Copa Sul-Americana

Bahia pode até perder para o Cerro que avança para as oitavas da Copa Sul-Americana

Jogadores do EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Baianos viajam com a vantagem de 2 a 0 do primeiro jogo.

Buscando seu primeiro título continental, o Bahia viaja até o Uruguai enfrentar o Cerro, pela 2ª fase da Copa Sul-Americana. Como o clube brasileiro ganhou em casa por 2 a 0 vai para campo nesta quarta-feira, às 21h45, podendo até mesmo perder por um gol de diferença.

 

Bahia vai com time misto

Com o calendário apertado neste mês de agosto, algo comum no futebol brasileiro é ver alguns times entrando sem alguns de seus titulares seja no Brasileirão ou em torneio de mata-mata. É o caso do Bahia, que já havia poupado Tiago, Elton, Edigar Junior, Vinicius e Gregore na partida de ida. Neste jogo da volta, o técnico Enderson Moreira ainda não confirmou todos os nomes, mas admitiu que repetirá a estratégia e que o atacante Gilberto será um dos que ficará de fora. O jogador fez três partidas em um espaço de sete dias e há tempos não tinha uma sequência deste tipo, pois no primeiro semestre estava atuando na Turquia e lá ele era reserva.

Mesmo poupando peças, o Bahia tem esperança de manter a boa fase. Desde que a Copa do Mundo acabou e as competições de clubes retornaram, o Tricolor entrou em campo sete vezes e somente em uma oportunidade saiu de campo derrotado. No entanto, o revés por 2 a 0 para o Vasco nem chegou a ser ruim, pois como havia vencido na ida por 3 a 0 avançou de fase na Copa do Brasil. Exatamente o que o time busca nesta quarta-feira.

Além desta derrota para os cariocas, os baianos ainda empataram com a Chapecoense, Atlético-MG, Palmeiras e Fluminense, tendo vencido o Vitória e o Cerro.

Para não correr tantos riscos, o clube precisa apenas melhorar seu rendimento como visitante. Das últimas dez vezes que saiu de Salvador, o Bahia foi superado em seis partidas, empatando duas e ganhando apenas outras duas. Um destes reveses ocorreu justamente na Sul-Americana, diante do Blooming, por 1 a 0. Apesar do susto, o resultado também serviria para ficar com a vaga diante do Cerro.

 

Cerro é coadjuvante no Uruguai

Um dos grandes problemas das ampliações da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana é que traz equipes sem muita força. É o caso do Cerro, por exemplo, que foi apenas o 7º colocado no Apertura do Campeonato Uruguaio e no Clausura consegue ser ainda pior. Dos dois jogos disputados pelo segundo turno da liga nacional, o time empatou um contra o modesto Liverpool e foi goleado por 5 a 0 para o Fenix, que está longe de ser tradicional.

Se o presente é ruim, o passado também não ajuda. Com 96 anos, o clube tem como seu melhor desempenho o vice-campeonato uruguaio em 1960. Em torneios continentais sequer passou da fase de grupos da Copa Libertadores e, portanto, vai para campo buscando sua melhor classificação em uma Copa Continental, que seria chegar nas oitavas de final.

Para não falar apenas a parte negativa, ao menos seu rendimento no Estádio Luis Tróccoli é satisfatório. Dos 14 jogos disputados pela equipe no local neste ano, em apenas três o Cerro foi derrotado, tendo vencido seis e empatado cinco.

Com isso, os uruguaios apostam no fator casa para tentarem seguir na competição. Outra esperança é o jovem atacante Nicolás González. O jogador de 21 anos foi o artilheiro no time na última edição da Liga Uruguaiana, com seis gols.

 

Bahia tenta ir longe pela primeira vez

Esta é a oitava participação do Bahia em torneios continentais e nunca passou das quartas de final. Se for considerar apenas a Copa Sul-Americana ou as disputas após 1990, quando as competições sofreram alguns inchaços, o melhor desempenho foi ter avançado até as oitavas de final em 2014.  Segurando o resultado nesta quarta-feira, no mínimo já igualaria este feito.

 

Palpite

O Bahia certamente fica com a classificação, mas dificilmente consegue uma vitória no Uruguai. A expectativa é que o time perca por no máximo um gol de diferença, avançado graças ao saldo. No máximo, caso encontre espaços no ataque e marque um golzinho pode até buscar o empate.

 

Jogos de volta da 2ª fase da Copa Sul-Americana 2018

Terça-feira, 7 de agosto
  • 19:30 – Peñarol x Atlético-PR – Palpite: Peñarol vence por 2 a 1
Quarta-feira, 8 de agosto
  • 21:45 – Cerro x Bahia – Palpite: Cerro vence por 1 a 0
Quinta-feira, 9 de agosto
  • 19:30 – Vasco x LDU – Palpite: Vasco vence por 2 a 0

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.