Ganhador.com

UFC

Atura ou surta! Colby Covington ‘sufoca’ Dos Anjos no UFC 225 e conquista cinturão interino

Foto: Divulgação / UFC

Falou e fez. Depois de muita provocação e beirar o ridículo ao adotar uma postura de falastrão recentemente, Colby Covington mostrou que nem tudo é promoção. Com uma estratégia precisa, um preparo surpreendente e uma grande força de vontade, o americano provou que é um top da categoria ao superar Rafael dos Anjos na decisão dos juízes e se garantir como campeão interino da categoria dos meio-médios na co-luta principal do UFC 225, na madrugada deste sábado, em Chicago (EUA). Foi uma performance indiscutível e dominante. Seu jogo de wrestling impecável e um preparo físico em dia sufocaram o jogo de Dos Anjos e não deram qualquer espaço ao brasileiro durante os cinco rounds.

Antes que você comece a reclamar e dizer: “Ah, mas o Rafael dos Anjos não fez nada, ele não lutou nada…”, peço que reveja a luta. O brasileiro não lutou mal. Temos que parar de achar que quando um brasileiro perde é por demérito. Há um atleta que trabalhou duro do outro lado. E no caso do UFC 225, o resultado da luta foi muito mais por mérito de Colby do que demérito de Rafael. O americano manteve a pressão durante os cinco rounds. Foi impressionante. Ele não cansou em nenhum momento e não deu espaço para o brasileiro.

O primeiro e o quarto round foram os únicos nos quais o duelo foi mais disputado e cabia o triunfo do brasileiro. Em todos os outros o americano foi mais dominante. Além de pressionar Rafael na grade, conseguindo a derrubada diversas vezes, Covington também impressionou com sua trocação. Embora não tenha muita técnica com as mãos, o americano soube combinar bem a velocidade em seus ataques com os punhos com as entradas nas pernas de Dos Anjos. Quando o brasileiro pensava em encaixar seus golpes e se esquivar dos ataques Colby já estava o pressionando. Não há o que discutir. O americano soube anular o jogo de Rafael e tirou onda.

Com isso, Colby Covington se torna o campeão interino dos meio-médios e garante o direito de enfrentar Tyron Woodley pelo cinturão absoluto da categoria. O americano agora tem tudo para se tornar um dos atletas mais populares da organização. Falastrão como poucos e com um cinturão na cintura. Essa combinação pode até te irritar, mas você terá de engolir pelo menos por alguns meses, pois Colby Covington mostrou que é um top legítimo e acaba de anular o jogo de um dos lutadores mais ferozes da categoria dos meio-médios. Já que o circo foi fincado, o jeito é pegar a pipoca e acompanhar os próximos passos do novo campeão falastrão do UFC.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar