Ganhador.com

Copa do Mundo Rússia 2018

Brasil x Croácia, em Liverpool: que Neymar vamos ver na sua volta aos gramados?

Neymar treino Seleção Brasileira
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Com expectativa de jogo de alto nível às 11h (de Brasília) deste domingo (3), Tite esboça time que vai usar no começo da Copa do Mundo da Rússia                        

Depois de duas semanas de treinos na Inglaterra, o Brasil que o torcedor deve ver na Copa do Mundo vai entrar em campo neste domingo (3) em Liverpool, quando a seleção comandada pelo técnico Tite recebe a Croácia para o seu primeiro amistoso de preparação para a Copa do Mundo. O jogo começa às 11h (de Brasília) e será essencial para a seleção por uma razão específica: a Croácia tem um estilo de jogo bastante semelhante ao da Sérvia, a sua vizinha que está no grupo do Brasil e que será uma das adversárias da Amarelinha na primeira fase. Brasil e Sérvia integram o Grupo E da Copa, ao lado de Suíça e Costa Rica.

 

E Neymar?

Três meses depois de operar o pé direito, o grande nome desta seleção brasileira treinou normalmente e deve somar minutos neste domingo diante da Croácia. O técnico Tite e os seus auxiliares perceberam o jogador com movimentação livre durante os treinos. Houve um pequeno susto na quarta-feira, com ele reclamando de dores na região, mas nada que faça o Brasil poupá-lo deste importante compromisso de domingo. A contagem regressiva para a Copa está realmente acelerada – depois deste amistoso contra a Croácia, só haverá mais um, contra a Áustria, no domingo seguinte, sendo o último antes da estreia brasileira no Mundial. O time de Tite arranca a sua Copa do Mundo na Rússia no próximo dia 17, contra a Suíça, em Sochi.

A grande dúvida com Neymar é saber como exigi-lo sem correr o risco de uma nova lesão. Ele não jogou mais desde que operou o pé, e dosar os choques normais de jogo vai ser um grande dilema. Seu estilo é bastante físico, virando um alvo móvel para zagueiros maldosos que durante a Copa não vão pensar duas vezes antes de assustá-lo. A própria questão da confiança acaba sendo um motivo de muita incerteza por parte do jogador, que vai precisar usar a fase de grupos para se soltar, para só a partir das oitavas de final realmente se livrar das questões psicológicas que são sempre decorrentes das lesões como a que ele enfrentou.

Tite com certeza já tem um plano B até mesmo para a sua ausência na Copa. Um grande exemplo já vai vir deste domingo, com Philippe Coutinho, que costuma atuar mais na direita, já livre para jogar pela esquerda, da maneira como se posiciona Neymar. Nesta configuração, Willian fica na direita, bem aberto, quase como um ponta.

 

Thiago Silva assume vaga

Bastante questionado principalmente pelo descontrole durante a Copa do Mundo de 2014, Thiago Silva voltou a dar sinais de que será titular da seleção de Tite agora na Rússia. Ele disputava a vaga com Marquinhos, e deve começar jogando contra a Croácia neste domingo.

O Brasil que será levado a campo será praticamente o mesmo que venceu a Alemanha por 1×0 em março. A única alteração ocorre na lateral-direita, com a entrada de Danilo no lugar de Daniel Alves, machucado e fora da Copa. Tite, assim, escala o Brasil com os seguintes jogadores, salvo algum imprevisto de última hora: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Willian, Paulinho, Fernandinho e Philippe Coutinho; Gabriel Jesus vai ser a referência única no ataque.

A Croácia também será escalada com o que tem de melhor. Modric e Rakitic estarão em campo neste time que é considerado hoje como um dos mais fortes da Europa, com chances de fazer partidas equilibradas com todas as potências do continente. A “lição de casa” dos croatas tanto está em dia que a seleção ultimamente está preferindo enfrentar adversários de outras localidades, como Peru e México – perdeu para os peruanos (2×0) e ganhou do México (1×0).

Foi contra a Croácia que o Brasil estreou na Copa do Mundo de 2014, vencendo apertado por 3×1. Este foi o último encontro entre ambos.

 

Palpite

É preciso recuar quase um ano para encontrar a última derrota sofrida pelo Brasil – foi em junho do ano passado, um 1×0 para a Argentina, que estreava o técnico Jorge Sampaoli. De lá para cá, o Brasil ganhou seis partidas e empatou três. Com este histórico, fica difícil imaginar qualquer outro resultado que não a vitória deste domingo. Cravamos um outro 3×1 brasileiro, igualzinho ao da Copa de 2014.

 

Amistosos das seleções para a Copa do Mundo da Rússia 2018

Sexta-feira, 1º de junho 

  • 16:00 – França x Itália – Palpite: França
  • 16:15 – Egito x Colômbia – Palpite: Colômbia 

Sábado, 2 de junho 

  • 13:00 – Áustria x Alemanha – Palpite: Alemanha
  • 13:15 – Inglaterra x Nigéria – Palpite: Inglaterra
  • 14:45 – Suécia x Dinamarca – Palpite: Dinamarca
  • 15:00 – Islândia x Noruega – Palpite: Empate
  • 15:45 – Bélgica x Portugal – Palpite: Empate
  • 21:00 – México x Escócia – Palpite: México

Domingo, 3 de junho 

  • 11:00 – Brasil x Croácia – Palpite: Brasil
  • 15:00 – Arábia Saudita x Peru – Palpite: Peru
  • 16:00 – Espanha x Suíça – Palpite: Espanha

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar