Ganhador.com

Dicas de Apostas

Prêmio de consolação? Vice com a Croácia, Modric é eleito Bola de Ouro da Copa 2018

Foto: Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images

Eleito a revelação do Mundial, Kylian Mbappé era o grande favorito nas casas de apostas, mas ficou atrás de Eden Hazard e do compatriota Antoine Griezmann

Julgar a escolha de Luka Modric como Bola de Ouro da Copa do Mundo, logo após a realização da final em que a França ganhou da Croácia, seleção do craque do Real Madrid, por 4 a 2, é algo que vai da opinião de cada um. Pois, analisando racionalmente, o mérito é justo e trata-se de um bom prêmio de consolação para o principal jogador dos vice-campeões mundiais na Rússia.

 

PRÊMIO BOLA DE OURO DA COPA DO MUNDO DE 2018 VAI PARA MODRIC

Aliás, se o troféu fosse dado a Eden Hazard, Antoine Griezmann, Kylian Mbappé ou Paul Pogba também não seria surpresa. No entanto, até a realização da grande decisão, em Moscou, Mbappé era o favorito nas principais casas de apostas esportivas da internet. Em muitas cotações, o camisa 10 francês era tido como barbada, visto que suas atuações insinuantes e decisivas poderiam fazer a diferença.

Porém, Modric fazia sombra para o prodígio do PSG, que ficou com  prêmio de revelação da Copa. Para aqueles que deram o palpite de que o astro croata seria o melhor do Mundial, logo depois da conclusão das semifinais, o lucro foi de 200%. Depois das quartas de final, a cota era de R$ 8,00 por R$ 1. E até o momento em que Neymar e Coutinho estiveram na disputa, o prêmio para quem previsse que a Bola de Ouro acabaria em posse do camisa 10 da Croácia foi de 1200% de lucro.

 

ROMÁRIO FOI O ÚLTIMO CAMPEÃO A SER ELEITO BOLA DE OURO

A escolha de Luka Modric como craque do Mundial da Rússia engrossa a lista de jogadores que foram laureados com a Bola de Ouro, mas não se sagraram campeões. O último a conseguir tal feito foi Romário, com a Seleção Brasileira, em 1994. Aliás, o Baixinho faz parte de uma minoria, que inclui os argentinos Mario Kempes e Diego Maradona, desde que o prêmio foi entregue pela primeira vez, na Copa de 1978. Hazard, que foi o segundo melhor na Rússia 2018, por pouco não foi o terceiro atleta a ficar de fora de uma decisão e mesmo assim ser eleito o número 1 da competição. A seguir, confira todos os vencedores:

  • Argentina 1978 – Mario Kempes (Argentina): campeão
  • Espanha 1982 – Paolo Rossi (Itália): campeão
  • México 1986 – Diego Maradona (Argentina): campeão
  • Itália 1990 – Salvatore Schillaci (Itália): 3ª colocado
  • Estados Unidos 1994 – Romário (Brasil): campeão
  • França 1998 – Ronaldo (Brasil): vice-campeão
  • Coréia do Sul/Japão 2002 – Oliver Kahn (Alemanha): vice-campeão
  • Alemanha 2006 – Zinedine Zidane (França): vice-campeão
  • África do Sul 2010 – Diego Forlán (Uruguai): 4º colocado
  • Brasil 2014 – Lionel Messi (Argentina): vice-campeão
  • Rússia 2018 – Luka Modric (Croácia): vice-campeão

 

ANÁLISE: MODRIC, UMA COPA DE MAIS ALTOS DO QUE BAIXOS

Luka Modric sempre foi muito elogiado, desde os tempos em que despontou no mainstream do futebol com a camisa do Tottenham. Pretendido pela Inter de Milão, o habilidoso meia acabou no poderoso Real Madrid, onde conquistou títulos aos montes, com destaque para o tricampeonato seguido da Liga dos Campeões da Europa.

O seu estilo de jogo mais discreto, muito regular e voltado para a equipe, quando acaba tendo mais destaques por sua ótima pontaria de fora da área, acaba o ofuscando quando se vê ao lado de outras estrelas, como Cristiano Ronaldo, que acertou com a Juventus, na semana passada, Marcelo, Toni Kroos e até pouco tempo Bale.

Na Rússia, o camisa 10 mostrou seu cartão de visitas, no sentido de lutar pela Bola de Ouro, com a magistral atuação na goleada por 3 a 0 sobre a Argentina, sendo que ele marcou o segundo tento croata. Aliás, um belo gol, quando chamou seu marcador para dançar e lançou um chute venenoso de fora da área que matou o goleiro Caballero.

Já o momento mais complicado aconteceu nas oitavas de final diante da Dinamarca, talvez a atuação mais fraca da Croácia na Copa. No fim da prorrogação, ele teve a chance de confirmar a classificação com uma penalidade máxima para cobrar, mas que acabou nas mãos do excelente Kasper Schmeichel. Porém, na decisão da vaga nos pênaltis, Modric não decepcionou e ajudou seus companheiros a alcançarem as quartas de final.

 

BOLA DE OURO É CREDENCIAL PARA SER O MELHOR DE 2018?

Luka Modric já ganhou a Champions, na temporada 2017/2018, com o Real, e foi vice da Copa do Mundo, com a Croácia, sendo eleito o melhor jogador do Mundial. Sim, ele chega forte para ganhar o prêmio Bola de Ouro da FIFA. Seu grande concorrente é Cristiano Ronaldo, atual número 1 do planeta. CR7 foi muito bem com a camisa de Portugal, mas parou nas oitavas de final. Quanto a Lionel Messi, fiascos no Barcelona e na decadente Argentina o colocam praticamente fora da briga. E Neymar? Que saber? Perde cada vez mais protagonismo com Mbappé no PSG.

 

 

ATUALIZAÇÃO ANTERIOR: 13/07/2018

Craque da Copa do Mundo: sem Harry Kane na decisão, Bola de Ouro fica mais perto de Mbappé

Com a Croácia finalista, Luka Modric passou à condição de principal adversário do camisa 10 da França pelo troféu de melhor jogador do Mundial de 2018

Por Leandro Duarte

Uma coisa é certa: somente uma partida desastrosa de Kylian Mbappé tira dele o prêmio Bola de Ouro, concedido ao melhor jogador da Copa do Mundo. Por exemplo, em 2006, mesmo com a derrota para a Itália na disputa do título, seu compatriota Zinédine Zidane, ao desferir uma cabeçada no peito do italiano Marco Materazzi, ainda assim foi reconhecido como o craque daquele Mundial, em reconhecimento ao seu bom futebol, ficando à frente de Cannavaro e Pirlo.

 

PRÉMIO BOLA DE OURO: MBAPPÉ MUITO PERTO DA CONSAGRAÇÃO

Na final da Copa da Rússia, que acontecerá neste domingo (15), às 12h (horário de Brasília), em Moscou, o craque do PSG terá como grande adversário Luka Modric, principal astro da Croácia, adversária da França na decisão. Aliás, Modric subiu nas cotações das casas de apostas já que seus então principais oponentes, Harry Kane (Inglaterra) e Eden Hazard (Bélgica), ficaram pelo caminho na semifinal, mas irão se enfrentar no jogo que definirá o terceiro colocado.

Aliás, é bom que se saiba que não é inédito um jogador que não foi para a final ganhar o prêmio Bola de Ouro. Aliás, temos dois exemplos disso. O primeiro foi Salvatore “Totó” Schillaci, que também sagrou-se artilheiro em 1990 com a Itália, que perdeu na decisão por pênaltis para a Argentina e não se classificou para a decisão contra a Alemanha. O último semifinalista a conseguir tal feito foi Diego Forlán (Uruguai), em 2010.

Agora, a diferença de Forlán para Hazard e Kane é que ele jogou muito na derrota por 3 a 2 contra a Holanda (semifinal) e também na disputa pelo terceiro lugar, perdida para os germânicos. As esperanças com relação aos astros de Inglaterra e Bélgica dependem de uma atuação antológica na partida de amanhã (14), às 11h (horário de Brasília).

 

HISTÓRICO DO PRÊMIO BOLA DE OURO

A história mostra que, em 40% dos casos, o troféu é concedido a um jogador campeão, outros 40% ao vice; e apenas dois semifinalistas ganharam: Salvatore Schillaci (1990) e Diego Forlán (2010). Criado em 1978, o prêmio já contou com os seguintes vencedores:

  • Argentina 1978 – Mario Kempes (Argentina): campeão
  • Espanha 1982 – Paolo Rossi (Itália): campeão
  • México 1986 – Diego Maradona (Argentina): campeão
  • Itália 1990 – Salvatore Schillaci (Itália): 3ª colocado
  • Estados Unidos 1994 – Romário (Brasil): campeão
  • França 1998 – Ronaldo (Brasil): vice-campeão
  • Coréia do Sul/Japão 2002 – Oliver Kahn (Alemanha): vice-campeão
  • Alemanha 2006 – Zinedine Zidane (França): vice-campeão
  • África do Sul 2010 – Diego Forlán (Uruguai): 4º colocado
  • Brasil 2014 – Lionel Messi (Argentina): vice-campeão

 

POR QUE MBAPPÉ SERÁ O BOLA DE OURO

Mbappé será merecedor do prêmio, caso ele ganhe o reconhecimento como o melhor da Copa. Mas o favoritismo do camisa 10 francês se explica mais pela ineficácia dos selecionados de seus principais oponentes do que por suas próprias qualidades em campo. É importante lembrar que, desde as oitavas de final, Messi (Argentina) e Cristiano Ronaldo (Portugal) deram adeus à disputa.

Na etapa seguinte, foi a vez de Neymar, Coutinho, Cavani e Suárez saíram da briga. E como Harry Kane passou em branco contra Suécia e Croácia, as chances do artilheiro do Tottenham tornaram-se mínimas (confira a lista de odds abaixo). O mesmo pode ser dito de Lukaku e Hazard, que teriam que ter mostrado algo a mais em todos os seis jogos disputados pelos belgas.

Hoje, Modric aparece bem cotado atrás de Mbappé, mas não podemos nos esquecer dos voluntariosos Rakitic, Perisic e Mandzukic – herói da classificação contra os ingleses, na prorrogação da semifinal – que correm por fora. No entanto, se um dos três fizer uma final de Copa do Mundo primorosa e ser realmente decisivo, ao mesmo tempo que o prodígio da França realize uma partida desastrosa, podemos ter uma surpresa na eleição do craque do Mundial.

No entanto, a vantagem de Kylian Mbappé sobre os demais é considerável. Por isso, vale a pena apostar no astro do PSG como o próximo Bola de Ouro da Copa do Mundo. Aliás, o camisa 10 da França seria o mais novo de todos os tempos. Aos 19 anos, ele pode superar Ronaldo, que tinha 21 em 1998.

 

COTAS PARA O PRÊMIO BOLA DE OURO

  • Kylian Mbappé – R$ 1,90/R$ 1
  • Luka Modric – R$ 3,00/R$ 1
  • Antoine Griezmann – R$ 11,00/R$ 1
  • Ngolo Kanté – R$ 17,00/R$ 1
  • Paul Pogba – R$ 26,00/R$ 1
  • Hugo Lloris – R$ 34,00/R$ 1
  • Eden Hazard – R$ 41,00/R$ 1
  • Ivan Rakitic – R$ 51,00/R$ 1
  • Ivan Perisic – R$ 51,00/R$ 1
  • Danijel Subasic – R$ 67,00/R$ 1
  • Raphael Varane – R$ 67,00/R$ 1
  • Samuel Umtiti – R$ 67,00/R$ 1
  • Mario Mandzukic – R$ 101,00/R$ 1
  • Jordan Pickford – R$ 101,00/R$ 1
  • Romelu Lukaku – R$ 101,00/R$ 1

 

ATUALIZAÇÃO ANTERIOR: 10/07/2018

Harry Kane e Kylian Mbappé são os mais cotados à Bola de Ouro de 2018

Eliminados, brasileiros deixam a lista de favoritos

Por Miguel Gonzalez

Dificilmente a FIFA vai entregar a Bola de Ouro, prêmio para o melhor jogador da Copa do Mundo a um atleta que não tenha chegado pelo menos na semifinal da competição, que é a mais importante do planeta futebol. Por isso, Neymar, Philippe Coutinho, Marcus Berg, Mário Fernandes, Edinson Cavani e tantos outros que figuravam na lista de favoritos até a semana passada foram meio que esquecidos. Confira abaixo a relação de favoritos.

 

Harry Kane

Harry Kane tenta a dobradinha. Ele é o mais cotado para terminar como artilheiro da Copa do Mundo, o que vale a Chuteira de ouro. Oferece-se R$ 1,14 / um se ele for o máximo goleador. Romelu Lukaku, da Bélgica, balançou as redes duas vezes menos e soma quatro gols. Ele recompensa quem investir nele em R$ 11,00 / um.

Os gols de Harry Kane até agora foram feitos contra o Panamá (três), a Tunísia (dois) e a Colômbia (um). Ele passou em branco contra a Suécia e ficou no banco de reservas contra a Bélgica.

As casas de apostas pagam R$ 4,50 / um se a Bola de Ouro ficar com o astro inglês. Harry Kane é o capitão, líder e comanda o English Team, que sonha em erguer a taça pela primeira vez desde 1966. Esta geração inglesa é a melhor das últimas décadas e não é à toa que a Inglaterra comemorou vários títulos importantes das divisões de base.

 

Kylian Mbappé

O preparo físico de Kylian Mbappé tem impressionado até quem acompanha desde os primórdios o atleta que era do Mônaco e que na temporada passada se transferiu para o Paris Saint-Germain. Ele consegue dar piques impressionantes no final de cada partida, quando todos os jogadores já estão se arrastando em campo. Ele marcou três tentos neste Mundial: um contra o Peru e dois contra a Argentina.

Empatado com Harry Kane, o investidor pode obter R$ 4,50 / um se o francês ficar com a Bola de Ouro.

 

Eden Hazard

Ninguém combinou com Eden Hazard que franceses e ingleses farão a final do torneio e que o craque da Copa sairá de um dos dois finalistas. A briga pela Bola de Ouro começa agora. Quem for decisivo, surpreendente, imprescindível na semifinal e na final receberá a honraria.

A Bélgica, que já venceu a Inglaterra na primeira fase, e que enterrou o sonho do hexa do Brasil, espera se impor sobre a vizinha e arquirrival França. Neste contexto, Eden Hazard é o mais elogiado dos Diabos Vermelhos e aparece com R$ 5,50 / um no ranking para ficar com o troféu.

Três de seus companheiros, que formam a espinha dorsal do país dos Smurfs e de Tintim, são tão importantes quanto, na minha modesta opinião: Kevin De Bruyne (R$ 9,00 / um), Romelu Lukaku (R$ 15,00 / um) e Thibaut Courtois (R$ 101 / um). Aliás, o goleiro está nas cabeças para ganhar a Luva de Ouro (R$ 3,75 / um).

 

Luka Modric

Em todos os textos que escrevi sobre a Croácia, destaco sempre uma relação de atletas muito talentosa que conquistou seu espaço em grandes clubes das principais ligas europeias. Antes de mencionar os demais, na Rússia 2018, fica claro que o motor do quadro das camisas quadriculadas é Luka Modric. Dificilmente uma bola não passa por ele no meio de campo. Isso sem falar que ele está no auge de sua forma física, mesmo tendo jogado até a última data da temporada de clubes que foi a final da Champions League.

Diferentemente da Bélgica, onde os craques meio que se equivalem, na Croácia, Luka Modric é aquele cara chamado de “diferenciado”. Por isso, a bola de ouro para a estrela do Real Madrid vale R$ 8,00 / um.

Outros dois eslavos aparecem na relação de principais favoritos à taça. O arqueiro Danijel Subasic, com R$ 34,00 / um, e o atacante Ivan Perisic, R$ 101 / um.

 

Apostas futuras para o Bola de Ouro

  • Harry Kane, R$ 4,50 / um.
  • Kylian Mbappé, R$ 4,50 / um.
  • Eden Hazard, R$ 5,50 / um.
  • Luka Modric, R$ 8,00 / um.
  • Kevin De Bruyne, R$ 9,00 / um.
  • Antoine Griezmann, R$ 13,00 / um.
  • Romelu Lukaku, R$ 15,00 / um.
  • Jordan Pickford, R$ 21,00 / um.
  • Danijel Subasic, R$ 34,00 / um.
  • N’golo Kanté, R$ 41,00 / um.
  • Hugo Lloris, R$ 67,00 / um.
  • Dele Alli, R$ 101 / um.
  • Raphaël Varane, R$ 101 / um.
  • Ivan Perisic, R$ 101 / um.
  • Thibaut Courtois, R$ 101 / um.

 

ATUALIZAÇÃO ANTERIOR: 05//07/2018

Bola de Ouro: Neymar está atrás de Mbappé e Harry Kane nas cotações; Coutinho corre por fora

Desde que o prêmio foi criado, em 1978, apenas quatro jogadores laureados sagraram-se campeões com suas respectivas seleções

Por Leandro Duarte

Com o afunilamento da Copa do Mundo, o campeão na Rússia 2018 está cada vez mais perto de ser conhecido. Porém, os torcedores também ficam de olho nos prêmios individuais, como o Chuteira de Ouro (artilheiro) e o Luva de Ouro (goleiro). Mas é inegável que o mais importante é dado ao craque da Copa, no caso, o Bola de Ouro. Atualmente, três jogadores despontam nesse sentido: Kylian Mbappé, Harry Kane e Neymar.

 

PRÊMIO BOLA DE OURO

Apesar de termos passado da metade da disputa, quando as quartas de final se iniciam nesta sexta-feira (06), a história mostra que, em 40% dos casos, o troféu é concedido a um jogador campeão, outros 40% ao vice; e apenas dois semifinalistas ganharam: Salvatore Schillaci (1990) e Diego Forlán (2010). Criado em 1978, o prêmio já contou com os seguintes vencedores:

  • Argentina 1978 – Mario Kempes (Argentina): campeão
  • Espanha 1982 – Paolo Rossi (Itália): campeão
  • México 1986 – Diego Maradona (Argentina): campeão
  • Itália 1990 – Salvatore Schillaci (Itália): 3ª colocado
  • Estados Unidos 1994 – Romário (Brasil): campeão
  • França 1998 – Ronaldo (Brasil): vice-campeão
  • Coréia do Sul/Japão 2002 – Oliver Kahn (Alemanha): vice-campeão
  • Alemanha 2006 – Zinedine Zidane (França): vice-campeão
  • África do Sul 2010 – Diego Forlán (Uruguai): 4º colocado
  • Brasil 2014 – Lionel Messi (Argentina): vice-campeão

Portanto, a coisa irá esquentar, seguindo a lógica histórica, a partir das semifinais. Então, a lista atual dos principais cotados nas casas de apostas tem o valor por estimular azarões que podem subir na lista. Por exemplo, se Luka Modric (Croácia) e Eden Hazard (Bélgica) levarem suas respectivas seleções, pelo menos, até a semifinal e com grandes atuações, as chances deles aumentam consideravelmente, ainda mais se as equipes dos candidatos à frente na lista ficarem pelo caminho nas quartas de final. Por isso, aplique desde já.

 

CONFIRA AS COTAÇÕES DOS PRINCIPAIS CANDIDATOS À BOLA DE OURO

Hoje, o lucro em cima dos jogadores melhores ranqueados no mercado de apostas para ficar com o prêmio Bola de Ouro é o seguinte:

  • Kylian Mbappé (França): R$ 4,50/R$ 1
  • Harry Kane (Inglaterra): R$ 5,00/R$ 1
  • Neymar (Brasil): R$ 6,00/R$ 1
  • Philippe Coutinho (Brasil): R$ 9,00/R$ 1
  • Luka Modric (Croácia): R$ 13,00/R$ 1
  • Eden Hazard (Bélgica): R$ 15,00/R$ 1
  • Antoine Griezmann (França): R$ 21,00/R$ 1
  • Romelu Lukaku (Bélgica): R$ 26,00/R$ 1
  • Kevin De Bruyne (Bélgica): R$ 34,00/R$ 1
  • Luis Suárez (Uruguai): R$ 34,00/R$ 1
  • Edinson Cavani (Uruguai): R$ 34,00/R$ 1

 

KYLIAN MBAPPÉ

Assim que Cristiano Ronaldo e Messi se aposentarem, Kylian Mbappé será um potencial vencedor em série do prêmio de melhor do mundo. Com apenas 19 anos, ele desbancou Antoine Griezmann como principal figura da França, principalmente após a atuação de gala diante da Argentina, quando marcou dois belos gols e ainda sofreu um pênalti – convertido por Griezmann.

Que ele é a grande revelação da Copa, isso não há qualquer dúvida. Porém, se ele continuar apavorando nos gramados e seguir balançando as redes de forma decisiva para os Bleus, ficará difícil não premiá-lo. Em tese, seu principal candidato é Neymar, apesar de Harry Kane aparecer de “intruso” entre os dois. Ao que tudo indica, os dois companheiros de Paris Saint-Germain medirão forças na próxima fase do Mundial.

 

NEYMAR

Apesar de, atualmente, estar em terceiro nas casas de apostas, Neymar surge com força para desbancar Mbappé. Depois de ter ficado atrás de Messi e CR7 pelo prêmio de melhor do planeta, o astro do PSG pavimentaria seu caminho para ser o Bola de Ouro no Mundial de 2018 se chegar à final, ainda mais porque deixaria para trás os rivais de França, Uruguai e Bélgica. Além disso, em uma hipotética decisão, um inglês ou croata não teriam banca para superá-lo.

 

HARRY KANE, COUTINHO E LUISITO SUÁREZ

Como vimos, Kane aparece em segundo, mais pela altíssima média de gols em todas as competições que disputa, sendo que na Rússia não tem sido diferente: seis gols em quatro jogos. Já Philippe Coutinho, que foi o melhor da Seleção Brasileira na primeira fase, esteve apagado contra o México, mas entraria forte na disputa se voltar a ofuscar Neymar.

Agora, fique atento a Luis Suárez. Além da grande técnica, faro de gols e muita entrega, ele estará sem seu fiel escudeiro, Cavani, contra os Bleus. Em uma histórica presença do Uruguai na final, após passar por França, Brasil ou Bélgica, é quase impossível não darem a Bola de Ouro a Luisito. Então, aproveite a cotação de momento dele em R$ 34,00/R$ 1.

 

NÚMEROS MAIS RECENTES SOBRE OS CANDIDATOS AO TÍTULO NA RÚSSIA 2018

O valor listado é sobre quanto os sites de apostas estão oferecendo para cada R$ 1 investido em cada país:

  • Brasil: R$ 4,00/R$ 1
  • França: R$ 5,00/R$ 1
  • Inglaterra: R$ 5,25/R$ 1
  • Bélgica: R$ 6,50/R$ 1
  • Croácia: R$ 7,00/R$ 1
  • Uruguai: R$ 15,00/R$ 1
  • Rússia: R$ 19,00/R$ 1
  • Suécia: R$ 26,00/R$ 1

Não deixe de conferir o calendário completo com os jogos da Copa da Rússia.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar