Dicas de Apostas

Atuações discretas não desanimam: Brasil segue favorito a ganhar a Copa

Brasil vence Costa Rica
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Com um empate e uma vitória no sufoco, a seleção de Tite ainda é a principal candidata a erguer o hexa, devolvendo R$ 5,00 a cada R$ 1,00 investido                        

A Copa do Mundo da Rússia está traçando um novo panorama no futebol mundial. Finalistas do último Mundial, realizado no Brasil há quatro anos, Argentina e Alemanha já somam derrotas até aqui – e o Brasil, também um dos semifinalistas, sofre um bocado para impor o seu favoritismo nos gramados russos. Da outra semifinalista nem temos o que falar: a Holanda sequer se classificou à Copa.

Mesmo com essa mudança na ordem de forças, o Brasil está fazendo prevalecer a sua excelente preparação. Segundo as cotações de apostas apuradas pelo Oddsshark, a equipe comandada pelo técnico Tite segue como a favorita ao título, devolvendo um lucro de R$ 5,00 a cada R$ 1,00 investido caso conquiste o hexa no dia 15 de julho em Moscou. O 1×1 com a Suíça e o 2×0 na Costa Rica não fizeram este número oscilar. O Brasil já há três meses mantém o seu favoritismo neste lucro exato de 5 para 1.

 

Espanha pinta bem

Ainda está para surgir a seleção que jogue um futebol encantador de verdade na Rússia. Uma grande candidata a isto seria a Espanha, mas a Fúria é também uma grande incógnita desde a troca de seu treinador – Julen Lopetegui foi demitido da equipe ao acertar com o Real Madrid, e seu cargo está sendo ocupado por Fernando Hierro, que chegou à Rússia como dirigente. Em tese, não daria para esperar muito da equipe que sofre tal tipo de improviso, mas a Espanha surge até aqui como a segunda seleção mais cotada a ser campeã, devolvendo R$ 5,50 a cada R$ 1,00 apostado.

Assim como o Brasil, as duas atuações espanholas tampouco foram de encher os olhos. O 3×3 contra Portugal na estreia foi bastante emocionante, mas o 1×0 contra o Irã mostrou que o time precisa amadurecer demais para os mata-matas, quando a inexperiência de Hierro vai ser uma grande fraqueza a ser explorada.

Completando o grupo das quatro melhores seleções até o momento, França e Bélgica. E já dá até arrepios imaginar como seria uma semifinal com esses quatro países – Brasil, Espanha, França e Bélgica, com toda a pressão que um confronto como este acaba gerando no mundo todo com a diferença no estilo de europeus e sul-americanos.

Tal diferença de estilo ficou clara no 1×0 da França sobre o Peru na última quinta (21). O time do técnico Didier Deschamps devolve R$ 8,00 a cada R$ 1,00 apostado em seu título, aparecendo bem pouco à frente da famosa “geração belga”, que desponta devolvendo R$ 9,00/R$ 1,00.

Os belgas são os únicos desses quatro que ainda não têm um título – e sequer uma decisão, porque o melhor resultado do país foi uma semifinal obtida em 1986. O time da Bélgica é sim muito bom, especialmente no meio-campo e no ataque, mas conferir como a equipe vai se portar em partidas mais equilibradas é, desde já, uma grande incógnita.

 

E os demais?

Uma seleção que surpreende por não estar com cotações melhores é a Alemanha, que perdeu na estreia para o México por 1×0 e faz um jogo dos mais importantes neste sábado (23), quando enfrenta a Suécia às 15h (de Brasília). Atual campeã mundial, a Alemanha empata com a Bélgica na cotação de R$ 9,00/R$ 1,00, mas despencou desde a estreia – aparecia quase empatada com o Brasil, devolvendo os R$ 5,50/R$ 1,00 que hoje pagam a Espanha.

Algoz da Argentina, a Croácia viu suas cotações decolarem depois do histórico 3×0 em cima de Lionel Messi e companhia: hoje, o lucro seria de R$ 15,00/R$ 1,00, contra R$ 12,00 da seleção da Inglaterra que sempre promete muito e que quase sempre entrega pouco.

Vale a pena observar também as cotações de duas seleções que demonstraram uma capacidade interessante até aqui – Portugal e Uruguai que, cada uma com as suas armas, mostraram que podem até mesmo se encontrar em uma possível semifinal.

Contando com os gols do impressionante Cristiano Ronaldo, o atual campeão europeu Portugal entrega R$ 17,00 a cada R$ 1,00 investido em caso de título também na Rússia. Apostar no Uruguai requer mais coragem, mas rendendo um lucro maior: nada menos que R$ 23,00/R$ 1,00 caso Suárez e Cavani deem uma volta olímpica das mais surpreendentes na Rússia.

 

As cotações das seleções favoritas a ganhar a Copa do Mundo

  • Brasil – R$ 5,00
  • Espanha – R$ 5,50
  • França – R$ 8,00
  • Bélgica – R$ 9,00
  • Alemanha – R$ 9,00
  • Inglaterra – R$ 12,00
  • Croácia – R$ 15,00
  • Portugal – R$ 17,00
  • Uruguai – R$ 23,00

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.