente contrato até agosto de 2021, o clube gaúcho enfrenta alguns problemas. Além de Leandro Damião, que se recupera de uma lesão na coluna, o ataque terá a baixa de Nico López. O uruguaio sente dores na panturrilha esquerda. O ídolo D’Alessandro teve substituí-lo. Já na defesa, a baixa é o lateral Zeca, com dores no pé direito (Fabiano joga), e possivelmente Víctor Cuesta, com dores musculares.

 

Flu com força máxima

Já no Fluminense, que não vence há dois jogos, a expectativa é acabar com os recentes maus resultados (empate com o Bahia e derrota para o Ceará) e então ganhar moral para a sequência da temporada. Isso porque o clube enfrenta na quinta-feira (16 de agosto) o Defensor, no Uruguai. Após 2×0 no Maracanã, o Tricolor Carioca pode perder por um gol de diferença que ainda assim avança para as oitavas de final.

Apesar de priorizar a competição continental, o técnico Marcelo Oliveira deve colocar em campo força máxima contra o Inter. Isso ocorre em razão de o clube ter tido uma semana sem jogos e por conta da possibilidade de brigar pelo G-6 – hoje está oito pontos atrás do Palmeiras, o sexto colocado. Além disso, há um tabu em jogo. O Flu não vence o Internacional há seis anos – são dez jogos oficiais, sendo cinco derrotas e cinco empates.

Com o atacante Pedro, artilheiro do Brasileirão com 10 gols, em grande fase, o clube das Laranjeiras ganha novas opções para melhorar ainda mais o setor ofensivo. Emprestado recentemente pela Atalanta, o equatoriano Cabezas está relacionado para a partida, enquanto Júnior Dutra volta ao banco de reservas após período lesionado. A novidade entre os titulares deve ser Sornoza.

 

Prováveis escalações

Fluminense: Julio Cesar, Léo, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Aírton, Jadson e Junior Sornoza (Daniel); Marcos Júnior, Matheus Alessandro e Pedro. Técnico: Marcelo Oliveira.

Internacional: Marcelo Lomba, Fabiano, Rodrigo Moledo, Emerson Santos (Víctor Cuesta) e Iago; Rodrigo Dourado, Nico López, Edenílson, Patrick e William Pottker; Jonatan Alvez. Técnico: Odair Hellmann.

Palpite

Dono da quarta melhor campanha como visitante neste Brasileirão (três vitórias, três empates e três derrotas), o Internacional tem sido uma verdadeira pedra no sapato dos mandantes. E contra um time que não consegue se impor em casa, como é o Fluminense – apenas o 14º colocado entre os mandantes (14 pontos em 24 pontos disputados) -, a chance de arrancar pontos na Cidade Maravilhosa é grande. É por isso que o empate pode cair bem.

 

Confira os jogos da 18ª rodada do Brasileirão da Série A

Sábado, 11 de agosto

  • 16:00 – Ceará 0x0 Atlético-PR – Palpite: Ceará
  • 19:00 – Bahia 1×0 América-MG – Palpite: Bahia

Domingo, 12 de agosto

  • 11:00 – Atlético-MG 3×1 Santos – Palpite: Atlético-MG
  • 11:00 – Paraná 1×1 Botafogo – Palpite: Paraná
  • 16:00 – Chapecoense 2×1 Corinthians – Palpite: Corinthians
  • 16:00 – Flamengo 1×0 Cruzeiro – Palpite: Flamengo
  • 16:00 – Sport 1×3 São Paulo – Palpite: empate
  • 19:00 – Palmeiras 1×0 Vasco – Palpite: Palmeiras
  • 19:00 – Grêmio 4×0 Vitória – Palpite: Grêmio

Segunda-feira, 13 de agosto

  • 20:00 – Fluminense x Internacional – Palpite: empate

 

Classificação do Brasileirão da Série A

  1. São Paulo – 38 pontos – Copa Libertadores
  2. Flamengo – 37 pontos – Copa Libertadores
  3. Grêmio – 33 pontos – Copa Libertadores
  4. Internacional – 32 pontos – Copa Libertadores
  5. Atlético-MG – 30 pontos – Pré Copa Libertadores
  6. Palmeiras – 30 pontos – Pré Copa Libertadores
  7. Corinthians – 26 pontos – Copa Sul-Americana
  8. Cruzeiro – 25 pontos – Copa Sul-Americana
  9. Fluminense – 22 pontos – Copa Sul-Americana
  10. Botafogo – 22 pontos – Copa Sul-Americana
  11. América-MG – 21 pontos – Copa Sul-Americana
  12. Bahia – 21 pontos – Copa Sul-Americana
  13. Chapecoense – 21 pontos
  14. Sport – 20 pontos
  15. Vasco – 19 pontos
  16. Vitória – 19 pontos
  17. Santos – 18 pontos – rebaixado para a Série B
  18. Ceará – 16 pontos – rebaixado para a Série B
  19. Atlético-PR – 15 pontos – rebaixado para a Série B
  20. Paraná – 14 pontos – rebaixado para a Série B

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.