Ganhador.com

WNBA

WNBA conhece hoje seu campeão: Minnesota Lynx e Los Angeles Sparks se enfrentam no dramático Jogo 5

Foto: AP Photo/Alex Gallardo

Cenário é o mesmo do ano passado, quando os Sparks faturaram o título por apenas um ponto

Quem gosta de basquete não pode perder nem um segundo. Hoje (4), a partir das 21h (de Brasília), Minnesota Lynx e Los Angeles Sparks se enfrentam no decisivo e dramático Jogo 5 que vai finalmente decidir a equipe campeã da temporada 2017 da WNBA. O cenário é bastante parecido com o de Cleveland Cavaliers e Golden State Warriors na NBA. As duas melhores equipes dominaram todas as demais e se alinharam para uma previsível final. Mas são as mulheres que atingem o ápice do equilíbrio. Explicamos.

 

Jogo 5 ou prorrogação?

Além de um empate em 2 a 2 na série, o que já é espantoso por decidir uma temporada toda em apenas um único jogo, há também uma questão ainda mais inusitada que embaralha todos os prognósticos: tanto Minnesota Lynx quanto Los Angeles Sparks somam os mesmos 297 pontos nos quatro jogos da final até aqui. Não há sequer uma diferença de um único ponto. É a final mais equilibrada de todos os tempos da WNBA – e quem se atrever a dizer que é a mais equilibrada da história do basquete também não vai exagerar.

Afinal, o que pode ser mais parelho que isso?

O jogo desta noite – 21h (de Brasília), grave bem o horário – será na casa do Lynx, a Williams Arena, na Universidade de Minnesota. Falar de “casa” nesta decisão não é necessariamente determinar vantagem para o time mandante. Cada equipe venceu uma partida no domínio do rival até aqui. O Los Angeles abriu a série vencendo na própria Williams Arena. E o Minnesota evitou o título antecipado no último domingo (2) em pleno Staples Center, a casa não só dos Sparks – mas também do Los Angeles Lakers.

 

Sparks têm ligeiro favoritismo

Atual campeão da WNBA, o Los Angeles Sparks é tido pelos especialistas nos Estados Unidos como forte candidato ao bicampeonato. Nós olhamos para esta questão da mesma maneira.

O fato de obter a liga no ano passado vai fazer a equipe entrar bem mais relaxada na partida desta quarta (4). Exatamente o contrário do que ocorre com o Minnesota Lynx. A equipe da casa terminou a temporada regular com a melhor campanha – 27 vitórias a 26 dos Sparks – e com a craque da liga, a pivô Sylvia Fowles, que não brilhou como se esperava em toda a decisão até aqui.

Há ainda o resquício da final do ano passado, quando o Los Angeles venceu também no Jogo 5, e por apenas um ponto de vantagem, o que praticamente gerou um trauma no Minnesota que hoje tem a chance de quitar sua dívida com a história. Resta saber se vai prevalecer o alívio ou o aumento de um trauma que fará as mãos das jogadoras do Lynx pesar para sempre.

Não há contusões e não há suspensões. Os dois times estarão completos para um jogo que deve ter a característica consagrada dos grandes duelos e das grandes finais: um começo alucinante no qual cada time vai tentar impor, logo de cara, o seu poderio perante o rival.

O duelo pessoal da decisão passa pelas duas estrelas do momento não só da WNBA, mas de todo o basquete feminino da atualidade. Quem gosta da bola ao aro sabe que quando Candace Parker (Sparks) e Sylvia Fowles (Lynx) se enfrentam, absolutamente tudo pode acontecer.

Parker, ala-pivô de 31 anos, é uma jogadora completa.  Suas médias no mata-mata até esta noite decisiva são de 16 pontos, 8 rebotes e 5 assistências por partida. Fowles, gigante pivô de mesma idade, carrega 18 pontos, 12 rebotes e 1 assistência por duelo nestes playoffs. Até nisso há um equilíbrio que pode pender a conquista para qualquer um dos lados.

Mesmo as “segundas forças” de cada um dos times demonstram paridade. Pelo lado do Minnesota Lynx, a companheira de Fowles, a rápida Maya Moore, vem de anotar 15 pontos no Jogo 4 – o desempenho de Odyssey Sims, parceira de Parker, foi ainda mais decisivo, com 18 pontos. É uma partida para saborear em todos os detalhes. E saber que absolutamente tudo pode representar o sucesso ou o fracasso em Minnesota.

 

As partidas do WNBA Finals

  • Jogo 1, 24 de setembro – Los Angeles Sparks 85×84 Minnesota Lynx
  • Jogo 2, 26 de setembro – Minnesota Lynx 70×68 Los Angeles Sparks
  • Jogo 3, 29 de setembro – Los Angeles Sparks 75×64 Minnesota Lynx
  • Jogo 4, 1º de outubro – Minnesota Lynx 80×69 Los Angeles Sparks
  • Jogo 5, 4 de outubro – 21h (de Brasília), em Minnesota

Placar até aqui: Los Angeles Sparks 2×2 Minnesota Lynx na série melhor de cinco

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar