Notícias

Anthony Smith finaliza Oezdemir no UFC Moncton e pede chance pelo cinturão dos meio-pesados

UFC Moncton: Volkan Oezdemir Vs Anthony Smith
Foto: Divulgação / UFC

A categoria dos meio-pesados pode ter acabado de ganhar um novo pretendente ao cinturão até 93kg. Isso porque Anthony Smith foi o destaque do UFC Fight Night Moncton, ocorrido em New Brunswick, Canadá, na madrugada deste domingo (28). O americano finalizou Volkan Oezdemir com um mata-leão no terceiro round da luta principal do show, chegou três vitórias consecutivas desde que mudou de divisão e pediu aos dirigentes do Ultimate por uma chance pelo título da categoria em entrevista ainda no octógono.

Esta foi a quarta luta de Smith em 2018. A última derrota do lutador americano aconteceu em fevereiro, ainda pela categoria dos médios, quando ele foi nocauteado pelo brasileiro Thiago Marreta. Depois disso, ele subiu para a divisão dos meio-pesados e emplacou a boa fase que vive. Ele nocauteou Rashad Evans em junho, Mauricio Shogun em julho e agora Volkan Oezdemir, que era o número dois no ranking dos meio-pesados. O americano, que era o décimo colocado, após finalizar o suíço, que era o segundo, deve chegar ao menos ao top 5 da categoria.

Smith mostrou inteligência. O início do duelo foi tenso, ele sabia das mãos pesadas de Oezdemir, mas conseguiu resistir ao ímpeto inicial e o conduziu até o terceiro round, quando o rival suíço já estava cansado. Na trocação, Smith mostrou confiança mesmo diante de um adversário de mãos pesadas, e no chão comprovou ter um nível melhor. Volkan até teve oportunidades de desenvolver seu jogo no chão, mas não o fez. E Anthony conseguiu finalizar o duelo com um mata-leão quando pegou as costas do oponente no terceiro assalto.

Depois de bater dois ex-campeões e o número dois no ranking do UFC, Anthony Smith se destaca em uma categoria rasa como a dos meio-pesados do UFC. Atualmente, Daniel Cormier é o dono do cinturão. Ele acumula simultaneamente o título dos pesados também, mas vai ficar sem a peça cobiçada dos meio-pesados no dia 29 de dezembro. Nesta data, acontece o UFC 232, em Las Vegas (EUA), onde Jon Jones e Alexander Gustafsson se encaram em disputa de cinturão dos meio-pesados. Quando eles pisarem no cage, Cormier deixará de ser o dono do título. O UFC não costuma deixar campeões com dois cinturões em posse por muito tempo e já expliquei isso recentemente por aqui. 

A questão é que diante da falta de desafiantes e tops na categoria, com apenas duas vitórias diante Evans e Shogun, que já passaram do auge de suas carreiras, e um triunfo contra Volkan Oezdemir, número dois no ranking, Anthony Smith pode muito bem ser considerado um pretendente ao cinturão dos meio-pesados muito em breve.

Brasileiros do UFC Moncton

O Brasil teve dois representantes no evento do Canadá. Foram duas lutas com uma vitória e uma derrota para o país. Talita Bernardo se recuperou de duas derrotas consecutivas no octógono e superou Sarah Moras na decisão dos juízes. Já o peso-pesado Marcelo Golm, fez luta dura com Arjan Bhullar, mas acabou perdendo o terceiro round e perdeu o combate na decisão dos juízes.

Confira os resultados do UFC Moncton

Anthony Smith finalizou Volkan Oezdemir no terceiro round
Michael Johnson venceu Artem Lobov na decisão dos juízes
Misha Cirkunov finalizou Patrick Cummins no primeiro round
Andre Soukamthath venceu Jonathan Martinez na decisão dos juízes
Gian Villante vence Ed Herman na decisão dos juízes
Court McGee venceu Alex Garcia na decisão dos juízes
Card preliminar
Sean Strickland nocauteou Nordine Taleb no segundo round
Nasrat Haqparast venceu Thibault Gouti na decisão dos juízes
Calvin Kattar nocauteou Chris Fishgold no primeiro round
Talita Bernardo venceu Sarah Moras na decisão dos juízes
Don Madge nocauteou Te Edwards no segundo round
Arjan Bhullar venceu Marcelo Golm na decisão dos juízes
Stevie Ray venceu Jessin Ayari na decisão dos juízes

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar