Ganhador.com

Brasileirão Série B

Brasil de Pelotas x Paysandu; Guarani x Atlético-GO: briga de desesperados e Bugre em semana decisiva fervem 22ª rodada da Série B

Jogadores do Brasil de Pelotas
Foto: Carlos Insaurriaga

Há três jogos sem perder, Xavante tem fator casa para derrubar um Papão em queda livre na segundona; com a Ponte Preta pela frente no fim de semana, Bugre precisa da vitória sobre o Dragão para chegar em alta no clássico de Campinas

Depois de um fim de semana em que a briga pela terceira e quarta posições na tabela se intensificaram com as chegadas de Atlético Goianiense e Goiás, respectivamente, o Campeonato Brasileiro da Série B tem rodada cheia nesta terça-feira (21 de agosto) com o G-4 “pegando fogo”. Isso porque o Dragão visita o Guarani, em Campinas, e pode ser ultrapassado pelo Bugre. Já os Esmeraldinos tentam se consolidar no grupo que dá acesso à elite em jogo em casa contra o São Bento. Já na briga contra o rebaixamento, o Brasil de Pelotas, 17º colocado, recebe o Paysandu, 16º, em jogo de seis pontos e que pode afundar o Papão.

 

Brasil de Pelotas x Paysandu

Se os três últimos colocados Boa Esporte (20º), Sampaio Corrêa (19º) e CRB (18º) têm tudo para sofrerem na 22ª rodada, em jogos contra equipes do primeiro pelotão, como Figueirense (9º), Vila Nova (8º) e Fortaleza (1º), respectivamente, a 17ª posição está em aberto. Isso porque o atual dono da posição, o Brasil de Pelotas (23 pontos), mede forças com o Paysandu, o 17º com 24 pontos, no Bento Freitas, no confronto direto da 22ª rodada.

Apesar da situação delicada na tabela, o Xavante vem de três partidas sem derrotas, vencendo o Goiás por 1×0 e ficando no empate contra São Bento e Avaí, ambos por 1×1. Atuando em seus domínios, os gaúchos não perdem desde a 14ª rodada, quando foram surpreendidos pela forte equipe do CSA, hoje a vice-líder do Brasileirão com 37 pontos. Por isso, o clube é favorito contra o Papão, que pode viver o seu pior momento desde o início da Série B 2018.

Após vencer a Copa Verde, ocupar o G-4 e ser considerado por muitos um dos fortes candidatos a uma das quatro vagas para a Série A, o time paraense vem em queda livre na competição. Pouco mais de um mês no cargo de treinador, o ex-jogador Guilherme Alves está ameaçadíssimo. São três derrotas consecutivas, para Atlético Goianiense (1×0), Ponte Preta (4×0) e Londrina (2×1), resultados que deixam o comandante da Curuzu na berlinda.

Palpite

Após um empate heroico com o Avaí no Bento Freitas, em jogo que atuou com um jogador a menos desde os 35 minutos da primeira etapa, por conta da expulsão de Pereira, o Brasil de Pelotas quer porque quer os três pontos para sair do Z-4. Jogando com casa cheia em Pelotas, o Xavante deve se aproveitar da crise do Papão, que pode ver mais um técnico saindo pelas portas do fundo.

 

Guarani x Atlético Goianiense

Separados por dois pontos na classificação geral, Guarani (7º com 32 pontos) e Atlético Goianiense (3º com 34 pontos) fazem um dos jogos mais interessantes da 22ª rodada. Com dois ataques entre os melhores do torneio (goianos estão em segundo no quesito, com 32 gols, seguidos dos paulistas, com 31 tentos), as duas equipes prometem um duelo bastante ofensivo no Brinco de Ouro.

Vindo de vitória fora de casa sobre o Sampaio Corrêa, o Bugre vive uma semana decisiva por uma posição no G-4. Com dois confrontos diretos, contra o Dragão, logo mais, e a rival Ponte Preta, no sábado (26 de agosto), a equipe dará um salto na tabela caso alcance os seis pontos. O problema é que os recentes maus resultados em Campinas – derrotas para Fortaleza e Figueirense, por exemplo, – deixam os torcedores bugrinos com o pé atrás.

Já pelo lado do Atlético-GO, que perdeu apenas um dos últimos dez jogos disputados na segunda divisão (para o São Bento, na 18ª rodada), a confiança é toda para seguir no G-4 e, quem sabe, abrir vantagem para os demais. Com a volta de quatro titulares, incluindo o artilheiro do Nacional, Júnior Brandão (nove gols), que cumpriu suspensão no triunfo sobre o Coritiba, os comandados de Cláudio Tencati esperam segurar o embalo alviverde.

 

Palpite

Chegar para o clássico de Campinas com vitória na bagagem sobre um adversário direto pelo G-4 e, quem sabe ganhando uma posição no grupo, é o cenário ideal para o Guarani, que precisa dar uma resposta a sua torcida após perder para a Macaca dentro de casa, no primeiro turno. Por isso, o jogo contra o Atlético Goianiense, querendo ou não, pode ficar em segundo plano. Com um elenco desgastado fisicamente, como o goleador Bruno Mendes, e titulares pendurados, como Kevin, Pará e Matheus Oliveira, o Bugre pode sofrer nas mãos do Dragão. É por isso que um empate com gols é uma realidade.

Jogos da 22ª rodada do Brasileirão da Série B

Terça-feira, 21 de agosto

  • 19:15 – Brasil de Pelotas x Paysandu – Palpite: Brasil de Pelotas
  • 19:15 – Avaí x Juventude – Palpite: Avaí
  • 19:15 – Criciúma x Coritiba – Palpite: Criciúma
  • 19:15 – Londrina x Ponte Preta – Palpite: empate
  • 20:30 – Goiás x São Bento – Palpite: Goiás
  • 20:30 – Boa Esporte x Figueirense – Palpite: Figueirense
  • 20:30 – CRB x Fortaleza – Palpite: Fortaleza
  • 21:30 – Guarani x Atlético Goianiense – Palpite: empate
  • 21:30 – Oeste x CSA – Palpite: CSA
  • 21:30 – Sampaio Corrêa x Vila Nova – Palpite: Sampaio Corrêa

 

Classificação geral do Brasileirão da Série B

  1. Fortaleza – 43 pontos – Série A
  2. CSA – 37 pontos – Série A
  3. Atlético Goianiense – 34 pontos – Série A
  4. Goiás – 33 pontos – Série A
  5. Avaí – 33 pontos
  6. Ponte Preta – 32 pontos
  7. Guarani – 32 pontos
  8. Vila Nova – 31 pontos
  9. Figueirense – 30 pontos
  10. Coritiba – 29 pontos
  11. Oeste – 27 pontos
  12. Juventude – 26 pontos
  13. São Bento – 25 pontos
  14. Criciúma – 24 pontos
  15. Londrina – 24 pontos
  16. Paysandu – 24 pontos
  17. Brasil de Pelotas – 23 pontos – Série C
  18. CRB – 22 pontos – Série C
  19. Sampaio Corrêa – 17 pontos – Série C
  20. Boa Esporte – 17 pontos – Série C

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar